quarta-feira, 4 de junho de 2008

VAREJÃO FORA DO PRÉ-OLÍMPICO


Anderson Varejão / Foto: NBA

Depois de Leandrinho, que praticamente descartou sua participação no Pré-Olímpico de Atenas, Anderson Varejão confirmou que não vai defender o Brasil na luta pela vaga em Pequim. Segundo informações do jornal O Globo, um relatório médico feito pelo Cleveland mostra que o brasileiro ainda não se recuperou de uma torção no tornozelo esquerdo e uma lesão na perna direita. O doutor Richard Parker afirma que Anderson, agora, vai dar prioridade ao tratamento. Vale lembrar que o ala-pivô não veste a camisa amarela há quase dois anos, desde o Mundial de 2006.

Volto a dizer que é difícil julgar essas decisões. Diante de um relatório médico do time, não há muito o que fazer. Mas uma coisa é certa: para os brasileiros que jogam na NBA, a seleção está em segundo plano faz tempo. Nos playoffs, os caras jogam até de muletas. E, nas férias, tratam de se recuperar para a temporada seguinte. É assim que funciona. Com os salários milionários envolvidos, não deve ser fácil driblar a pressão dos times. Portanto, isso não é uma crítica aos jogadores, e sim uma constatação. Uma triste constatação para a seleção brasileira.

45 comentários:

lisangelo disse...

Isso tambem esta acontecendo no futebol, os atletas que se destacam vao pro exterior e depois complica pra liberar.
E olha que selecao de futebol eh vitrine.
Temos que achar solucao pra isso tambem, alias solucao existe, eh trabalho serio.

Renato disse...

Tem uma diferença entre a posição do Varejão e a do Leandro Barbosa: o Varejão não ficou na indecisão e simplesmente confirmou que não está disponível. Isto é diferente do Leandrinho, que ficou em uma posição de indecisão.

Acho muito mais digna e honesta a posição do Varejão. Isto porque a indecisão do Leandrinho abre espaço para especulação do que mais poderia ser feito para conseguir a sua participação no time. Isto é algo que diminui a Seleção Brasileira, que está em uma posição de fraqueza pelos maus resultados dos últimos anos, e cujos representantes não deveriam precisar suplicar para obter a colaboração de jogadores que eventualmente possam se interessar em jogar, dependendo das condições.

Ainda que a decisão do Varejão seja questionável, acho que pelo menos ela é honesta, não inferioriza a seleção, e permite ao técnico se concentrar nos jogadores com quem ele pode contar, e não gastar esforço com os que não estão com ele.

Artur disse...

Esse eh um problema inerente a permissao de profissionais jogarem nas Olimpiadas.

Quem paga o salario tem que ter a preferencia, eh totalmente compreensivel.

Agora a pergunta eh: se, por um milagre, o Brasil consegue a vaga pra Pequim, sera que a turma da NBA vai continuar machucada?

Abracos!

Artur - artur@disqueteira.com.br

igorpuga disse...

Vocês são muito ingênuos. Basta ter voz ativa para jogar, como frisou o Rodrigo. É óbvio que só está sendo assim porque há cumplicidade por parte dos atletas.
Basta ver o Dalembert todo detonado treinando com o Canadá, o Dirk que ganha 10 vezes mais que nossos caras treinando também pela Alemanha...e ele teve várias contusões.
Aliás, a coisa mais fácil do mundo é diagnosticar problema físico em atleta, entendo que as pessoas aqui sejam admiradoras de basquete, mas como fisioterapeuta te digo: atleta profissional nunca joga 100%, sempre há algum problema de ligamento, o esforço e a demanda é tão agressiva que o atleta profissional em qualquer modalidade joga no limite da dor para conseguir atuar em alto nível. Não é mentira o que ele tem, claro que não, mas não impossibilita em nada participar do pré!!! NADA. Gente com fissuras mais graves continua jogando normalmente....
A verdade é que os caras não querem defender a seleção - segundo plano é tucanês para concluir que nenhum deles crê na classificação e não concordam com a postura da CBB perante treinamentos, política de escolha dos treinadores e outros buracos que nem vale a pena citar.

Marcelo disse...

O que eu acho engraçado é que sempre os brasileiros têm problemas, os brasileiros têm dificuldades de liberação, enfim, tudo acontece conosco.
A gente não vê nem Kobe, nem LeBron, nem Howard com problemas de liberação de seus times. Quanto aos problemas físicos, as declarações de jogadores de outros países, como Manu por exemplo, dizendo que jogarão em Pequim de qualquer jeito, demonstra o comprometimento com o país que representam. Mas como o San Antonio não proíbe o argentino?
Assim, infelizmente, a única constatação que pode ser feita é que, deixados de lado os problemas de ordem física, falta muita vontade pra jogar pelo Brasil. Só isso. Coitado do Splitter numa hora dessas, vai ter que carregar o bonde sozinho.
Pra finalizar, a pergunta feita pelo Artur (acima) é das mais pertinentes: e se por uma aberração da natureza acontecer a classificação, como ficarão os machucados? A resposta me parece óbvia.

Rodrigo Alves disse...

Marcelo, só uma ressalva: o Ginóbili não jogou o Pré-Olímpico de Las Vegas porque o San Antonio não deixou. Na verdade, foi uma proibição velada. Popovich chamou o jogador e disse que não gostaria de vê-lo defendendo a Argentina nas férias. E ele acatou. Abraços.

rao disse...

dessa eu naum sabia, achei estranho vc Rodrigo não ter falado nada sobre a ausencia do Leandrinho....

quanto a Argentina, a seleção teria outra oportunidade agora de classificar-se e aposto que se não estivesse classificada, o Gino jogava esse pré mundial pra tenta a vaga...


uma pena, se o Nene tb não jogar, o garrafão vai contar com Splitter e mais um pivo de nivel maisoumenos, se pelo menos o Nene for os demais jogadores entram uns 10 min pra da um descanso a eles Baby, JP, Murilo, Paulão quem quer q seja ...se o vareja se machucar pela seleção(o q já aconteceu) Cavs perde a moeda de troca...

rao disse...

ah, falando de lesão, Shaun Livingston deve voltar a jogar vcs viram? lesão muito feia q ele teve, que bom que ele poderá voltar a jogar, coisa que eu não sei se aconteceu ao Darius Miles, alguém sabe se ele foi afastado do basquete definitivamente?

Elder Franca disse...

Pois é, é aí que temos que dar muito, mas muito mesmo, valor ao Splitter!!!! Nem mal terminou o campenonato espanhou e ele já disse que seria uma "honra" servir à seleção brasileira. Aliás,essa palavra (honra) está em falta no vocabulário de nossos jogadores. Tenho que ver como conseguir uma camisa do Splitter, lá do TAU; apesar de eu sempre ter jogado de armador, a gente tem que ter orgulho de comprar e vestir uma camisa dessa. Dependendo do treinador, ele usa essa debandada das "estrelas" da NBA como incentivo aos jogadores que estão aí segurando o rojão. Vamos ver... Um abraço a todos!

jdinis disse...

Acho completamente diferente a situação do Varejão (que comprovadamente possui uma lesão e está se tratando a bastante tempo no Estados Unidos) em relação a do Leandrinho (que somente dia 12 será examinado para ver se realmente tem algum problema???).

O Anderson todos viram que se machucou em quadra e ficou se tratando, não se trata de desculpa como a o Barbosa (alguém consegue acreditar que os médicos do Phoenix estão de férias quando um jogador importante o elenco corre o risco de ser operado?)

Como não acho que o atleta deve colocar em risco sua situação física e carreira por conta da seleção, nesse caso estou com o Anderson, se não dá... não dá. Vamos com o que temos.

Aliás, o Paulão também saiu machucado do último jogo de seu time (Clinicas Rincon Axarquia) no campeonato espanhol e temo que tenhamos mais um desfalque no nosso garrafão. E ele vinha jogando muito bem.

Vai ser dose depender do Murilo e do J.P., pois, para mim, pivô que faz "bandejinha" quando está livre embaixo da cesta não vai longe (ou não tem impulsão ou não tem raça).

Abços.

Rodrigo Alves disse...

Salve, Rao. Falei sim sobre a ausência do Leandrinho, são dois posts recentes sobre este assunto:

"Pronto, começou o drama"
http://rebote.blogspot.com/2008/05/pronto-comeou-o-drama.html

"A cabeça de Leandrinho"
http://rebote.blogspot.com/2008/06/cabea-de-leandrinho.html

Abraços!

Elder Franca disse...

Pois é, em relação ao comentário sobre se o Varejão se machucar, o CAVS perde moeda de troca. Então, se for assim, nem ferrando o KOBE, CRIS PAUL, LEBRON, HOWARD e outros muito, mas muito mais caro e valiosos para os seus times seriam liberados para jogar; o pior de tudo é que LEANDRINHO, NENÉ e VAREJÃO não estão nem aos pés desses que falei. É questão de querer jogar. Se eles não querem, paciência a vida continua. abraço a todos!

Anônimo disse...

O Nenê também não vai!!! Da ausencia dos atletas da NBA eu já sabia!!! Mas não culpo eles... Todos sabem da desorganização e da máfia da CBB. Só não acho que não devemos ficar a favor da CBB e colocar a culpa neles...

Ah, Será que vai ter espaço para o Tavernari?

Elder Franca disse...

Não é questão de ficar a favor ou contra a CBB (SOU TOTALMENTE CONTRA A CBB), mas se for isso, venham a público e expliquem que estão boicotando por esse motivo, que é injusto, que a CBB é desorganizada e tal. Sabemos que nossos jogadores não tem, infelizmente, (como de resto grande parte de nossa população) esse empenho "político", por assim dizer. A razão é outra: falta vontade! Abraço a todos!

SANDROSAMPA disse...

Sem querer fustigar mas já fustigando ,
saio do meu periodo de reclusão para lembrar nessas HORAS as atitudes do tão as vezes questionado OScar
que até contrato na NBA recusou pela seleção

Agora também não vou julgar o Varejão como Rodrigo mesmo disse há atestado médicos;

Mas convém ressaltar o valor das atitudes dos nossos ídolos anteriores
Coisas que nem sempre são lembradas

Anônimo disse...

ATESTADO MÉDICO É O CARALHO.. parem de acreditar no conto do vigário

edubar1976@hotmail.com disse...

Pessoal, eu sou novo nesta história de adorar basquete, e por isso queria a ajuda de vocês: - Esse grego é um amante do volei infiltrado? - Como o grego caiu nessa de dirigente? - O basquete no Brasil morreu mesmo? - Quem gosta de basquete brasileiro tem que ficar vendo video de 87? - O Grego acredita ser um bom dirigente? - O mandanto dele e vitalicio? - Não existe maneira de mudar nada? - Não sei se é bom ou ruim para o basquete nacional se classificar para a olimpiada, assim o Grego vai ficar mais uns anos, vamos ter que torcer contra? Eu já estou e desanimando de gostar de basquete.....

edubar1976@hotmail.com disse...

Pessoal, eu sou novo nesta história de adorar basquete, e por isso queria a ajuda de vocês: - Esse grego é um amante do volei infiltrado? - Como o grego caiu nessa de dirigente? - O basquete no Brasil morreu mesmo? - Quem gosta de basquete brasileiro tem que ficar vendo video de 87? - O Grego acredita ser um bom dirigente? - O mandanto dele e vitalicio? - Não existe maneira de mudar nada? - Não sei se é bom ou ruim para o basquete nacional se classificar para a olimpiada, assim o Grego vai ficar mais uns anos, vamos ter que torcer contra? Eu já estou e desanimando de gostar de basquete.....

Giuliano disse...

Concordo com o Elder.
Transparência é condição básica para qualquer protesto. Em um posto anterior, alguém levantou a atitude do Guga contra a CBT em 2004. A diferença é que lá ficou claro, eles não jogavam porque não concordavam com a admnistração.
O que tá rolando agora é diferente. Estamos vendo desculpinhas sugirem para não irem à Grécia.
Pode-se questionar se boicotar a Seleção é correto ou não. Mas para que a dicussão seja possível, os motivos do boicote têm de estar claros, e há que haver desde logo a apresentação de alternativas. Senão, meus caros, não há justificativa.
Com ídolos assim, estamos muito bem arranjados.

Marcelo disse...

Rodrigo, quanto ao Ginóbili não ter jogado em Las Vegas, tenho na minha cabeça que deve ter ocorrido uma conversa entre o argentino e a equipe no sentido de que seria facilitada a liberação para o pré mundial e depois Olimpíadas, em caso de não classificação naquele torneio. Porque pra Argentina o pré de Las Vegas não era tão necessário, já que eles teriam bala na agulha pra se classificarem na Grécia, ao contrário do Brasil. Garanto que agora, Argentina classificada, não há Popovich que impeça o Manu de estar em Pequim.
Isso que me deixa irritado com os nossos brasileiros da NBA. Jogadores muito mais importantes que eles fazem esforços sem tamanho para defender as seleções de seus países. Por aqui, como já foi frisado pela maioria, não se nota tal comportamento. Grande abraço.

Anônimo disse...

Todos criticam, mas fica a pergunta:

QUEM DE NÓS SE COLOCARIA EM RISCO POR CONTA DA CBB ?

Fica dificil um cara fazer um esforço, jogar machucado quando a nunca teve nenhum apoio em seu pais. Pois todos os jogadores brasileiros que fazem sucesso, o fazem por esforço proprio, ninguem nunca teve apoio da CBB.
Bem diferente da Argentina, aonde a feederação trata os garotos como filhos.

Abs

Alexandre Reis

lisangelo disse...

Respondendo ao edubar...
Parece que teremos eleicao na CBB esse ano mesmo. So espero que a data da eleicao seja apos o novo fiasco pre-olimpico.
Quem ira assumir o posto eh uma incognita que eu, mero torcedor do melhor esporte ja criado, nao tenho condicoes de responder.
E sim, o Grego eh um agente do volei infiltrado. Mas parece que agora eles ficaram com pena e vao mandar o Bernardinho treinar a nossa selecao C, ja que a A quem treina eh o Moncho, e a B pertence ao Chupeta, mas tem lugar pra todo mundo nesse barco.

Bruno disse...

É lógico que o Varejão foi proibido pelo time de jogar e resolveu aceitar quieto, como outros no passado.
Acho que o Brasil dificilmente iria à Olimpiada completo, todo desfalcado então...
Porém, se conseguir o milagre de ir, não quero ver ninguém se recuperando milagrosamente não!Vai quem jogar.
O problema é que do jeito que tá o Moncho vai fazer uma má campanha e, assim, dar razão ao Grego em manter treinadores brasileiros de segunda,e tudo vai continuar na mesma

Marexal disse...

Pois é, acredito mesmo que os caras não querem vir jogar pela seleção, nem criar polêmicas. Eles querem continuar como coadjuvantes que são lá na terra do tio sam, ganhando em dólares. Tem também a fissura do grupo, não lembram da briga do Nenê com o marcelinho? Deve ser foda tu estar em ótima fase no melhor basquete do mundo e vir pra jogar num time onde metade das jogadas são desenhadas pro loser do marcelinho, um cara que só é titular e destaque aqui no Brasil, não tem nenhum feito importante lá fora, nenhum, portanto jogador de nível B. Daí os caras vão embora mesmo. A convocação do Moncho é a mesma do Lula, não mudou nada, ou seja é o mesmo grupo em que todo mundo brigou com todo mundo não faz um ano. Cadê a mudança? Eu até entendo os caras, eu não ia querer jogar no time do Marcelinho, pois até quando ele vai bem é ruim, pois não passa a bola pra ninguém, só fica chutando de fora, se o Monhcho me convocar eu não vou, hehehehe! Ah e tem também os pivôs da bandejinha, ridículo, ficaremos em 7º nesse pré.

Marexal disse...

Mas claro, quando a bola laranja subir nóis é Brasil... me lembro dum final four em Rosário, um Brasil e Argentina na despedida do time deles antes de serem campeões olímpicos. Bom, o Brasil não tinha nenhuma estrela, nem nenê nem leandrinho, nem varejão. Pois bem, contra os hermanos completos, fizemos o crime na casa deles, com o Ginóbili terminando o jogo visivelmente injuriado. Nossos destaques foram Huertas e André Bambu. Então quem tiver no grupo que dê um jeito de se concentrar e ir lá jogar basquete. Pois como diria Juarez Soares o lambari é pescado e o basquete é jogado, então tudo pode. Até o marcelinho jogar bem, eu critico mas na hora que começa o jogo quero que tudo dê certo, não importa os jogadores que estão lá. E na boa: Nenê, Vareja e Barbosa estão muito longe de serem insubstiyuíveis.

Anônimo disse...

Engraçado, a Argentina também tem muitos jogadores na Nba e eles não abrem mão de defenderem seus países. Vamos ser realistas, falta vontade !!

Anônimo disse...

tenho dó da gente.
vamos só passar raiva mês que vêm

Artur disse...

Respondendo ao rao sobre o Darius Miles:

Ele teve um problema serio no joelho - a famigerada microfratura - e, nesse ano, o Blazers conseguiu um laudo medico provando que a contusao o deixa impossibilitado de jogar basquete pro resto da vida.

Sendo assim, o time conseguiu romper o contrato com o atleta (claro que ai entrou o seguro dele, etc) e agora ele eh um free agent.

Claro que com a carreira e a contusao que ele teve, eh seguro dizer que nao voltara a jogar na NBA.

Abracos!

Artur - artur@disqueteira.com.br

cibele disse...

Não sei vocês, mas eu já estou de saco cheio de ficar falando desses caras, de ficar especulando o que houve e tudo isso. Que se danem lá pro lado deles...

Seja o que deus quiser nesse pré-olimpico. E nesse momento estou encarando esse torneio mais como um fim, uma possibilidade de ver um torneio legal de basquete, do que propriamente um meio pras Olimpiadas.

eZ disse...

Quantos jogos o Varejão perdeu na temporada qdo ele machucou o ombro jogando pelo Lula Molusco ?

O Cavs foi ressarcido ?

E o seguro da Alessandra, pagaram ???


Se a confederação passasse alguma segurança, acho q os jogadores se apresentariam tranquilamente.

FORA GREGO!
FORA CBB!!

eZ disse...

Quem falou dos Argentinos, tenham em mente q eles estão descanansado pq a ARGENTINA CONSEGUIU A VAGA COM O TIME RESERVA!!!!!!!!!!!!!!!


PELAMORDEDEUS PAREM DO COMPARAR O BRASIL COM A ARGENTINA!!!

O basquete no brasil é amador, basquete brasileiro é um LIXO! MERECE SIM ficar fora da olimpíada! temos treinadores de time mirim de escola, campeonatos ridículos, ligas amadoras e mal temos times q conseguem jogar 3 ANOS SEGUIDOS!!

O jogadores q estão fora estão por seus próprimos méritos. São todos, na maioria q meteram as caras largaram tudo e foram p fora. Parem de se iludir com essa de basquete brasileiro, time do país!


vcs viram o pré-olímpico mesmo ?

a bizarice q foi ?
Aquele bando correndo cada um para o lado ????

O BASQUETE BRASILEIRO É RIDÍCULO!!!!!

E não me venham partir p o pessoal e dizer q sou paga pau de americano e coisa assim. É a mais pura realidade. Ver jogo aqui no Brasil é de dar dó! Ver a seleção no pré foi digna de dó!
Ver as meninas jogando p o Barbosa foi digno de dó!

Luiz disse...

Lí todas as opiniões e faço avaliaõesa. 1-O basquete brasileiro existe, sim. E não por causa do Grego mas, apesar dele. São Paulo está passando isso na cara do País. 2-Está formada uma " elite" apátrida ou de nacionalidade NBA. 3-Fica uma amarga lição a qual tenho repetido muito antes disso tudo.Temos que ter nossa alternativa doméstica ,ou mesmo , eurodoméstica para que não venhamos a sentir nenhuma falta dessas pessoas. 4-Volto a dizer. Vlamir não foi NBA. Oscar não foi NBA, nem Rosa Branca nem tantos outros jogadores de personalidade "não' equivocada.Mas nada, nada mesmo tirará os nomes deles da nossa história no esporte. Quem sabe não virão o Marcus Vinicius, o Tavernari, o Paulão e outros. São sangue novo e com muita raça. Da última vez falei 'BASTA' . Vamos cuidar da nossa panela que o fôgo está alto. Essas pessoas ja passaram. Sinto, profundamente, ter que dizer a mim mesmo mas, " Ja são passado". Força!!!!!O Brasil tem muita.
Luiz

Elder Franca disse...

Pois é, isso que o Luiz falou é uma verdade cristalina: Isso de uma elite apátrida ou "NBA"... estamos vendo isso aí. Muito foi falado em tópicos anteriores que não devemos olhar pelo lado Patriótico da coisa, afinal, eles têm seus grandes contratos, carreira a zelar e tudo o mais. Agora, quando vc vê um jogador brasileiro se destacando e sente orgulho disso; isso é patriotismo; e não há nada de errado nisso. o Fato de muitos aqui torcerem para que o Leandrinho, Varejão e Nené joguem bem e se destaquem lá fora é pura e exclusivamente por conta disso, do patriotismo. Ora, se não fosse por isso, torceríamos para o GASOL, GINOBILI, PAPALOUKAS, LEBRON, KOBE; jogadores muito melhores, mais carismáticos, etc. Então, não nos enganemos em maior ou menor grau todos que comentam aqui tem um pouco de sentimento patriótico. Bem, falado isso, que orgulho me daria (e acho que a todos que comentam aqui) de ver o Nené, o Leandrinho e o Varejão, depois de se desincompatibilizarem de seus afazeres profissionais nos Estados Unidos, chegassem juntos, marcassem uma coletiva de imprensa para falarem que não iriam ao torneio pré-olímpico por conta dos desmandos da CBB, falassem tudo o que tinha de ser dito. Isso, sim, seria uma atitude digna, todos concordaríamos, teria uma visibilidade, às vezes, até internacional e, mais, quem sabe, não desencadearia um processo de investigação na CBB, assim como foi feito anteriormente na Confederação Brasileira de Tênis. Matariam duas cobras com uma só cajadada e todos ficaríamos do lado deles. Poderiam, além de ganharem dinheiro, fazerem carreira na NBA, voltarem um dia com a cabeça erguida aqui para o Brasil, seria legal ver isso. Agora, tudo iso, é claro, fica no plano da minha imaginação, pois esses jogadores que eu falei anteriormente, não tem a capacidade de fazer algo de realmente importante para o basquete brasileiro; infelizmente, não conseguem ver além de seus umbigos. Um abraço a todos!

Marcelo Marques disse...

a realidade é o seguinte

1-Marcelo Huertas
2-Alex
3-Jonathan Tavernari
4-Murilo
5-Tiago Spliter
e as trocas seriam marcelinho machado pelo jonathan
jp batista pelo tiago
e o guilherme pelo murilo

jogando com vontade e garra honrando o brasil

eu acho q pelo menos da alemanha da pra ganhar com muita sorte ai depois só rezando muito e com um milagre

eZ disse...

Para a próxima, com um treinador decente e com essa corja fora do comando

1. Huertas
2. LB
3. Varejão
4. Nenê
5. Splitter

Gosto mto da formação com 3 pivôs. Todos esses caras são novos e dá p fazer um belo time, mais os universitários e alguns europeus. Dá p tirar bom proveito e tentar recomeçar o basquete por aqui, para tlvz daqui há 10 anos o basquete começar a revelar jogadores e dar bons frutos, com bons campeonatos.


Qto a crucificar os jogadores da NBA, só acho o seguinte. Não acho q os caras estão sendo egoístas e talz, mas acho q realmente são covardes em não falar o q está acontecendo. Com essa do Varejão, creio realmente q os times da NBA não estão nem um pouco interessados em ver seus jogadores jogando pelo brasil, justamente pela contusão do varejão q o deixou fora de boa parte da temporada e também pela ridícula história da Alessandra, q perdeu seu contrato. No caso dos jogadores da NBA, não acho q seria só uma questão de se doar. Quem garante q o Danny Ferry não tenha chegado no Varejão e dito : VC. q sabe, se quiser ir, vc vai mas se vc se machucar, o tempo q ficar parado vc não recebe salário. Vocês, o q fariam ?

Pedro Trindade disse...

a situação ja era complicada com os caras, sem eles então...
o negócio vai ser um cara totalmente inesperado (tipo baby kkkk- sei la quem sabe um huertas com splitter neh) jogar pra burro e agente se classificar na cagada...

agora, algum amigo ae levantou a hipotese de em um milagre agt se classificar se os kras da NBA nao vao querer voltar, dai vão falar q a lesão do verejão era simples, que o leandrinho se curou com fisioterapia etc etc...

só nao concordo em dizer que a atitude do varejão é honesta e a do leandrinho não é... pra mim é igual, os caras não vão jogar pq querem se indispor com seus times

Pedro Trindade disse...

alias, só uma perguntinha... se por acaso a final de hoje, repito HOJE, fosse Suns X Cavs... alguem aqui acha que leandrinho e varejão estaria "poupado pq eh a carreira que esta em jogo" ??

pois é, mas ainda acho que tudo isso é pq a CBB é ridicula msm, nego nao paga nem seguro de atleta... não nenhuma politica pra ter um bom relacionamento com os atletas... é, quem tem grego como presidente tem mais é que ver a Olimpiada na TV mesmo

Anônimo disse...

Como é que pode uma torçãozinha no pé ou outro problema qualquer o cara está a dois meses sem jogar ou o tratamento dos EUA é uma porcaria ou o elemento não tem a mínima vontade de jogar, a 2ª opção é a mais viável;;; é só o Splitter se salva.

Anônimo disse...

Antes de queimarem os jogadores, façam campanha para tirar Grego do comando da CBB. Será que todo mundo é burro e só ele inteligente, pois não vejo ninguém falando publicamente algo bom sobre ele. Aposto que é ele saindo e TODO mundo fazendo questão de estar na seleção.
De nada vai adiantar ter força máxima na seleção com este presidente, pois se ganhar a vaga, ele vai continuar.

E quanto as contusões de Leandrinho e Varejão, queria ver eles indo pro pré-olímpico e se contundirem como aconteceu com Nenê e todo mundo falar que amarelaram. Essa vaga está perdida desde aquele jogo contra a Argentina. Não boto fé, mas irei torcer, afinal amo basquete e amo o Brasil, mas sou consciente das grandes dificuldades que encontraremos, por isso essa minha posição.

Anônimo disse...

Pedro Henrique

Tenho lido e diáriamente os posts sobre NBAS,que não vão se apresentar. São diversas opiniões,que as respeito,porém algumas sem a mínima razão,e outras totalmente pertinentes.

1)O problema é mais ou menos mundial em relação a atletas não atenderem convocações para seus países,quantos atletas da Iugoslavia já deixaram de se apresentar, da Lituania(Igaulkas,por ex.)Steve Nash,mesmo da Argentina,(Hermam),acho porém que os Argentinos são uma exceção.
Na NBA jogam no limite,pois tem de defender seus dolares(no que estão muito certo)acaba a temporada o cara quer mais um descanso e se refazer pois o objetivo de TODOS,é grana,independencia financeira.

2) A CBB paga o seguro deles sim, senão eles não jogariam,pois o seguro é uma exigencia da equipe da NBA.

3) Que a CBB é de uma incompetencia total isto não se discute, só que não pode se misturar os assuntos.

eZ disse...

Como ficou a questão do Varejão qdo ele se machucou e ficou um tempão fora ???

e a Alessandra, q se ferrou, perdeu contrato e nem tinha seguro ?

O seguro q a CBB paga é 'seletivo' ?

afe

Suzuki disse...

E o Baby vai jogar???
Tá na cara que ninguem da NBA vai querer jogar por boicote a CBB. Mas pq eles não peitam e falam: "ou nós ou o Grego?" Poderiam ser ao menos sinceros... Mas não, preferem inventar contusões aqui e outras desculpas acolá.
Infelizmente sem os 3 da NBA não dá... nem em sonho...

Raul disse...

ez
voce quer mesmo ver o brasil fora das olimpiadas?

Luiz disse...

CHEGA!!!!!!!!
VAMOS FALAR DOS NOVATOS QUE IRÃO COLOCAR A CARA À TAPA. TODA PALAVRA TEM ENERGIA E ELES ESTÃO PRECISANDO MUITO. VCS DA IMPRENSA, BUSQUEM A VALORIZAR ESSES JOVENS. CEDAM MAIS ESPAÇO. ESQUEÇAM O PASSADO.DESCULPEM, MAS NÃO CONSIGO DESCER A RIBANCEIRA COM ESSE TIPO DE KARMA. VAMOS COLOCAR OS NOVATOS EM DESTAQUE. PÔ!!!!!
LUIZ

Anônimo disse...

CHEGA !
Pessoal, desafetos ou não do Grego e da CBB , estamos tratando de defender uma vaga para disputa de JOGOS OLIMPICOS que ocorrem a cada 4 anos.
Chega de tratar desse assunto de forma politica. O BRASIL tem que se apresentar com os seus melhores jogadores, como foi no passado e deve ser sempre. Honrar a camisa do pais que apesar de todos os desmandos e confusões lhes proporcionou chegar aonde estão, seja aqui, na Europa ou até mesmo na NBA.
Falta coragem a alguns desses "estrelinhas" para enfrentar suas equipes e seus atuais dirigentes que os pressionam para não jogarem pela seleção, mas que os obrigam a jogar os playoffs mesmo quando machucados. Falta coragem para correrem alguns riscos (com tiveram que fazer muitas vezes) e servirem ao Brasil no mínimo como reconhecimento e para que possam um dia se orgulharem de terem lutado e suado a camisa verde-amarela. Falta coragem para dizerem as verdades , sem desculpas, sem tirarem a bunda da seringa e ficarem dando uma de bons moços. Faltam-lhes "culhões" (como se falava em quadra no meu tempo), serem mais "HOMENS" e se posicionarem abertamente, e lutarem para obter glorias e titulos pelo Brasil, retribuindo a todos nós torcedores e apaixonados pelo basket brasileiro. Depois que cada um desses "estrelinhas" fizer a sua parte aí então terão o nosso respeito e direto de escalar tecnico e outras coisas do tipo. Aliás, boa parte da culpa da não classificação para a Olimpiada no pré-olimpico do ano passado foi do Srs. Nene, que se apresentou GORDO e fora de forma, e na vespera do embarque para o torneio, e tambem do Sr. Varejão que por estar em negociações contratuais pediu dispensa. Nada os impedia legalmente ou fisicamente de terem se aplicado como os outros jogadores.
CHEGA de baboseiras e de se dar tanta atenção a quem não merece !
Ou se dão ao respeito ou CHEGA DELES !