terça-feira, 27 de maio de 2008

SÓ O VETERANO SALVA


Antonio McDyess / Foto: NBA

Com 33 anos, 21 pontos e 16 rebotes, o tio Antonio McDyess foi uma das poucas coisas boas no tenebroso jogo 4 entre Pistons e Celtics. Ao lado de Rip Hamilton (20 pontos), o ala-pivô veterano garantiu a vitória por 94-75 nesta segunda-feira e empatou a final do Leste em 2-2. A defesa também teve méritos, mas não foi só por causa disso que o Boston nos presenteou com uma das performances ofensivas mais intragáveis do playoff. O time verde acertou apenas 31.8% dos seus chutes, em grande parte graças ao trio formado por Paul Pierce (3-14), Kevin Garnett (6-16) e Ray Allen (2-8). É uma noite para se jogar fora. Resta aguardar o jogo 5, na quarta-feira.

15 comentários:

Cássio disse...

O Detroit fez um belo jogo... ainda acho q ele leva essa... o toco q o Maxiell deu no Garnett foi um dos mais "cavalos" q vi até hj... rsrs....
abraços

Cássio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Artur disse...

As pessoas nao lembram ou nao sabem que o McDyess entrou na liga com bastante alarde.

Ele foi o segundo pick do draft de 1995 (escolhido antes de Kevin Garnett) e teve excelentes temporadas pelo Denver, chegando a ter medias de mais de 20 pontos e 10 rebotes em duas delas. Era uma das boas estrelas da liga, aquele cara bom em time ruim.

Infelizmente, por problemas de contusoes, acabou largado por uns anos na liga, ate que o Detroit o acolheu, aos 30 anos de idade.

Fico feliz que ele tenha dado a volta por cima e esteja recebendo atencao da midia. Eh o unico titular do Detroit que nunca foi campeao e quem sabe agora eh a hora...

Abracos!

Guilherme disse...

jogo 5 nao?

RafaLakers disse...

Dois coadjuvantes de time de estrelas vem definindo nessa série(McDyess e Pekins). Eu sei que o segundo não é aquelas coisas, mas sua produção defensiva (marcando Rasheed) e ofensiva (com ótimo aproveitamento dos chutes e enterradas pra elevar a moral do time) vem sendo a mais constante do Boston. Pra quem esperava a briga dos All-Stars de Detroit e Boston, é melhor ficar de olho nos "esquecidos" escudeiros dos times.
Abraços

giuliano disse...

De qualquer forma, é uma das séries mais imprevisíveis que eu já vi.
Quem ganhar o jogo 5 leva.

Anônimo disse...

Rodrigo, corrige a frase final do post: é jogo 5.

Osama_Lakers disse...

Verdade, foi um jogo quase sonífero e muuuuuito irregular. Eu realmente só dei um pulo quando vi aquele toco magnífico - para mim, o ponto alto da partida.

E parabéns pelo blog Rodrigo - está muito bom, com postagens bem diretas. Parabéns mesmo. Pena que não participei da Promoção do Logo... 1 abraço!

IgorVudu disse...

Sem querer criar polemica mas ja criando, em uma das materia abaixo eu vi nos comentarios uma discussao sobre a qualidade de Ray Allen aonde alguem(nao lembro o nome mesmo, nada pessoal) exaltava a qualidade desse jogador, ai eu pergunto: O QUE TANTO RAY ALLEN FEZ NA NBA??? Tipo: Ah mas ele carregou o sonics e o bucks...2 TIMES MEDIOCRES QUE SE MATARAM PRA CLASSIFICAR AOS PLAYOFFS, mas eu pergunto e ai oq Ray Allen fez de bom pra NBA alem de ser igual a mais uma duzia de jogadores que JOGAM APENAS COM O NOME??? Nem um grande lance marcante ele tem, alias tem sim: http://www.youtube.com/watch?v=vCrvCbh26K8
Esse dai é o lance mais marcante dele na NBA, detalhe q esse jogo foi dias apos o mesmo Allen ter criticado Kobe por ele ter "desfeito" o time do Lakers...SIM EU SOU MUUUUUITO MAIS RIP HAMILTON, grande arremessador, guerreiro, eficiente, joga sem metade do estrelismo do Allen E JA FOI CAMPEAO DA NBA. E ai? e o Allen? oq ele fez???

Detalhe pra encarada q o Kobe da no coitado q ta estirado no chao depois do toco :)

Renato disse...

Essa história de focar nos "superstars" de cada time é muito enganosa, porque *SEMPRE* eles vão precisar de uma *EQUIPE* por trás para renderem alguma coisa.

Já é desde o início da série que o Antonio McDyess está jogando muito. Se vocês procurarem nos meus comentários dos jogos anteriores vão ver que a defesa agressiva que ele está botando no Garnett está aí para todo mundo ver. A questão é que americano só liga pro box score, então ele só vira notícia quando deixa 20 pontos no placar.

O outro que está jogando *MUITA* bola é o Lindsey Hunter. Defendendo muito e expondo a fraqueza na armação do Boston. Todo mundo só fala do Rodney Stuckey pq ele deixa 20 pontos no placar, mas se o Lindsey Hunter estivesse jogando com uma camisa verde a coisa seria outra.

Do lado verde quem tem segurado as pontas são o Kendrick Perkins o James Posey e o PJ Brown.

Kendrick Perkins tem jogado com empenho e coração, conseguindo resultados além das suas habilidades, coisa que eu queria ver era o Kevin Garnett fazer e *NAO* faz. Todo mundo se engana com os Box Scores do Garnett, mas mesmo quando ele deixa 20 pontos no placar, é a custa de ficar passeando no perímetro em vez de ser uma força no garrafão que ajudaria a abrir o jogo para os arremessadores do Boston.

Pra completar o Kevin Garnett, ele está me dando tanto nervoso com a sua tendência a fugir do contato que, apesar de estar torcendo para o Boston, fiquei feliz de ver o toco humilhante que ele levou do Maxiell (que é outro cara limitado mas que joga com muito coração e "vai para o pau").

O James Posey é outro que apesar da limitação atlética, joga uma defesa muito honesta e faz a parte dele direitinho no ataque. Não sei se o técnico do Boston não deveria considerar botar o Ray Allen jogando de Ginobili entre os reservas e botar o James Posey de titular. O problema seria que ele não consegue correr atrás do Hamilton, mas se ele pensar em algum ajuste criativo, tipo mover o Rajon Rondo pro Hamilton, poderia funcionar.

O PJ Brown é outro que faz sua parte, não erra, e "bota na reta", ao contrário do Garnett. Se eu sou o técnico do Boston, na primeira bola em que o Garnett chutar um fadeaway no próximo jogo, em vez de atacar o aro, eu tirava ele e botava o Brown, só pra ver se ele passa vergonha na frente da torcida. Está ridículo.

Rodrigo Alves disse...

Jogo 5, claro, está corrigido. Valeu!

Anônimo disse...

O QUE É ISSO RODRIGO, VIROU FAN DO BASQUETE BRASILEIRO? SAMBA DO CRIOULO DOIDO!
QUEM FAZ MAIS CESTAS GANHA O JOGO? 135 A 134.
QUE SHOW DE DEFESA O DETROIT DEU? o BOSTON NÃO CONSEGUIU UMA CESTA FÁCIL, TODOS ARREMESOS ESPREMIDOS, COM AS MÃOS ENCIMA. NÃO É O QUE QUEREMOS PARA NÓS?
AINDA PREFIRO O JOGO DIFÍCIL. NADA DE TROCAR CESTAS, ALÉM DO MAIS É DECISÃO. NÃO?

Anônimo disse...

O ANONIMO AÍ FUI EU , DAURO

Elemento disse...

O Perkins fez o 4º double double da carreira dele. Já o Garnett tem double double de media... Não dá pra comparar. Embora eu também ache que o Perkins esteja jogando muito bem, com alto aproveitamento nas ultimas partidas.

O ultimo jogo não serve como parâmetro para analises, pois foi uma anormalidade. Não acredito que o Boston possa repetir uma partida tão ruim, e se repetir, aí merece se desclassificar mesmo... O Boston perdeu para si mesmo, apesar do mérito do Detroit, que é um grande time.

Também acho que o Posey está jogando bem e merece mais minutos na rotação. Será bom pra ele e pro Boston. Já o PJ Brown não tem sido isso tudo no ataque. Gosto mais do House, por exemplo. O Cassel rouba o lugar dele só no nome atualmente...

Com relação ao Rondo, embora muitos o questionem, acho que é um grande investimento. Acredito que ele tem muito a crescer ainda.

Elemento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.