domingo, 25 de maio de 2008

RESPOSTA IMEDIATA


Kevin Garnett / Foto: Reprodução

O Boston precisou de sete jogos para, enfim, vencer na estrada. E o momento não poderia ser melhor. Logo após perder em casa pela primeira vez, o time espantou a ressaca e deu um troco imediato nos Pistons, arrancando a vitória com autoridade em Detroit, por 94-80. O herói da noite? Kevin Garnett, para variar. O sujeito anotou 22 pontos, 13 rebotes
e seis assistências. O resto do trio foi mal: Ray Allen fez 14, mas demorou muito para entrar no jogo, e Paul Pierce terminou com 11. Em contrapartida, a defesa funcionou bem, o ataque ficou equilibrado e, cá entre nós, o Detroit fez uma de suas piores exibições no ano. À exceção dos destaques habituais (Hamiton e Stuckey), deu pena ver Billups (seis pontos, 1-6 nos chutes) e Prince (quatro, 2-11). A série continua aberta, mas os Celtics, que perderam a vantagem psicológica há dois dias, recuperaram num piscar de olhos. E, o mais importante, longe do conforto do lar.

5 comentários:

Elemento disse...

Mais uma vez os coadjuvantes fizeram a diferença e dão a tônica da série. Com Kevin Garnett e Ray Allen fazendo 3 faltas logo de cara e Doc Rivers insistindo na rotação, PJ Brown (21 min.), J Posey (24 min.), Cassel (8min.) e G Davis (6 min.) mostraram serviço. Destaque para Posey com 12 pontos. No time titular, todos pontuaram acima dos dois dígitos.

De fato, Pierce não fez uma exibição de gala como de costume. Mas também não jogou mal: acertou 4-6 (2 pts.) e 2-3 (3 pts.). Já Ray Allen vem subindo de produção, mas falta muito ainda: 5-16 (2 pts.) e 1-6 (3 pts.), bem longe do ideal. Destaque para Perkins que pegou 10 rebotes e marcou 12 pontos, errando apenas 1 arremesso.

Mudando de assunto: ouvi o Galvão falando que o Leandrinho está fora do Pré na corrida hoje. Alguém tem mais notícia?

leonel disse...

Essa história de Leandrinho está cada vez mais forte. Vamos esperar os próximos capítulos.

leonel disse...

O psicológico do ser humano é algo inexplicável.

Será que o Boston melhorou fora de casa porque ficou contra a parede e antes se sentia confiante que venceria em casa?

O Detroit relaxou demais achando que agora que tiraram um jogo em Boston ficaria tudo no controle porque o Boston não vence fora?

Caso as perguntas tenham um sim como resposta, uma nova série começa a partir do jogo 4, pois os dois times terão um desempenho mais normal com tudo indefinido ao extremo.

Bill disse...

Eu vejo o Detroit como um time esquizofrênico no ataque... pode numa noite ter uma atuação imepcável arrebatadora como também pode ser ridiculamente negligente, acho muito esquisito isso... a defesa é sempre boa, mas por exemplo, no jogo 1 em Boston parecia que eles não "tavam nem aí" pro jogo no ataque... um relaxo, bolas chutadas de qualquer jeito, etc... o time do Pistons é execelente, mas não passa a menor segurança... tem potencial para vencer qualquer série por 4 x 0 mas também pode tomar uma varrida... não dá pra confiar no Rasheed Wallace, Billups, Prince... só vejo consistência no Mcdyess e no Rip Hamilton.

RafaLakers disse...

Como eu amo os playoffs, eu já tava achando que ia dar 4X1 Pistons e o Boston vence fora! Detroit deu um apagão geral, Hamilton amassando o aro, Billups sem noção, até o Prince que sempre vinha consistente jogo mal. Agora o Boston tá mais vivo do que nunca, é só conta com mais um apagão do Detroit e fechar a série.