domingo, 8 de junho de 2008

CONVOCADOS - TEICHMANN


Guilherme Teichmann / Foto: CBB

Com a equipe de Limeira, o ala-pivô Guilherme Teichmann foi à semifinal da Supercopa, torneio que simboliza a cisão entre os clubes paulistas e a CBB. As questões políticas, contudo, não impediram mais uma convocação do jogador de 24 anos, que já tinha disputado o Pan em 2007. No sábado, após mais um treino do grupo que vai ao Sul-Americano, ele bateu um papo com o Rebote. Leia!

REBOTE - Em 1999, você jogou um Sul-Americano cadete no Chile, e perdeu a final para a Argentina. Nove anos depois, está animado para voltar ao Chile com a seleção adulta?
- TEICHMANN - Muito animado. Tenho muita vontade de ir para lá e representar o Brasil da melhor forma e buscar esse título.
O grupo é muito bom, o professor Sampaio vai ter boas opções.
É uma turma que se conhece, tem tudo para dar certo.

Guilherme Teichmann / Foto: CBB- Você estava no grupo do
Pan e depois acabou jogando a Supercopa, um torneio de oposição à CBB. Temeu não voltar mais à seleção por essas questões políticas?

- São problemas que a gente não tem como interferir. Sempre soube que isso não dependeria de mim. Eu não cheguei a ficar preocupado, mas também nunca fiquei seguro. Ainda bem que deu tudo certo, estou aqui de novo.

- O que achou da Supercopa?
- Foi uma experiência muito boa e bem organizada. É uma associação que tem tudo para dar certo. Só espero que cresça
e, com o passar dos anos, outros clubes se envolvam.

3 comentários:

Fábio_Fortal disse...

Supercopa bem organizada?!
Fora isso, engraçado ver um jogador da seleção defender a Supercopa. Sinal de o basquete brasileiro não agrada nem a gregos nem a troianos...

Vinsanity disse...

Realmente foi muito bem organizada sim!!!
Começou na data correta, tiveram todos os seu jogos sem problemas, ainda tiveram uma inovação no Brasil, que achei excelente, o double game.
Os compromissos com patrocinadores foram honrados, além de grande exposição, pois tiveram 2 emissoras transmitindo todo o torneio. Tivemos ao menos entre 3 e 4 jogos transmitidos toda semana.
O campeonato terminou bem, na data certa e com um campeão legítimo.
Não houve disputas jurídicas e tão pouco contestação de seus resultados!!!
O campeonato foi bem disputado e emocionante até a final, e um exemplo de organização!!!

Anônimo disse...

A Supercopa foi bastante superior ao campeonato da CBB em todos os quesitos!!!

Luigi