quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

DANÇA DOS NÚMEROS


7


Foram as cestas de três de Karla, na vitória de Americana sobre Catanduva, por 86-71, abrindo 1-0 nas semifinais do Nacional. A ala-armadora deu show com 33 pontos e sete roubadas. O jogo teve lá seus momentos de emoção, mas não dá para ignorar os incríveis 40 erros das equipes. A bola foi muito maltratada...

3 comentários:

W disse...

Eu estava lá no ginásio... Karla desequilibrou... sem contar que o primeiro quarto que Americana perdeu por 12 pontos, acho que ela passou em branco (não tenho certeza).

Enfim, tudo bem que os turnovers foram altos, mas trombada na bandeja tava valendo pra arbitragem... teve falta ignorada de monte, pros dois lados...

Outro destaque importante, a torcida de Americana, vibrante, mas meio esquisita...
Americana ia bater lance livre e a barulheira não parava... bizarro...

Tudo bem, quando Catanduva ia pro lance livre, era um pouquinho mais barulhento...

Pra mim é culpa do patrocinador que distribui aqueles bastões de ficar batendo um no outro, o pessoal fica batendo o jogo inteiro... sem noção nenhuma, cada um a seu ritmo...

No segundo tempo me isolei na arquibancada, tava com uma tremenda dor de cabeça já.

Me lembrou o Toronto Raptors e sua torcida gritando D-FENSE, faltando 3 min com o jogo ganho... ehehehe

Abraço!

Ricardo disse...

Acho que nessa série, tirando algumas jogadoras (Karla, Adriana, Sil e Palmira), a maioria possui pouca experiência em playoffs. As oscilações no primeiro quarto, ao meu ver, aconteceram por causa dessa ansiedade de .

Sobre o comentário do W acima, em relação à torcida, na minha opinião tudo é válido: o jogo ficou bonito pela TV, a quadra estava bem pintada, a torcida com os bastões... Quem viu os jogos nas quadras de Catanduva e Ourinhos na final do Paulista percebeu a diferença. Fiquei feliz em ver um time que realmente é beneficiado pelos patrocinadores, deu para lembrar os jogos de vôlei feminino que sempre disribuem camisetas para a torcida, as quadras com as cores das equipes, etc.

W disse...

Ricardo, hoje vou sair tarde do trabalho e tenho futebol com os amigos a noite, vou ver um pedaço do jogo pela TV mesmo, imaginei que pela TV deve ter ficado bem legal.

É que me chamou a atenção só a barulheira desordenada, poderia ser melhor aproveitada, em benefício do time, vontade de fazer barulho a torcida tem de sobra, mas melhor assim que um jogo as moscas...

Aliás, tomara que hoje vá mais gente, apesar do horário (18hs) ingrato. Afinal é de graça, e nem assim o ginásio tava lotado, tinha bastante espaço ainda (Obs, o ginásio nao é minúsculo, mas tbm não é gigante, não sei a capacidade, mas se ontem tinha uns 55% é muito (de frente pra Tv tava mais concentrado, mas vc percebe os espações vazios).

PS: Devo ter implicado com os bastões pq uma menininha de 3 anos atrás de mim percebeu que era divertido acertar minhas costas e um sem noção do meu lado que até pisou na mão de uma senhora na hora que jogaram uma camiseta... deve ter sido, ehehehhe