quarta-feira, 28 de maio de 2008

O APITO DA VERGONHA


Joe Crawford / Foto: NBA

Os torcedores reclamam de um lado e do outro. É sempre assim. Dizem que o San Antonio é muito favorecido, dizem que craques como Kobe Bryant são aliviados pelos juízes. Não vou entrar nesse mérito, mas tenho certeza de uma coisa: o trio de árbitros no jogo 4 da final do Oeste nos brindou com uma incrível aula de incompetência. A começar pela escalação de Joe Crawford, que tem uma relação abertamente problemática com os Spurs. Ao lado de Mark Wunderlich e Joe Forte, o careca teve uma atuação vergonhosa.

O primeiro tempo foi um show de marcações erradas, a maioria prejudicando os Lakers. Para se ter uma idéia, Kobe não foi à linha de lances livres uma vez sequer durante a partida. Mas o pior veio nos segundos finais, com duas falhas grosseiras.

Derek Fisher / Foto: NBAA 6.9 segundos do fim, Derek Fisher chutou, a bola tocou nitidamente no aro, bateu na perna do Robert Horry e saiu pela linha de fundo. Os árbitros ignoraram o toque no aro e mantiveram o relógio de arremesso com apenas dois segundos. Se a regra tivesse sido cumprida, o San Antonio seria obrigado a fazer uma
falta imediata, e os Lakers provavelmente selariam a vitória com os lances livres. Mas o erro obrigou Bryant a chutar de qualquer jeito, e o time da casa recuperou a posse.

Na bola final, Brent Barry tentou o chute de três, e até bobeou por não ter forçado o contato no início do lance. Mas é inegável: na queda, Fisher fez uma falta clara, ignorada pelos árbitros. Um erro grave pode até anular outro, mas não anula a vergonha.

Brent Barry / Foto: NBADe maneira geral, ainda penso da seguinte forma: arbitrar um evento esportivo, com lances rápidos e difíceis, é uma tarefa que ultrapassa a capacidade humana. E isso vale para basquete, futebol ou qualquer modalidade coletiva de contato físico. Eu, sinceramente, já até desisti, e hoje me contento em torcer para que as lambanças do apito não aconteçam em lances decisivos. Mas elas acontecem, não tem jeito. Nos quatro cantos do planeta.

13 comentários:

Osama Lakers disse...

Rodrigo, é sempre reconfortante ver quando alguém como vc, com grande conhecimento na matéria, concorda com o que pensamos... a arbitragem foi uma VERGONHA no jogo de ontem - como o Kobe não chegou à linha de lances livres? Teve horas em que ele foi literalmente caçado em quadra!!!

A última jogada foi recheada de erros grosseiros da arbitragem, prejudicando a ambas as equipes.

Meu desgosto só não é maior pq ao menos o Lakers saiu vitorioso ontem, apesar da arbitragem "jogar" na maioria do tempo como verdadeiro 6º homem dos SAS. Também não vejo muitas esperanças de melhoria, infelizmente.

1 abraço,

SANDROSAMPA disse...

Rodrigo vc como analista encherga muito bem isso mas se ponha na pele de um tecnico , jogador, torcedor imagine a raiva de ver toda uma temporada indo por agua abaixo
Por isso acho que tem haver sempre cobrança pois tem gente que até perde emprego (tecnico, jogador ) por isso.
Aí ainda temos que ouvir :
Quem ganha se cala
Quem perde chora

Anônimo disse...

vamos usar replay de TV, pronto... igual NCAA, igual NFL... pronto.

Rodolfo disse...

Poxa Rodrigão, hoje terei de discordar de ti... =p
Não endosso completamente tuas palavras qdo. diz que os erros da arbitragem são naturais em casos como o basquete, esporte dinâmico, extremamente rápido e de intenso contato.
Discordo devido ao fato de, no basquete, serem 3 (TRÊS!!!) árbitros e MAIS (PLUS!!!) a possiblidade de revisão qdo. eles bem entenderem!!! É inadmissível errar de forma grotesca num contexto como esse! AH!

No futebol, é bastante compreensível, mas no basquete não!!!

Até mais ver!
Abraço!

Rodrigo Alves disse...

Rodolfo, não há "possibilidade de revisão quando eles bem entenderem". Os árbitros só podem rever os lances nos últimos segundos do jogo, basicamente para decidir questões relativas ao relógio. A presença de três juízes ajuda, mas não impede os erros - tanto que eles acontecem o tempo inteiro, no mundo inteiro, em todos os esportes. Abraço!

MarllonGama disse...

A arbritagem foi muito abaixo do aceitável.... impossível dizer q eh compreensível, pelo menos nesse caso!
No jogo td houve erros grosseiros, e isso pod muito bem afetar no resultado.
No último lance não acho q foi falto no ato do arremesso, e sim falta no chão, Barry sentiu o contato com a bola ainda quicando, depois de pegar a bola q ele veio pro arremesso... de qualqr forma os lakers jah tinha estourado (acho) e são dois lances livres e possivelnent uma prorrogação.
Sobre analisar o replay após a jogada poderia resolver em alguns casos... mas acho difícil q seja posto em prática.
Abs

Anônimo disse...

E a mudança da regra na Fiba que passa a adotar o garrafão retangular, o semi-círculo em baixo do aro e a linha dos três mais longe (da mesma distância da NBA?)? Alguém sabe de alguma coisa? E na olimpíada, vão valer essas novas medidas?

Marexal disse...

E a mudança da regra na Fiba que passa a adotar o garrafão retangular, o semi-círculo em baixo do aro e a linha dos três mais longe (da mesma distância da NBA?)? Alguém sabe de alguma coisa? E na olimpíada, vão valer essas novas medidas?

Rodrigo Alves disse...

Todas essas mudanças foram aprovadas, Marexal, mas só passam a valer em 2009. Portando, nesta Olimpíada, continua tudo igual. Abraços!

leonel disse...

Realmente a arbitragem foi terrível nesse jogo.

O mais engraçado foi o repórter da TNT perguntando para Kobe se foi falta. Bryant só faltou rir da cara do fulano.

Anônimo disse...

voo cancelado, atleta dormindo no onibus, juiz mal intencionado, isso pra mim e culpa do Grego e da CBB.
quando acontece aqui tudo mundo mete o pau na CBB, e agora ?

Anônimo disse...

Depois de roubarem tanto a favor dos spurs no ano passado esse "erro" foi até pouco, que continue assim...

Renato Arêas disse...

Foi muito bem feito q isso tenha acontecido contra os Spurs... Qdo o rei do "flop" Manu Ginobili faz as palhaçadinhas dele em quadra e engana os três árbitros, todo mundo acha engraçadinho, q ele é espertinho, malandrinho e tudo mais... Mas qdo isso acontece contra a equipe deles, se dá uma proporção monstruosa... Não sou conivente com árbitros incompetentes, e nunca fui em minha vida toda de atleta, mesmo pq sinto na pele oq isso trás... Mas oq me irrita é essa reação desmedida, desproporcional... Tive um técnico competentíssimo q disse uma coisa muito importante q me acompanha em meus jogos até hj: q árbitro erra mesmo, ainda mais qdo o jogo aperta. Entaum, q vc faça o seu placar suficientemente tranquilo e competente para naum ter q depender do arbitro. E foi oq aconteceu. Os Lakers foram competentes, e os Spurs naum... Simples assim...