quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

TRÊS PONTOS


1) Com 35 pontos e oito rebotes de Shaquille O`Neal (opa, esta não é uma notícia de 10 anos atrás. Dito isso, vamos começar de novo, para você não achar que é algum equívoco). Com 35 pontos e oito rebotes de Shaquille O`Neal, o Phoenix Suns bateu o Milwaukee Bucks por 125-110. É fato público e notório que a equipe roxa do Arizona anda meio perdida com o técnico Terry Porter. Mas não dá para negar que Shaq já teve, no último mês, algumas das suas melhores atuações nos últimos anos. Que terá acontecido?

2) A estréia de Kevin McHale como técnico dos Wolves foi com derrota para Jerry Sloan, no dia em que o veterano completou exatos 20 anos à frente do Utah Jazz. Vinte anos, amigos. Para se ter uma idéia, quando ele assumiu, o time do Jazz ainda tinha Marc Iavaroni, que hoje treina o Memphis Grizzlies (azar o dele).

3) Depois de fazer um corte profundo no braço ao se deitar sobre uma faca que usava para cortar maçã, Derrick Rose não poderia ter adversário mais apropriado: o time da Big Apple. Com 15 pontos e sete assistências do armador, o Chicago conseguiu bater o New York por 105-100. Difícil é achar lesão mais bizarra.

8 comentários:

NETTO disse...

Rodrigo, noticia de 10 anos atras tbm nao neh, a 4 anos ele estava contribuindo e muito para o Miami conseguir seu primeiro titulo na liga. Eu jah defendi o Shaq em outras oportunidades aqui, pra mim ele continua sendo um dos melhores pivos da liga, e ate o fim da temporada ele ainda tera mais jogos como esse de ontem.

Dead boy disse...

Shaquille é Shaquille. Coisas que Pau Gasol não costuma fazer nem com 10 anos a menos.

Marcelo disse...

Eu assisti ao jogo do Phoenix ontem e realmente a atuação do Shaq foi digna dos áureos tempos. Só não posso concordar com algumas atitudes que ele tem tomado ultimamente nas partidas. Primeiro foi aquela confusão do jogo do Houston, onde ele praticamente fez um strike no time texano. E ontem, após sofrer uma (clara) falta do Bogut, não marcada pela arbitragem, resolveu descontar no Richard Jefferson no ataque seguinte. O RJ infiltrou e tomou uma “senhora” trombada do O’neal, evidentemente proposital, daquelas pra machucar mesmo. Pra coroar a atitude, ainda jogou a bola contra o Jefferson, que tava no chão. A atuação foi de gala, mas algumas atitudes estão manchando esse fim de carreira de um dos maiores pivôs da história. Uma pena.

andré disse...

Acho que vai ser a primeira vez que eu vou concordar com o dead boy.

Se o Boston tivesse um Shaq na posicão de Center era ano para 70 wins ou mais

Shaq melhor pivô que eu vi jogar

Anônimo disse...

Alguém viu o Gary Payton usando a peruca do varejão na transmissão.

Foi bizarro também

eZ disse...

Não é impressionante que todo time que joga contra os bucks, geralmente tem o pivô como destaque ?????

NETTO disse...

Temos que levar em conta tbm que muito do declinio do shaq nos ultimos anos se deve muito mais ao fato das contusoes do que pelo nivel tecnico, eh claro q tecnicamente ele nao eh mais o mesmo, mais se nao fosse todas essas contusoes dos ultimos tres anos, ele poderia ter feito muito mais, e esse ano acho q vem a provar o que eu estou dizendo, nesse começo de temporada ele vem fazendo jogos muito bons, faz alguns ruins eh verdade, mais em varios dele ele vem fazendo um excelente papel. Pra mim hj, ele soh fica atras do D-12, e em um time com varios jogadores de alto niivel, como a seleçao americana de pequim por exemplo, onde a rotacao eh muito grande e quase nenhum jogador tem muitos minutos de quadra, ele jogaria em um nivel altissimo com ctz.

lucas_suns_RJ disse...

EU SEMPRE DISSE, SHAQ EH SINISTRO, NUM TEM PRA OLAJUWON NEM DUNCAN

rodrigo, po, num vai mias ter nba na globo.com nao ??