quarta-feira, 11 de agosto de 2010

BEM NO MEIO DA GRANDE MAÇÃ


Direto de Nova York >>>

No meio de um engarrafamento em Manhattan, na esquina da Lexington Avenue com a 24th Street, o prédio do Baruch College quase passa despercebido. Lá dentro, o ginásio da pequena faculdade que disputa a terceira divisão da NCAA foi o palco para o primeiro treino da seleção brasileira em Nova York. Alheio às tentações do portão para fora, o grupo comandado por Rubén Magnano ficou trancado lá dentro por duas horas. E a estrutura era de dar inveja a muito clube no Brasil: dois ginásios, academia, piscina, até quadra de squash. Se não dá para ir à Broadway ou ao Central Park, pelo menos a equipe parece estar em boas mãos.

Os treinos, na verdade, só rolam até hoje, em dois períodos (no vídeo abaixo, imagens de terça). A partir de amanhã, é jogo. Ou quase isso. O primeiro é jogo mesmo, contra a China (sem Yao Ming), na tarde de quinta-feira. O segundo, na sexta, é uma exibição contra Porto Rico, a céu aberto no Rucker Park, famoso playground americano. A CBB negocia para mudar o local, já que anda chuviscando em Nova York.



No papo de Magnano com os jornalistas ao fim do treino de ontem, ficou claro que o técnico encara a miniturnê como um mal necessário – tudo é organizado pela Nike, um dos patrocinadores da seleção. Ele chegou a dizer que, se não fosse o amistoso contra a China, a passagem do time pelos Estados Unidos não faria muito sentido.



Nenê e Tiago Splitter treinaram (de leve) na terça, mas não vão jogar os amistosos – o que a gente já sabia. Só devem voltar mesmo na Europa, na próxima semana. O clima parece ser de otimismo quanto à recuperação da dupla. Tomara.

14 comentários:

Anônimo disse...

Oi Rodrigo, parabéns pela reportagem, por um lado é bom esse anonimato da seleção para os jogadores ficarem concentrados, mas fazendo comparação com a seleção de futebol onde ate um espirro de um jogador pode virar manchete é frustrante, enfim um dia isso vai mudar. Esse jogo ao ar livre tem que ser bem leve para evitar contusoes principamente pq o piso deve ser de cimento. A Nike inventa cada uma, ao invés de promover a marca, vai ser um tiro pela culatra. Onde ja se viu expor jogadores valiosos pra jogar desse jeito. Boa sorte Brasil , eu amo muito vocês todos.

Diogo Aquino disse...

Alguem sabe informar que jogos serão transmitidos, nessa miniturne?

Anônimo disse...

O piso pode ser de madeira, se não me engano a Telemar promoveu um evento ao ar livre, acho q foi na prai, no Rio a alguns ano com piso de madeira.

" Desafio Telemar de basquete, A arena montada na praia de Ipanema reuniu no domingo umas 800 pessoas, que puderam usufruir de uma notável estrutura. Os destaques foram a quadra de madeira suspensa sob a areia e a área vip,............."

A CBB é louca mas nem tanto de aceitar jogo em quadra de cimento

Fábio Pires Oliveira

Anônimo disse...

quadra de madeira no Rucker park.
ja esta montada !

Anônimo disse...

Vai passar algum jogo da turne? Dá um Help Rodrigão, pois você tem contatos com o SPORTV? Olhei a programação e nela não consta nada. Nem no SPORTV E nem na ESPN, que parace estar deixando de ser a verdadeira casa do basquete. Abraços.

Anônimo disse...

Rodrigo, vale a pena dizer tambem que mesmo sendo D3, a Baruch College tem mais de 15 mil alunos.
Inclusive tem uma aluna no time de basquete que esta com uma selecao da D3 no Brasil para jogos em Jundia e Rio de Janeiro.
Ser division 3 nao significa ser fraca como a terceira divisao de um time de futebol.
Ben wallace por exemplo saiu da Virginia Union, da segunda divisao.

Régis Marlo - Campo Grande/MS disse...

A Nike tinha mesmo é que lançar uniforme da seleção brasileira de basquete masculino para venda aos torcedores.

adriano disse...

Opa! Essas fotos de treino com uniforme amarelo já deu um alento!! A Nike voltou atrás e resolveu fazer a amarelinha pro Mundial??

Régis Marlo - Campo Grande/MS disse...

Caro RODRIGO ALVES, venho aqui para lhe parabenizar pelas excelentes reportagens/comentários/enquetes de seu blog. Gosto muito deste espaço. Estive em Brasília vendo a seleção brasileira e gostei também, até te procurei lá para lhe cumprimentar mas não lhe achei.
Agora gostaria muito de ter o uniforme da seleção brasileira de basquete (na verdade vou querer os dois, rsrs). Perguntei pra um sr. da CBB careca lá em BSB se iriam disponibilizar os uniformes pra venda e ele disse que sim.
Mas acho importante que seja feita uma matéria sobre a falta de camisas da selação de basquete masculina. Faça isto pra nós. Ter que ir ao estádio com camisa do Brasil de futebol não é condizente. Grande Abraço e boa viagem!

Gustavo disse...

ow galera...to meio por fora do mundial, to mais ligado na off-season e to chegando agora...

pelo q vi o nene ainda não jogou.... faço uma pergunta...Estaria o Nene fazendo corpo mole???

PS: lembrando q não estou acompanhando a preparação pro mundial...portanto me perdoem se estou falando bobagem.

Anônimo disse...

Quero ver o Brasil jogando! Vao transmitir os jogos?

Anônimo disse...

Olha a estrutura e o ginasio de uma equipe Division III!!!!! Nao eh Division I nem II. Eh III!!! Quantas equipes de primeira linha no Brasil tem algo parecido? Sao anos-luz de diferenca, nao adianta...

Anônimo disse...

Tô desesperado em busca de transmissão, mas acho que ninguém vai transmitir não! =(

Diego disse...

Fora de topico mas, é sobre o basquete brasileiro. Nesse momento ta acontecendo o Pan Americano de basquete universitario em Salvador, O Brasil tem uma seleção muitoa boa fez um grande jogo contra os EUA perdendo por apenas um ponto.
Acredito que essas competições fortalecem muito o basquete brasileiro e deveriam ser mais incentivadas e ter uma cobertura melhor.