terça-feira, 24 de junho de 2008

EUA: PRINCE BARRA CHANDLER


Tayshaun Prince / Foto: NBA

No fim das contas, a seleção americana preferiu reforçar a defesa de perímetro em vez de reforçar o garrafão. Tayshaun Prince roubou do pivô Tyson Chandler a 12ª vaga no grupo que os Estados Unidos vão levar a Pequim. A imprensa americana, de cara, discordou. Eu, neste canto, não acho a escolha ruim. Chandler, claro, seria útil para ajudar D-12, Boozer e Bosh. Mas Prince é um defensor versátil e, se estiver inspirado, pode anular armas ofensivas dos adversários. A lista final tem Kobe, LeBron, Carmelo, Wade, Kidd, Howard, Bosh, Boozer, Redd, Paul, Williams e Prince. Sei que os tempos são outros, mas ainda acho que eles serão campeões olímpicos.

11 comentários:

Artur disse...

A bronca eh justamente pelo fato do D-12 ser o unico "big man" da selecao. Tyson Chandler seria o outro.

Acho o Tayshawn Prince otimo jogador e tbm acho que deveria ir. Na minha opiniao, no entanto, nao levaria Boozer ou Wade, pois nao sei como anda a forma fisica dele.

Abracos!

Giuliano disse...

Dois pontos:
1) Concordo com o amigo Artur aí de cima. Tbém deixaria o Wade ou o Boozer em casa. Mas levaria o Amare, e não o Chandler. A menos que eu deixasse os dois, aí sim levaria o Chandler (ainda bem que eu não sou o técnico deles, senão passaria umas belas noites em claro pensando no assunto)... rss
2) Rodrigo, concordo. Para mim, este é o time mais forte dos EUA desde Atlanta. Tá longe de ser o Dream Team (para mim, só o de 92 merece essa alcunha), mas é um time fortíssimo, e eu não vejo ninguém com força suficiente para encará-los.
Não sei se já temos os grupos e cruzamentos, mas fico imaginando uma semi final cruzando EUA, Argentina, Espanha e Lituânia. Show de bola. Pequim promete. Haja pó de guaraná.

Renzo disse...

a) Amare está machucado, por isso não foi chamado. Grande ausência;

b) Realmente, faltou o Chandler. O Tayshaun Prince foi convocado tendo em vista as características dos principais adversários dos EUA na luta pelo ouro. Por outro lado, como todos sabemos, o Bosh não defende nem a mãe... acho que vão forçar o Boozer como reposição do D12; e

c) Muitos pedem Pierce no lugar de Redd. Eu concordo, mas entendo que o armador dos Bucks acabou sendo chamado por ter jogado as últimas competições (enquanto Pierce foi dispensado por contusão), além de ter tido performances excelentes.

Anônimo disse...

o pierce ja fikou boladinhu nu passado por naum tr sido escalado, aih naum eh nem mais cotado pra voltar (igual o bowen)

renato mackenzie disse...

Oi Rodrigo. Bem acredito que o garrafão está forte, e a escolha pelo Prince foi boa. Abraços, até.

Elder Franca disse...

Pois é, os Estados Unidos estão no caminho certo: não estão menosprezando as outras seleções, como até certo ponto da história fizeram. Tava dando uma checada no site da USA BASKETBALL e rememorei o pífio resultado do mundial de 2002; ficou em 6º LUGAR. Sabe, quem era o técnico? Pois é, o Cara que os "nossos americanos" (Leandrinho, Nenê e Varejão) quiseram IMPOR para treinar a seleção: GEORGE KARL. Com ressalvas à qualidade da seleção americana, mas tenho que falar: todos (menos o Nick Collison, da Universidade de Kansas) eram da NBA. Se o cara não conseguiu com um time decente de americanos (titulares dos times da NBA), o que conseguiria com um time com alguns reservas da NBA. Obviamente, esse fato se vem a atestar algo que sempre achei: jogadores da NBA não ganham nada. Bons jogadores, bem treinados e comprometidos, sim, ganham algo. Ou seja, nome ou status, não quer dizer muita coisa não. Bem, é isso! Um abraço a todos!

Anônimo disse...

Bela seleção.
pra mim o quinteto titular tem q ser:
CP3,KB,LB,Boozer e D-12.
naum concordei com a exclusão do Chandler, pois vai fazer muito falta, pois nem Bosh, nem Boozer são pivos.
Esse ano acho q os americanos levam, até com certa facilidade.
Abs.

Rafael Bicalho

Marão Caetano disse...

Boozer não sereve para pivô, e o Bosh tem um excelente chute de perímetro, além de jah ter declarado não gostar de jogar de pivô. Ou seja, deixaria Kidd (falta de experiência não assusta nem Deron nem Paul mais, se é que se pode considerá-los inexperientes), Prince ou Wade (em caso de não estar saudável) em casa.

Tirar o Boozer pra colocar o Chandler não resolve, o problema de garrafão ficaria até pior (2 pivôs e um ala-pivô, sendo que boozer não joga na 5 e Chandler acho que jogou na 4 no começo de carreira, mas não rendia tão bem assim, e se tiver que ir fora do garrafão ele leva desvantagem). Entre Boozer e Chandler, eu sou mais o Boozer mesmo. Na formação de agora, o Boozer e D12 tem posições fixas e Bosh pode jogar nas 2 (embora seja muito melhor de PF)

Anônimo disse...

CP3,KB,LB,Boozer e D-12.

Não acredito que este seja o quinteto titular. Acho que fica assim: Kidd,KB,LB,MELO e D-12.

Carmelo Anthony é o melhor jogador da NBA no basquete FIBA.

Tbm acho que eles vão levar o Ouro pq o Brasil não vai estar lá! rsrsrs

Luiz Fernando Paes disse...

lembrando que com 5 faltas é exclusão, e se souberem jogar em cima do D12, a seleção americana fica bem mais frágil no garrafão ..

o perímetro está excelente, mas tenho minhas dúvidas quanto ao garrafão ..

boozer e bosh são apenas bons jogadores

amare ou mesmo o chandler seríam melhores opções que o prince

eZ disse...

Na minha opnião Reed é o cara mais importante do elenco.

Ele é um dos melhores 'pure shooters' da liga e o time é outro com ele. Não adianta querer trombar, bater p dentro, em cima das defesas zona bem fechadas. Eu ainda levaria Mike Miller ou Ray Allen para sempre ter em quadra alguém capaz de meter bolas de fora, tlvz deixando o Deron em casa tb.
Sairiam Wade e Deron
por mais um shooter e Chandler