sábado, 6 de dezembro de 2008

A NOITE DA PERUCA INSPIRADA


Anderson Varejão / Foto: Reprodução



Foi uma sexta-feira no mínimo diferente em Cleveland, quando
os Cavs bateram o Indiana. A começar pelo fato de que LeBron James fez apenas 11 pontos - e não foi um fiasco, por causa do bom trabalho defensivo em cima de Danny Granger. O visual nas arquibancadas também chamava a atenção. Era a tal noite da peruca, com muita gente homenageando Anderson Varejão. Em resposta, o ala-pivô brasileiro fez bonito - acreditem - no ataque.

O pequeno torcedor de peruca / Foto: ReproduçãoO mais impressionante não foi nem a marca de 17 pontos (um abaixo do recorde da carreira, também contra o Indiana), e sim a maneira como ele chegou lá. Varejão acertou sete de nove arremessos, incluindo 6-6 no segundo quarto - quase todos em chutes de média distância. Foi nessa seqüência que o Cleveland conseguiu abrir 14 pontos de diferença e pavimentou a vitória por 97-73.

Se der um jeito de aprimorar o seu arremesso e mantiver uma razoável consistência ofensiva, Anderson tem tudo para se tornar um homem de garrafão muito mais valorizado na NBA. Dê uma olhada nos melhores momentos abaixo e veja se a noite de sexta-feira não foi um bom sinal.

6 comentários:

jdinis disse...

O Varejão na seleção, durante o mundial de Indianápolis, arremessava bem de fora (inclusive da linha dos três). Depois virou um jogador que só corre como um alucinado, tenta fazer bloqueios o tempo todo no ataque e pega rebotes.

Acho que ele tem potencial para virar um pivô que faz pontos, mas é necessário que os técnicos e ele mesmo acreditem nisso.

Abs.

Dead boy disse...

Se ele começar a arremessar bem, continuar marcando bem, melhorar o posicionamento, melhorar a agilidade e acertar umas de 3, vai ser um jogador valorizado.

Mas então falta tudo pra ele!

Se eu começar a arremessar bem, marcar bem, me posicionar bem, tiver agilidade e acertar de 3, também viro o Steve Nash.

Anônimo disse...

ele nao precisa arremessar de 3 pra ser um bom jogador, se ele manter sua capacidade defensiva, e somar a isso um bom chute de media distancia, ta otimo, e ele tem potencial para isso

Dead boy disse...

Tá ótimo pra um Varejão. Mas concordo com você. Quem nasce Varejão nunca chega a LeBron.

Anônimo disse...

Dead Boy a quanto tempo, des das olimpidas q vc adorava criar polemicas nao o vimos mais . hehehehehhe

Dead boy disse...

Eu também tava com saudade.