sexta-feira, 20 de junho de 2008

CONVOCADOS - ALEX


Alex / Foto: CBB

Na noite de quinta-feira, logo depois de Moncho Monsalve recuar no caso Leandrinho, bati um papo com Alex, capitão da equipe ao lado de Marcelinho Machado. O ala do Maccabi apóia a decisão do técnico de fechar o grupo caso conquiste
a vaga nos Jogos de Pequim:
"Se ele trocasse alguém para a Olimpíada, eu seria o primeiro
a pedir dispensa". A conversa nos ajuda a entender um pouco melhor, na prática, o que muda na rotina de treinamentos com a chegada do espanhol.

- REBOTE - Na quinta-feira, o Moncho reabriu as portas para
o Leandrinho na seleção, mas reafirmou a decisão de manter este grupo em Pequim caso consiga a vaga. O que achou?

- ALEX GARCIA - Foi importante. Os que estão fora são todos meus amigos, mas, se ele trocasse algum jogador para a Olimpíada, eu seria o primeiro a pedir dispensa. Agora, todo mundo está na pressão. Se classificar, tem que ser este time mesmo. Mas se o Moncho continuar como técnico no futuro,
não tem problema nenhum o pessoal voltar a ser convocado.

Alex / Foto: CBB- Os treinos do Moncho são muito diferentes do que acontecia antes na seleção?
- É diferente. Se eu falar que não é, estarei mentindo. Alguns exercícios são bem diferentes do que a gente conhece no Brasil, são interessantes. É uma coisa nova para a gente. Até o início do Pré, estaremos adaptados ao estilo dele.

- O que é esse estilo? O que ele cobra mais?
- Ele cobra muito posicionamento e os espaços entre um jogador e outro. Está certo. Se você souber dividir os espaços na quadra, fica mais difícil para a defesa rival. Também cobra a execução dos bloqueios e pede que a gente sempre dê aquele passe a mais.

- E fora da quadra, como é o Moncho?
- É liberal, dá liberdade para a gente fazer o que quiser. Não tem criança aqui, todo mundo sabe da importância da seleção. Ele dá responsabilidade e liberdade. A maioria dos jogadores está com a família aqui no Rio, e isso foi ele que liberou. Minha esposa e minha filha estão aqui. Dá um conforto maior para o jogador.

10 comentários:

Clóvis Rafael disse...

Por essas entrevistas, vemos como MONCHO é muito superior nos treinos aos nossos limitados e soberbos treinadores!!!!

Acho não, tenho certeza que iremos fazer bonito nesse Pré-Olímpico, mesmo com uma equipe limitada tecnicamente!!!!

Fábio_Fortal disse...

Apesar de achar que o Moncho tenha exagerado em algumas declarações, acho que ninguém pode questionar é a sua coerência. Ele tá dando a cara a tapa e não passa a mão na cabeça de nenhum jogador. Já era hora...
Além do mais, estou curioso pra saber até onde essa seleção pode chegar.

Marexal disse...

O Alex sim, taí um cara que não se pode falar nada, um baita jogador. A gente sabe que todos que tão lá são esforçados, têm garra e etc... Mas o alex, é visível isso nele. É um cara que vai com tudo pra jogada sempre. Se tiver que se jogar de cabeça ele se joga, por isso que se lesiona tanto eu acho. Com o Lula ficava pouco em quadra, o cara só botava ele quando a coisa tava bem complicada, vamos ver se agora que não se discute muito quais serão os titulares, e ele é um certo, o jogo dele não cresce ainda mais...

Elder Franca disse...

É... acho que o Moncho foi bem coerente. Sinceramente acho muito difícil o Brasil conseguir a vaga pra Pequim, mais pelas outras seleções do que por qualquer outra coisa. a Alemanha já está treinando há muito tempo, e as outras equipes não têm a metade de problemas que a nossa seleção teve nesses últimos dias; com jogadores pirraçando e criando situações que tumultuaram o ambiente. Tem que ser assim mesmo, o próprio Alex falou; Caso, o Brasil se classifique, prefiro que ele fique em último nas Olimpíadas, mas com os jogadores que se dispuseram a jogar no pré-Olímpico do que outros jogadores entrem "de paraquedas" nas Olímpiadas. Seria falta de respeito e a gente que sempre cobra tanto respeito por parte da CBB, temos que ser coerentes e parabenizar que a comissão técnica tome esse tipo de atitude. Um abraço a todos!

Anônimo disse...

SAN ANTONIO -- Spurs coach Gregg Popovich said Manu Ginobili should "definitely not" play for Argentina in the Olympics if his injured left ankle doesn't improve.

Ginobili hurt his ankle early in the playoffs and a recent MRI revealed that a ligament in his heel is about five times the size of the one in his other heel, Popovich said.

Popovich said Ginobili will have another MRI in three weeks and that "if it hasn't changed at all, I think he should definitely not play in the Olympics."

Argentina won the gold medal at the 2004 Athens Games.

The U.S., which finished third at the 2004 Olympics, will officially announce its Beijing squad Monday.

Elder Franca disse...

Pois é, estranho esses "dois pesos e duas medidas" da NBA. Para uns (os americanos) eles liberam, para outros (os estrangeiros) só se peitarem os respectivos times. Dá pra se ver que a liga não é tão organizada assim (eu sei que é muito organizada!), pois isso de liberação para grandes eventos (olímpiadas e Mundiais) deveria ser uma política da Liga e não de cada time. Fala-se muito de que os times não liberarariam os jogadores por medo de perder seu "investimento"; esquece-se que os maiores "investimentos" são os próprios jogadores americanos (Lebron, Kobe, Chris Paul, entre outros) ou eles são "vacinados contra lesões"?????? Um abraço a todos!

Anônimo disse...

Tudo bem ALEX...vcs vão lá e arrebentam no Pré Olímpico...levam o Brasil a Pequim...supondo que o Moncho convoque vc, mas inclua o Varejão, Nenê e Leandrinho..."Duvido De o Dó" que vc pede dispensa fio...sem hipocrisia vai...mentiroso!

Clóvis Rafael disse...

Élder Franca, eu sei que vai ser difícil para o Brasil também!!! Mas nenhuma seleção está treinando a muito tempo, e a Grécia tem 4 desfalque, sendo 2 titulares... A Alemanha perdeu seu 2º melhor jogador um americano naturalizado alemão, e outras equipes como Eslovênia e Croácia, teve alguns pedidos de dispensa por parte de alguns atletas!!!!

A Alemanha foi a que começou uma semana antes os treinos, mas as outras começaram junto ou depois da seleção brasileira!!!

Vamos com calma, achando que lá está tudo uma maravilha!!! E a Alemanha convenhamos, não tem nada de especial, se diminuirmos o ritmo do DIRK, o resto é fraco!!!

Elder Franca disse...

Pois é, Clóvis, até acho que esse pré-Olímpico não vai ter assim graaaaande distanciamento técnico entre as equipes. Não me entenda mal, acho até que o Brasil, como vimos que estão todos "focados", pode conseguir a vaga. A questão não será técnica, eu acho, mas sim de planejamento e organização. Tivemos os últimos 20 dias bem tumultuados; mas, se os jogadores levarem essa "tumultuação" para o outro lado e "fecharem o grupo", acho que consigam sim. Melhor um grupo um pouco menos técnico e "fechado" do que um grupo "um pouquinho mais técnico" e mascarado, sem foco, com objetivos pessoais. Vamos ver. Eu acredito e torcerei. Um abraço a todos!

Anônimo disse...

eh isso ai Alex, "Se ele trocasse alguém para a Olimpíada, eu seria o primeiro a pedir dispensa". e se ele trocar alguem eu sou o primeiro a nao assistir a selacao nas Olimpiadas...rsr