terça-feira, 31 de agosto de 2010

MEIA DÚZIA DE PITACOS


1) Ainda na fase de convocação, escrevi aqui que esta seleção americana corria risco de dar vexame no Mundial. Com as boas atuações diante de Eslovênia e Croácia, a equipe subiu no meu conceito, claro. Mas o jogo contra o Brasil prova que, sem a nata do talento, encarar o basquete Fiba está longe de ser uma carne assada. E ainda vai aparecer muito adversário bom no caminho deles...

2) Até agora, Luis Scola é o melhor jogador do torneio. O pivô argentino fez o jogo contra Angola ficar fácil, com 32 pontos e mais oito rebotes. Concordo com o Balassiano quando ele diz que nós devíamos seguir o exemplo dos hermanos e jogar ainda mais com Tiago Splitter no nosso garrafão.

3) Será que a Alemanha gastou todo o arsenal contra Sérvia e Argentina? Depois de fazer o mais difícil, levou uma ensacada da Austrália (78-43). Jagla, o clone de Nowitzki, que vinha brilhando, nem viu a cor da bola. Que será que houve?

4) A Tunísia perdia feio para o Irã, mas abriu o quarto período com uma incrível sequência de 16-1. Foi justamente a única parte do jogo que eu vi. Logo depois disso, os iranianos acordaram, voltaram a abrir vantagem e venceram. Aí perdeu a graça.

5) Por falar em ver e não ver, não consegui ver nada de Eslovênia x Croácia. Quem viu garante que foi um jogão. Vou atrás do VT – e viva o pacote pago da Fiba!

6) Antes de Brasil x Estados Unidos, resolvemos fazer um bolão de R$ 1 na redação do Globoesporte.com para ver quem se aproximava mais da diferença de pontos no placar. Comecei com 21 pontos a favor dos americanos, mas em cima da hora, sabe-se lá por que motivo, reduzi para quatro. Por aproximação, acabei ganhando a "fortuna".

5 comentários:

Anônimo disse...

O que aconteceu com a Alemanha se chama três dias de jogos seguidos com uma prorrogação dupla no segundo.

Diego disse...

Rodrigo, caso do Brasil jogar mais com Splitter acho sim q deve se usar mais Pick N Rolls sim...mas Splitter n é muito tão bom qt scola no Low Post....então ao meu ver n é certo comparar o numero d bolas q vão pra um e pra outro, e outra scola andou fazendo alguns pontos de chute tb até de 3 ele tem experimentado, então não acho mt certo fazer essa comparação, eu achei no jogo dos EUA mt boa a participação do Splitter Ofensivamente justamente nos Pick n rolls...pra mim só falta a ele qd ele pegar a bola pra definir essa jogada mais força pra realmente jogar longe quem ficar na frente dele...ele tomou um tocasso contra os EUA pq foi na leveza d uma simples bandeijinha...tem é q pular pra tentar cravar...

bigmanrj disse...

Pode ver o jogo Eslovênia x Croácia que você não vai se arrepender. Melhor jogo até agora.

China disse...

Concordo com o Diego...não dá pra comparar Splitter e Scola...enquanto o Splitter eh bem superior na defesa,o Scola eh mto superior no ataque...acho q o Splitter deva receber muitas bolas no nosso ataque sim...mas não TODAS as bolas como o Scola o faz na argentina..pq o Splitter pra mim nao tem os msms recursos ofensivos do Scola...e tb concordo q o Splitter tem q ir pra cravar MAIS VZS...ele tem q entender q agora ele eh jogador da NBA..tomou um toco do RUDY GAY(SF,2.03m) pq foi dar akela soltada d bola pro alto q ele faz sempre..soh q na NBA os caras vão LA EM CIMA e tirar essa bola dando toco nele a rodo e a direito..acho q ele tem q ir mais pra enterrada...engraçado eh q ele faz isso as vzs...mas tem q fazer SEMPRE...

Gabriel disse...

Concordo que o Splitter vacila em alguns ataques e toma tocos que poderiam ser evitados. Outro erro também causado por essa "moleza" é que ele fez muitas faltas "and 1", quando se faz a falta permitindo que o adversário converta o arremesso.