quarta-feira, 8 de setembro de 2010

FALA QUE EU TE ESCUTO:


>>> "Huertas poderia marcar todos os pontos que quisesse. Controlamos Splitter e outros jogadores importantes. Seguimos tudo o que combinamos"

PABLO PRIGIONI, sobre a estratégia de Sérgio Hernández no jogo das oitavas. A frase é dolorosa para a gente, mas verdadeira. Splitter teve atuação muito apagada, assim como Varejão. Leandrinho fez 20 pontos, mas voltou a errar nos momentos decisivos. E nenhum outro jogador além de Huertas brilhou. A Argentina não ganhou o jogo só com Scola. Ganhou com um plano. É assim que funciona.

20 comentários:

eZ disse...

Taí. Já a defesa do brasil se perdeu nas rotações e não segurou os coadjuvantes. Parar o Scola é missão impossível mesmo. Ele poderia fazer 50 pontos que não ganharia o jogo sozinho, caso o brasil segurasse os outros :(

Chizu disse...

É fácil o Prigioni falar isso depois de ganhar o jogo, que mesmo com os erros do Brasil, só foi decidido no finalzinho e a Argentina teve absurdos 61% de aproveitamento da linha de 3. Se eles tivessem errado um pouco mais, o Huertas teria decidido o jogo. Aí queria ver qual seria o discurso dele...

eZ disse...

Acho q tem um pouco de rivalidade aí ... o Prigioni tem q erguer as mãos aos céus pelo jogo do Scola. Ele foi abusado pelo marcelinho o jogo todo. Só uma cutucada da rivalidade espanhola.

Alexandre Estefan disse...

Temos um grande treinador, mas hoje não entendi algumas rotações, de qualquer forma fizemos bons jogos e deu para notar que a equipe poderia ir mais longe, especialmente após o jogo que a Lituânia fez hoje.
A nossa grande chance foi no início do 3º quarto, quando começamos bem, mas não soubemos abrir e segurar uma boa diferença.

OLIVEIRA disse...

Rodrigo,

Gosto muito do que você escreve, mas menos, menos. Após o jogo na entrevista coletiva do Hernandez a primeira coisa que ele disse sabe qual foi?
" Vimos os números dos jogos anteriores e através deste números decidimos marcar push no pick-n-roll do Huertas. Mas ele logo nos puniu c bolas de três, tivemos que fazer ajustes e mudar nossa estratégia..."
Acho q neste momentos muitas pessoas se deixam levar pelo emocional (magoa pela derrota) e esquecem de ver o real. Mas caso o resultado fosse diferente, a maioria das pessoas não falariam o que estão falando na internet.
Jansen quando virou duas bolas seguidas na seleção adulta em competições mundiais na vida?
Não esqueçam q este grupo da Argentina jogou o mundial de 2006, copas américas de 2007 e 2009, e Olimpíada de 2008. Vocês acham q isto não conta nada ou o peso é pequeno? Eles já sabem decidir, quem tem q decidir, aonde, quando e como, de olhos fechados. Brasil perdeu as suas chances a paritr da bola perdida do LB a 44s (estávamos perdendo de 3P).

Por isso acho q temos q analisar este momento mais racionalmente ainda mais nesta hora tão difícil. Magnano foi EXCELENTE, NENHUM técnico nacional jogaria contra os EUA daquela forma, ganharia tão bem da Croácia, jogaria os três quartos daquela forma contra Eslovênia.
Vocês viram os números do Brasil no jogo?!
Só oito ERROS.
53,7% nos arremessos de quadra.
Apesar do volume de 24 bolas de
3P, tivemos % de 50, fizemos estas escolhas de arremessos pois os defensores do Leandrinho e Huertas estavam passando por trás no pnr, justificando este arremesso, pois ficavam livres atrás do bloqueio.
76% nos LL.
Só o parenteses, sou técnico e brasileiro, e acho que a escolha dele foi a melhor opção p o nosso basquete.
Um abraço e posso discordar do seu post desta vez Rodrigo, já que concordo com a maioria esmagadora.

Nei Bahia disse...

Rodrigo, depois que ganha todo mundo é gênio. Pela frase dele parece que uma cesta de Huertas vale menos que dos outros jogadores. Num jogo de 4 pontos de diferença, detalhes de um lado e de outro levam a vitória e a derrota. Você está chateado com a derrota, por isso deu destaque a essa "mágica" . Ele na verdade quer justificar o fato de que ele tá tomando pau de Huertas durante a temporada toda! No Real Madrid também tem um plano pra deixar ele fazer o que faz? Dai-me paciência!!
Em tempo: onde está nossa tábua dos sonhos? Se vc só confia nos pivôs titulares, sua tábua tá mais pra pesadelo. JP seja feliz, mais na seleção ele fica pequeno, o braço literalmente encolhe, aí Splitter, Varejão meia boca não vão fazer milagre.
Paulão Prestes urgente no grupo, pra pegar logo rodagem, e quem sabe Lucas em contato direto com o grupo, pra quando chegar não se c... todo como JP.
Agora é torcer para o MSP ( Movimento dos sem Pivô) mais conhecido como USA pra sobrar uma vaginha pra gente, poís pré olimpico em Mar del Plata, se não der na bola eles vão levar na marra. Se precisar torcer pra Argentina pra melhorar nosso lado, prefiro esperar RIO 2016.

OLIVEIRA disse...

Nei Bahia,

Quem é gênio é você, concordo PLENAMENTE com seu comentário acima, Prigioni foi o único babacão das entrevistas após o jogo, Hernandez foi sincero, Scola humildasso, Oberto tranquilo. E o babacão do recalcado do armador do eliminado (Espanhol) e posto no bolso mais uma vez pelo Huertas quer falar graça, tem q rezar td dia ao SANTO SCOLA...

Um abraço e parabéns pela comentário excelente e lúcido.

eZ disse...

Oliveira, desculpa mas não entendi qual o ponto da discordia e as justificativas dadas por você.

Aliás, acho super bacana saber a opnião de um técnico brasileiro sobre a visão a respeito do sistema de jogo.

Pq acho que como você deve acompanhar as coisas aqui, é quase que unanimidade que os técnicos aqui são absurdamente atrasados e arcaicos com realção ao esporte. E sério sem sarcasmo e ironia nenhuma, juro, não entendi os pontos dos seus comentários.

Você está dizendo que o Brasil jogou muito bem baseado nos números ?

É isso ?

Pois se for isso concordo com você. O Brasil fez um grande jogo, direito, correto e perdido em alguns detalhes cruciais.

Victor Dames disse...

Gente, pelo que entendi, o Rodrigo não destacou mágica nenhuma. Pelo contrário, até ressaltou a dor causada pela frase, claramente provocativa. Mas se deixarmos por um momento a rivalidade de lado, ela transparece parte do que foi o jogo, resumindo a defesa argentina. A nossa defesa só não parou o Scola (o Magnano falou em "diminuir", mas o cara aumentou), e deu muito espaço no perímetro para eles, mas fora isso houve equilíbrio, nos erros e acertos, IMHO.

Abraços!

OLIVEIRA disse...

eZ,

Fiquei feliz pela sua curiosidade na minha opinião. Vou tentar esclarecer suas dúvidas em relação ao que escrevi. Vi o jogo ao vivo, o gravei e já vi o primeiro tempo (usando todos recursos da gravação, pausar, voltar, slow e etc).
Gostei da atuação do Brasil sim, mas muito mais ofensivamente, acho q produzimos números ofensivos impressionantes (principalmente Erros e % de arremessos de quadra e 3P).
Mas na defesa, acho que tivemos algumas falhas desde o início que na hora fiquei pensando que aquilo poderia nos custar a vitória (pois um jogo como esse deveria ser vencido com uma vantagem bem pequena e o foi), num jogo deste nível mundial sendo eliminatório, jamais poderíamos ter tido certos erros.
Erros q muito raramente acontecem em seleções com resultados nestas competições, no início o LB falha numa rotação e numa aproximação, concedendo a Argentina (duas bolas de 3P), na situação de rotação o Huertas chega a empurrá-lo p entrar no posicionamento correto, mas ele reage atrasado e tomamos um triplo. Na defesa de pick-n-roll (bloqueio na bola), na opção defensiva de vai e volta ou fundo, deixamos o Scola sozinho em algumas vezes (não houve rotação) e ele não perdoou, de cabeça lembro de duas bolas nos últimos dez pontos dele. E em uma no início do jogo.
Mesmo com mais erros de tomadas de decisão defensivas do que a Argentina o jogo estava 87x84 faltando 44s com a bola na mão do LB.
Então acho q não podemos sacrificar ninguém e pelo contrário enaltecer o trabalho do Magnano e dos jogadores que representaram muito bem nosso país, eles não são culpados da falha da nossa classe, que marca zona na base, não treina técnica individual, tática individual, treina o jogador em uma posição específica desde novo, usa jogadas em vez de ensinar a jogar.
Se eles erram é porque erramos antes com eles.

Um abraço eZ e um prazer poder dar minha opinião a você.

Anônimo disse...

Desculpa de quem não amarra os tênis do Huertas.

eZ disse...

Então, na outra caixinha eu coloquei lá os rosters de 2002 e 2004 .. praticamente nossa rotação é a mesma com LB, Varejão, Huertas, Splitter, Alex, Marcelinho e Guilherme ..

e bem, desde 2002 passamos vergonha e nossos times sempre foram mais uns catados ( procurei comentários antigos do rebote, mas só tem posts a partir de 2007 :( ) para relembrar qual era o stress na época .. mas sim com a mesma rotação, nas mãos do moncho e agora do ruben, NO PRIMEIRO CAMPEONATO DE SUA GESTÃO, mostramos uma defesa FORTE ( PUTA MERDA, BRASIL COM UMA DEFESA FORTE!!!!) e um time no ataque, ao invés do catadão correndo e jogando rachão e queimando de fora ...

Anônimo disse...

ABOBRINHA, ok, era um plano de jogo, mas não é a 1a vez q o Hernandez usa essa tática, e no mais, o Scola estava em estado de graça, eu sei, concordo q é um baita Pivo FIBA, grande anotador, mas convenhamos, o aproveitamento dele do perímetro foi perfeito, não fosse isso, babau plano argentino... não fosse o Jasen tirar 2 bolas de 3pts seguidas em curtíssimo espaço de tempo, qdo eles estava contra a parede faltando 8min, e nós 6pts na frente com as duas bolas de 3 do leandrinho...

falou de mais o Prigioni, palavras pra mim de quem falha em reconhecer Huertas como o melhor armador do jogo

Anônimo disse...

muito fácil falar depois do jogo!

e o pior todos acreditam! se o brasil tivesse vencido, ele diria que a defesa no huertas precisava ser melhor!

não acreditem nele!

Guilherme disse...

Ele está usando o resultado final para tentar esconder o próprio fracasso na defesa. Que estratégia é essa que proporciona ao adversário 89 pontos? Faz-me-rir, Prigioni...

Anônimo disse...

O melhor comentário que li até agora sobre os resultados do mundial está aqui: http://www.draftbrasil.net/turquia2010/a-dor-da-derrota/
Acreditar nas palavras "ciumentas" do Prigioni, que foram ditas para justificar o destaque do armador brasileiro em relação a ele é pura ingenuidade. Nó tático???? que mundo vc vive? onde aprendeu sobre basquete???

Rodrigo Alves disse...

Caro José Américo, você reclamou na caixinha que foi censurado no seu comentário. Não sei exatamente o que aconteceu (você escreveu e o texto não apareceu?). Mas te garanto não houve censura alguma – nunca há censura aqui, nem moderação, todos os comentários vão para o ar automaticamente. Se não aconteceu, foi por algum problema técnico que eu desconheço, algo que aconteceu na hora em que você publicou. Então peço para que você coloque de novo sua opinião aqui, ela é muito bem-vinda. Abração.

Anônimo disse...

que desculpa ridicula por ser dominado pelo grande huertas!

Anônimo disse...

Por que no te calla Prigioni !

Voce foi engolido pelo Huertas nas finais da liga espanhola ACB, quando ele te detonou, e de novo nesse jogo contra a Argentina, quando voce precisou de mais de 10 vezes ser substituido por seu reserva pra tentar parar o Huertas, o que voces 2 juntos não conseguiram.
Quanto a paraem o Splitter , voces não conseguiram não, não foi merito vosso e sim que o Tiago estava ha 5 dias com a virilha pinçada e sem condições de jogo.

Quanto ao time da Argentina, de fato tem o Scola que faz a diferença, e que é mais de meio time, que carrega o piano, e que deixaram jogar no 1 x 1 do jeito que ele gosta. Isso não pdia ter acontecido. Tinham que ter feito marcação especial nele.

Anônimo disse...

Prigioni babaca e sem pernas pra acompanhar o Marcelinho Huertas