terça-feira, 13 de abril de 2010

DANÇA DOS NÚMEROS


zero

É o nível de sorte do Portland Trail Blazers, o time mais azarado dos últimos tempos na NBA. Primeiros, foram as seguidas lesões dos seus pivôs - só Greg Oden já garante a fama, sem falar em Joel Przybilla, que seguiu o caminho, e Marcus Camby, que torceu o pé na estreia. A soma de jogos perdidos por 13 atletas machucados dos Blazers nesta temporada atinge 305. Mesmo assim, como sempre acontece, o time dá um jeito de se juntar aos grandes. E agora, na bica dos playoffs, Brandon Roy, maior nome do elenco, sofre uma lesão no joelho. Ainda não se sabe se ele vai poder disputar os playoffs. Ah, lembrando: sem Roy, eles bateram o Thunder ontem.

5 comentários:

eZ disse...

E o nosso pivô titular nas finais de 1999 bem como para 2010-2011, meu 2o. jogador favorito depois de charles oakley meteu 30 pontos e puxou um contra ataque coast-to-coast depois de uma roubada que me levou às lágrimas :)

"Não ouvia meu nome sendo gritado desde a época do Garden" :)

Henrique Lima disse...

Nate McMillan para COY ?
O time tem 50 vitórias deste jeito.
Não é dificil pensar o que fariam inteiros.

Rogerio Matos disse...

Verdade Henrique Lima. Impressionante a solidez e regularidade do time apesar disso tudo, alem do mais perdendo sempre pivos!
Ponto para a comissao tecnica!
Vale ressaltar tb que Andre Miller ta jogando muito! Portland vai chegar forte para os playoffs!
Forte abraco

Adriano disse...

genial esse dança dos números hahahaha

Concordo com o Henrique, COY pro McMillan, sem discussão. Sim, sempre tem muitos candidatos a este prêmio, mas lidar com o que o McMillan lidou e fazer o que ele fez, tem que ser o melhor mesmo.

Marcio Menezes disse...

Que bom que eu não estou sozinho, posso compartilhar com outros aqui q tb torcem para o simpático blazers. concordo com henrique. o que os caras fariam se elenco todo estivesse sem nenhum problema médico. go blazers...