terça-feira, 30 de dezembro de 2008

DERRUBADO PELO PESCOÇO


David Lee e Nenê / Foto: Reprodução

"Depois do câncer, sei lá. Era difícil eu ficar doente, mas agora fico doente toda hora".
A frase é de Nenê, logo depois do Natal, reclamando de um simples resfriado. Dentro da quadra, o torcedor do Denver Nuggets não vinha percebendo as tais "doenças", mas este domingo, enfim, derrubou o pivô brasileiro. Não pela gripe, e sim por uma queda no jogo contra o New York (na foto, marcando David Lee), que lhe rendeu uma lesão no pescoço.
Por isso Nenê não enfrentou o Atlanta Hwaks na segunda-feira,
sua primeira ausência na temporada - o time acabou perdendo. Para esta quarta, diante do Toronto Raptors, ele é dúvida.

Apesar da preocupação, o técnico George Karl afirmou que a lesão não é grave, e isso nos dá um certo alívio. O engraçado
é que o treinador, em vez de incentivar sua classe a votar no brasileiro para o All-Star Game, foi pessimista (ou realista?) e disse que ele dificilmente estará entre os reservas do Oeste. Com ou sem All-Star, tomara que Nenê se recupere logo e
possa voltar ao bom trabalho que vem fazendo nas quadras.

8 comentários:

Bruno disse...

É uma pena o Nene não ter jogado, pois sem ele o Denver levou uma surra nos rebotes, e fica sem ninguém para brigar no garrafão, já que Martin e Andersen são mais marcadores de help defense do que um contra um.
Por outro lado isso já estava escrito (contusão do Nene):um cara que acabou de tratar um cancer jogar o máximo de minutos de sua carreira, fora de posição, e praticamente sem reservas (Andersen não é nem nunca será pivo, e o Hunter, esse sim pivo está fora provavelmente por toda a temporada).
O Denver precisá de um pivo reserva urgente, antes que o Nene ou se machuque de novo ou fique completamente sem gás para a segunda parte da temporada e playoffs

Anônimo disse...

A análise do Bruno é muito coerente. O Denver está sem pivô reserva. O Nene precisa de alguém para fazer o serviço sujo enquanto ele descansa alguns minutos. O Baby se encaixaria nessa função, ou não? Opinem!!!

Dead boy disse...

Nenê ainda pode evoluir mais. O câncer, parece, deu a ele muito mais maturidade e profissionalismo. Ano que vem a recuperação física dele tende a ser completa. Eu sonho com um brasileiro fazendo média de rebotes na casa dos dois dígitos. Hoje ele ainda não vai pro All-Star nem como reserva. Mas tá jogando muito.

eZ disse...

Povo de Denver!

Peguem o Eddy Curry e o Jerome James!!!

Nos dê o Kleiza+fillers e tá tudo certo :)

Resolvido o problema do garrafão!

Leo disse...

Hehehehehehe, boa! Só que o garrafão que o Curry e James tomam conta é o de Coca Cola 3 Litros acompanhado dum caminhão de Big Macs.

Jonathas disse...

coca cola?
auaheaheaeha

mas sério
muito coerente mesmo o que o bruno falou.
sem reserva o Nene é que vai ficar sem reserva físicae mental pros playoffs.
tomara que aguente firm até lá e durante tb.

Dead boy disse...

Como o LeBron James joga até esbagaçar durante toda a temporada regular e ainda chega com fôlego pra destruir nos playoffs? É hora de parar com essa mentalidade perdedora de que o Nenê não vai aguentar o nível até o fim. Parece que estão querendo inventar uma desculpa antecipada pro caso de ele não manter o bom desempenho até os últimos jogos.

Anônimo disse...

só para constar.

Nene voltou com a corda toda, 21 pontos, com direito até cesta de 3, feita pelo nene, no final do segundo quarto para estourar a posse de bola e terminar o segundo quarto