sexta-feira, 6 de junho de 2008

VITÓRIA DA INSPIRAÇÃO


Paul Pierce / Foto: Reprodução

Trombadas, lesões, lambanças. Classe, defesa de alto nível e até cesta do meio da quadra - que não valeu, diga-se. A tão aguardada final da NBA entre Celtics e Lakers começou com drama na medida certa e uma partida cheia de intensidade do início ao fim, como convém a uma decisão desse calibre. No fim das contas, falou mais alto a inspiração. E o motor dessa inspiração na quinta-feira tem nome e sobrenome: Paul Pierce.

Se o Boston venceu por 98-88 e abriu 1-0 na série, deve boa parte do triunfo a um ala que estava lá no período das vacas magras e sabe valorizar cada minuto desta final. Pierce jogou mal no primeiro tempo e acumulou três faltas. Na volta do vestiário, meteu oito pontos seguidos e deu a partida num terceiro período quase perfeito para o time da casa. Quando chegava ao topo, levou um pisão acidental de Kendrick Perkins e deixou a quadra carregado. Mas voltou, chegou aos 22 pontos e fez um trabalho defensivo exuberante no último quarto. Performance heróica.

Kobe Bryant e Kevin Garnett / Foto: ReproduçãoTamanha inspiração atingiu em cheio Kevin Garnett, que já vinha bem e foi brilhante nos minutos finais, incluindo uma enterrada emblemática com um minuto e meio no relógio. Ainda no Boston, vale destacar Rajon Rondo (15 pontos, 7 passes) e alguns ótimos momentos dos veteranos Cassell e Allen.

Do outro lado, Kobe Bryant só jogou como MVP no terceiro quarto - justamente o melhor dos Celtics - e sofreu muito com a defesa rival (9-26 nos arremessos). Gasol e Fisher foram bem, mas tiveram altos e baixos. A fortíssima defesa verde não deixou ninguém brilhar. Phil Jackson tem um bocado de ajustes a fazer para a segunda partida, no domingo. Mas Doc Rivers também tem. A final está só começando, e valeu a pena esperar 21 anos.



Paul Pierce - 22 pontos, quatro rebotes, 7-10 nos arremessos
Após um primeiro tempo ruim, tornou-se o personagem do jogo. No terceiro quarto, fez oito pontos seguidos, saiu machucado, voltou à quadra, meteu bolas de três e deu um show na defesa.



Lamar Odom - 14 pontos, seis rebotes, uma assistência
Os números não chegam a ser péssimos, mas a atuação foi burocrática e sem energia. Pelo porte físico, Odom pode ser um fator de desequilíbrio na série. Mas precisa mostrar vontade.

14 comentários:

Artur disse...

Otimo inicio de final para o Boston. O time todo entrou bem e, realmente, Paul Pierce foi o heroi da partida.

Destaque para a defesa impenetravel do Celtics.

So discordo do vilao: pra mim, Gasol nao jogou nada. Lento, morrendo de medo do KG e fraco nos dois lados da quadra. O Lakers precisa de muito mais do seu segundo melhor jogador!

Abracos!

Ricardo "Tio Zeca" Stabolito Jr. disse...

Excelente partida, principalmente do Celtics.

Interessante: em todos os momentos da partida, algum jogador do trio de Boston estava mto bem. No primeiro tempo, Garnett foi ótimo. No segundo, Pierce. Durante a contusão de Pierce, apareceu Allen com intensidade. Os três tiveram excelente participação, fizeram o q tinham de fazer.

Irônico: Kobe arremessou 26 bolas, mas foi claro q os melhores momentos do Lakers foram qdo ele utilizou sua qualidade para assistenciar, especialmente Gasol. Nestes momentos, a defesa do Celtics ñ conseguiu segurar a ofensiva angelina.

O herói: Paul Pierce - excelente segundo tempo, trouxe o Celtics de volta.

Os vilões: Pau Gasol - raríssimas vezes foi bem sucedido no ataque, acabou refém de Garnett na defesa. Só conseguiu se impor qdo Kobe o assistenciava.

Jordan Farmar - vilão honorário. Entrou pouco e mto mal. Definitivamente, o Lakers ñ tem reserva para a armação. É Fisher e contar com Kobe armando qdo ele for sair.

Abraços!

Luiz Guilherme disse...

Odeio o Pierce!!! Ele fingiu que se machucou só pra inflar o time!! tenho certeza!! Ele num é argentino não!!?

Renato disse...

Vou confessar que ontem foi a primeira vez que eu vi o Lakers jogar nessa temporada.

Dito isso, acho que o Phil Jackson e a comissão técnica dos Lakers foram absolutamente milagrosos em conseguirem trazer este time pra final.

Vujacic? Radmanovic? Luke Walton? Jordan Farmar? Ronny Turiaf?!?! A lista de coadjuvantes do Lakers estava um pesadelo ontem, que povinho ruim de bola.

Não que os superstars do Lakers tenham jogado bem.

Kobe Bryant deixou a desejar. Quando o Paul Pierce saiu machucado, ele decidiu pôr a bola debaixo do braço e resolver o jogo. Fez jogada individual e arremessou sozinho nos 4 (*quatro*) ataques subsequentes. Errou todos (podem rever o tape. foram quatro ataques seguidos). Além disso, quando o Paul Pierce voltou, foram erros de marcação do Bryant que deixaram Pierce livre praquelas duas bolas seguidas de 3 pontos.

Pau Gasol não jogou nada. Nada. Pra mim foi o "vilão" do Lakers. Não foi assertivo, não se impôs. Não defendeu, não protegeu o rebote decentemente, principalmente no último quarto, entregando uma cravada pro Garnett de graça em um rebote ofensivo importante.

O único que eu acho que se salvou no Lakers foi o Derek Fisher.

Do lado do Boston, vemos que o cara ali é mesmo o Paul Pierce. É como eu sempre digo, o Garnett enche a página de estatísticas bonitas, mas quem joga ali mesmo é o Pierce. Isto quando ele esquece o cai-cai. Ontem ele teve seus momentos-Valdívia, mas na maior parte do tempo estava preocupado em jogar e, no fim, pôs o Bryant no bolso.

Outro cara que jogou um partidaço foi o PJ Brown. Estou dizendo que o cara é sólido como uma rocha, não faz besteira, não perde a calma, joga no feijão-com-arroz competente, e ontem vcs viram que ele foi até melhor que o Perkins (que se esforçou mas estava meio perdido).

Mesma coisa pro James Posey. Não fez muito no ataque, mas jogou defesa brilhante em cima do Bryant.

Ontem até o Sam Cassell apareceu bem, pelo menos enquanto tinha pernas pra jogar. Na hora em que cansou, sumiu. Também, teve várias posses de bola em que ele teve que marcar o Kobe Bryant! Que tem o Doc Rivers na cabeça, é doido?

Achei o jogo de ontem um jogão. Só acho uma coisa preocupante para o Boston: mesmo jogando bem mal e fora de casa, o Lakers manteve o jogo apertado o tempo todo.

Na hora em que o Lakers acertar as engrenagens, que vão fazer os verdes?

Artur disse...

Otima observacao, Renato. Realmente, por mais que o Boston tivesse uma boa sequencia na partida, o Lakers estava sempre no encauço.

Vamos ver como o Phil Jackson vai ajustar o time para o jogo 2. Esse jogo eh decisivo para o Lakers, caso queiram ser campeoes, uma vez que os tres jogos seguintes serao em LA e uma vitoria no jogo 2 colocaria uma pressao enorme no Boston, que eh um time que nao vem jogando bem fora de casa nos playoffs.

E tbm achei que o Fisher foi muito bem.

Abracos!

IgorVudu disse...

:X

[]´s

Guilherme disse...

quero ver o q kobe ira fazer,saindo atras na serie.eu acho q se o boston fizer 2-0 e pelo mnos complicar um dos jogos em la, kob vai tentar resolver sozinho,e isso nao vai dar certo.

Anônimo disse...

Vi o jogo todo, o que masi me chamou atenção foi o seguinte:

O Celtics teve mais vontade de ganhar o jogo e mesmo com o Lakers mal quase se complicou.

Sem vontade o LA não ira ser campeão.

Abs

Alexandre Reis

iuri disse...

olha, não vi o jogo até o final e algumas partes do jogo, mas teve um momento que vi o pierce pegalando numa bicleta ergométrica no meio da torcida, porque ele fez isso???

Jônathas Waldhelm disse...

Só pra alimentar um pouco a rivalidade, e lembrar que Gasol e Garnett já se estranharam certa vez...
http://www.youtube.com/watch?v=3nHAuZdEH9Q

Rodrigo Alves disse...

Iuri, todos os ginásios da NBA têm uma bicicleta ergométrica ali por perto. No caso do Pierce, ele tinha se machucado e não podia deixar a musculatura esfriar, por isso ficou pedalando quando foi substituído. Abraços!

Osama Lakers disse...

Também acho que o Gasol deixou a desejar - poderia (e deveria) ter sido mais impositivo e ajudado na conduçã do time. E isso não quer dizer que tenha jogado mal - quer dizer que deveria ter jogado melhor. Aliás, vale para o Gasol a mesma observação que o Rodrigo fez a respeito do Lamar. Quem realmente não diz a que veio é o Farmar - que pereba!!! O que me consola é que, mesmo com toda a pressão da torcida, com todos os erros cometidos, com todos os desperdícios de bola e a arbitragem lamentável de sempre, o Lakers conseguiu ficar no jogo até o final - se Phil Jackson acertar a mão para o jogo 2, pode ser que o Celtics fique em sérios apuros... tudo leva a esperar outro graaaaaaaaande jogo!!!!

osama lakers disse...

complementando: pena que a NBA (por razões óbvias) não faz exame anti-dopping... adoraria saber o que injetaram no Pierce para ele correr daquele jeito.

RafaLakers disse...

Grande jogo, Kobe muito bem marcado, o que explica seu baixo aproveitamento. E lembrem que o Lakers dominou o pimeiro tempo, o Boston ganhou foi por causa da reação no terceiro quarto com Pierce (15 pts no eciro quarto pra ele).
Obs.só por curiosidade,quais as "razões óbvias"?