segunda-feira, 24 de maio de 2010

A RESPOSTA DE STOUDEMIRE






Para o bem dos playoffs, o Phoenix Suns bateu os Lakers em casa por 118-109 e cortou para 2-1 a vantagem do rival na decisão do Oeste. E olha que o time de Los Angeles conseguiu extrair boas atuações de seus principais jogadores: Kobe Bryant beirou um triplo-duplo com 36 pontos, 11 assistências e 9 rebotes, enquanto Pau Gasol contribuiu com 23 pontos e 9 rebotes. Mas não deu para competir com o combo Nash-Stoudemire. O armador canadense fez bonito com 17 pontos e 15 passes. O nome da noite, contudo, foi o pivô com 42 pontos (29 no segundo tempo) e 11 rebotes.

É uma bela resposta de Amare, que vinha sendo massacrado pelas críticas após os dois jogos na Califórnia – aliás, é sempre assim, basta o cara não jogar bem uma partida que aparece alguém para jogar sua carreira no lixo. Para quem dava o garrafão dos Suns como perdido, vale notar também a ótima performance de Robin Lopez 20 pontos e 8/10 nos arremessos. Se as boas atuações vão se repetir outras três vezes, não sei. Mas foi um alento para a torcida.

A nota triste do Phoenix (para nós, brasileiros) continua sendo Leandrinho. Em 12 minutos, o ala errou os quatro arremessos que tentou, numa atuação melancólica. Uma pena que tenha saído de melhor sexto homem da NBA para um reserva praticamente inútil. Uma troca de time cairia como uma luva para ele no ano que vem.

Mas voltando ao tema principal: acha que dá para o Phoenix virar? Ou os Lakers seguram a onda? Respostas na caixinha.

29 comentários:

caldasjr disse...

Para ganhar o Phoenix tem que contar com um Stoudemire em noite de gala (42), um Nash com 15 ast e 19 pts e playoff high de Lopez (20). Pena que isso não acontecerá 4 vezes e talvez nem mais uma. Triste e ver Leandrinho em fase tão pífia 0 em 6

Alexandre Estefan disse...

E olha que além do Leandrinho, teve o Frye que me lembrou os "bons" tempos de MMachado com a amarelinha.
Ainda assim, sigo acreditando em uma virado do Suns, apesar do outro lado ter Kobe, Gasol, Artest, Odom..

C H L disse...

Como torcedor , ainda acho que dá para os Suns.

Nos 2 jogos em LA, o banco do lakers rendeu mais que o esperado e o banco do Suns ainda não apareceu de verdade.

Acho que amare ainda consegue outra apresentação dessas e Nash consegue SIM 15 ast.

Resta torcer para o banco do suns acordar e ganhar algum jogo como ja aconteceu na temporada!

Rogerio disse...

Fala Rodrigo e leitores.
Acho q voces pegaram pesado com o Leadrinho! O cara fez uma boa serie contra o spurs e no meu ponto de vista nao é um reserva praticamente inutil!Passou um ano com lesoes, voltou como pode e ajudou o time em momentos importantes *vide o jogo que o dragic destrui e ele tb fez seus pontos importantes! Realmente nao é o Leandrinho da selecao, ou melhor 6 homem, mas tb nao eh um reserva inutil!
Forte abraco

Nairo disse...

foi apenas um jogo mau. Foi so pra animar um pouco a coisa. 2 varridas em finais de conferencia e muito mau pra NBA! Em 5 jogos isso acaba

Fabio Massalli disse...

Foi um jogo perfeito do Suns em cima do Lakers. Foram 17 erros de LA contra 7 de Phoenix, além de uma grande diferênça nos lançes livres (42 para o Suns, contra 20 para o Lakers, que resultaram em 21 pontos de diferença), que, além de pontos fáceis, deixaram dois dos três homens grandes do Lakers (Odon e Bynum) pendurados e com atuações abaixo do normal, Bynum por lutar também com uma lesão e Odom por ter tido uma noite ruim. Aliado a isso some-se as noites excelentes de Nash, A'mare e Lopez, o bom desempenho de Hill e Richardson e a má noite dos coadjuvantes do Lakers (com exceção de Fisher, que marcou 18 pontos). Mas achou difícil todos esses elementos se repetirem. Acredito que o Lakers voltam para casa com um 3X1.

Fábio Massalli - Leiam mais em
www.odiario.com/blogs/cestapancadaearte

eZ disse...

desculpem, mas hoje eu tava vendo lost

auhhuauhauha

Luís Gustavo Schuck disse...

A resposta mesmo foi do técnico que botou o Lopez em cima do Gasol e em muitos, muitos momentos usou marcação zona 2-3. Deixou Kobe mais no um contra um, pq dobrar tava sendo horrivel, no jogo 2 Artest lavou a égua sempre livre. Prova maior que Stoudemire não consegue marcar o Gasol, só não ve quem não enxerga.

Logico que o Stoudemire jogou bem, fez a dele foi pra cima e contou com um time titular que jogou contra o Spurs, bem tranquilo, sem medo.

O Richardson não refugou uma, mão quente, como eu já tinha dito.

Já Frye e Leandrinho, meu deus, tá feia a coisa. Só estão jogando pra dar tempo pros titulares.

Desta vez o Pick n roll de Nash e Stoudemire funcionou inclusive o Nash fez isto com o Lopez tb, que jogou bem.

O time foi esperto cavou em 3 min 2 faltas no Bynum e logo tb conseguiram 2 faltas em cima do Odom. Até Powel teve de entrar em quadra.

Os reservas do Lakers nem apareceram. Farmar continua como sempre (exceção foram os 2 primeiros jogos), Shannon Brown tb e o Odom não fez nada.

Sobre não se repetir as atuações dos jogadores do Suns, tb acho que não se repetem, mas ontem o banco não contribuiu com quase nada no score e isto tb não é normal.

Então o jogo 4 vai ser mais ou menos isto, pq p Lakers não tem muito o que inventar, tem apenas que torcer pelo Odom jogar mais. Só que ontem o Fisher pontuou bastante trocando com o Odom, então vai ser mais ou menos assim.

Se o Suns ganha ou perde a serie não sei, torço para que sim óbvio, mas ela já vai servir para mostrar que o Lakers não é o bicho e que se ninguem ajudar o Kobe e o Gasol descentemente a coisas fica ruim.

Falo

PauloRJ disse...

Rodrigo, pode até ser que o Phoenix ganhe mais 1, mas acho que a série não chega em jogo 7. Meu primeiro palpite foi 4x2, depois dos jogos em LA eu achei que seria 4x1, e continuo achando, acho que LA ganha a próxima e fecha a série em casa...

Anônimo disse...

Pra quem reclamou de arbitragem no primeiro jogo, os juízes ontem resolveram logo o problema de garrafão dos Suns...

Como disse antes, o Suns voltando pra série é excelente pra quem for pra final no Oeste, porque vai ter que trabalhar mais pra conseguir.

Agora bom mesmo foi o Luis Gustavo ter que calar a boquinha com a atuação do Stoudamire ontem... kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Senti vergonha alheia pelo Leandrinho........uma atuação deprimente e que preocupa para o Mundial.

Ele é uma das armas do Brasil.....mas precisamos de um jogador quje esteja ali para os momentos decisivos (afinal, é o Mundial e não tem timinho). Para os que lembram de suas atuações nos momentos decisvos no Japão há 4 anos.......É PREOCUPAMTE

Anônimo disse...

preocupante é com n.

Luís Gustavo Schuck disse...

Bom como o Rodrigo falou que o Amare jogou para calar a boca da critica. Qdo ele iria ser trocado ou rumores de neste meio de temporada ele começou a jogar um monte. Só que aí é que está o problema o cara só joga quando tá irritatinho. Ontem ele jogou muito, foi pra cima, entortou o Gasol numa pelo backdoor e fez a bandeja de direita qdo era melhor de esquerda, baita jogada.

Mas eu quero ver o cara segurar o tempo todo. Bom eu torço pro Suns por causa do Nash e Leandrinho tb, mas o Stoudemire irrita demais. Mas ontem o cara mandou demais.

Sobre calar a boca quero ver levar o time ao titulo aí sim pode fazer marra e querer contrato maximo. Pq como time, em quantidade de peças o Suns tem mais possibilidades que o Lakers, então se o cara é tão bom assim que leve o time ao titulo.

Ben Hur disse...

Rodrigo,

Vi o jogo do Lakers com o Phoenix ontem e realmente o Stoudemire e o Nash jogaram demais, mas na minha opinião tivemos um jogo que o Phoenix jogou o seu melhor e o Lakers, apesar do grande jogo do Kobe e do Gasol, não jogou o seu melhor basquete (em parte porque a defesa do Phoenix melhorou, mas bem longe de ser uma defesa consistente como as melhores da NBA – na transmissão do SPACE o comentarista chegou a dizer que o Alvin Gentry conseguiu incutir defesa no time do Phoenix, discordo redondamente. Está melhor do que era, mas na maioria das vezes Nash e Stoudemire não defendem nem em sonho).
Mesmo numa situação que tivemos o melhor jogo de um time e um jogo ruim do outro a partida foi levada pau a pau até o fim. Isto me faz acreditar que o Lakers não deve jogar tão mal na próxima e nem o Phoenix tão bem, assim o time da Califórnia deve roubar a próxima partida na casa do adversário.
Estou acompanhando as finais do Oeste pelo canal Space. Será que só eu acho o narrador e principalmente o comentarista tão fracos? Quando comparo com as transmissões das finais do leste pela ESPN a discrepância fica muito grande. O narrador do Space é de uma obviedade irritante.
Abraços, Ben Hur

Luís Gustavo Schuck disse...

Ben Hur tb estou acompanhando pela ESPN e pelo Space. A diferença é grande mesmo. Mas a ESPN leva ex-jogadores e profissionais do ramo, enqto o space usa um cara que só acompanha basquete, de repente nem reporter é. E faz uma diferença brutal entre profisisonal da area e reporter, mesmo este com experiencia. Veja Galvão Bueno e Luciano Burti.

Fora que a dicção do cara do space é sofrível, ele fala Kobryant....

Mas eu não vou condenar um canal que está divulgando os jogos pra gente hhehhee.

Ben Hur disse...

É verdade Luís, apesar dos problemas da transmissão não podemos reclamar, temos a oportunidade de assistir as finais das duas conferências e depois a ESPN ainda vai transmitir o NBA Finals.

Abraços, Ben Hur

Katia disse...

Cade o"s "professores" que meteram o pau no Stoudemire???
Cambada de Zé Ruelas...
Go Suns!

Daniel disse...

Artest não conseguiu acerta nada de fora , mas continuou livre livre.

Odom foi simplesmente triste. Ele não teve um dia ruim , ele teve um dia Horroroso.

Gasol não defendeu nada. Com problemas de falta e ainda com com Artest-Odom-Brown-Farmar-Kobe acertando 6/26 de fora e 20 turnovers, o jogo ainda tava empatado no ínico do ultimo quarto. Alias o Lakers chegou a passar a frente.

Isso mostra que mesmo o time de LA tendo um dia péssimo o Phoenix teve que suar demais pra conquistar essa vitória.

Ou seja : esqueçam uma virada.

bigmanrj disse...

Quem não se lembra de LB nas primeiras temporadas pelo Suns. O cara sempre foi inconstante e quem teve aquele trabalho todo de psicológico com ele foi o Dan D`Antoni, irmão do Mike D`Antoni e assistente técnico do Suns na ocasião.

Anônimo disse...

Ninguém "meteu o pau" no Amare apenas comentamos a atuação dele nos dois jogos.

Todo mundo admitiu, porém, que o Suns depende dele se pensa surpreender o favorito Lakers.

Deu para ver que atitude dele ontem foi outra.

Quando ele perdia uma jogada não ficava lá no ataque reclamando , voltava para quadra de defesa, assumindo sua posição não prejudicando o time.

Amare tem que manter o foco e não se desequilibrar principalmente jogando fora de casa e quando o Suns está atrás do placar e ele perde algumas jogadas.

Olha gentem, parece até estranho dizer isso vendo os números do Kobe, mas, ontem a defesa foi fundamental.

O Suns apelou para uma marcação Zona ao inves de individual encima de Gasol e Kobe.

Tanto que as vezes até o Nash e mesmo o Barbosa estavam na marcação do Kobe,que algumas vezes até se atrapalhou no passe.

Na verdade o objetivo não era parar nem Gasol nem Kobe mas evitar que na ansiedade de perseguí-los abrissem brechas na defesa.

E deu certo, a defesa flutuou menos e mesmo com Gasol e KObe bem nos pontos Suns conseguiu controlar produção do resto time dos Lakers , como Lamar e Artest, além de provocar muitos turnovers do adversário.

Lógico que ajudou o fato dos arremessos lances de 3 do Artest não estarem caindo, mas é um risco calculado quando se marca assim, tanto que o Fisher se saiu melhor.

Controlando a marcação e diminuindo a pontuação do time adversário Suns vai com certeza fazer uns 110 pontos e aumenta suas chances de vencer as partidas.

Estou gostando de ver os reservas do Suns, muitas vezes o time joga com reservas e consegue manter o placar, por isso não vejo como desastrosas a atuações do Leandrinho , mesmo porque ele volta de contusão.

Nós estávamos mais acostumados com estilo do D'Antoni que era só ataque e ajudava ele a produzir muito.

Se o Leandrinho não estivesse sendo importante o Gentry sequer o colocaria em quadra na rotação e em momentos importantes dos jogos,e isso vem ocorrendo bastante mesmo contra os Lakers.

Creio que o que está pesando muito contra o Suns é as más atuações do Frye.

Assim se o Suns conseguirem manter esses sistema de defesa podem pelo menos ganhar os jogos em casa e depender de uma supresa fora.

Quem sabe nesses jogos Barbosa e principalmente Chainning Frye produza algo pois dele é que esperava ao menos um 15 pontos por partida.

O problema é qeu do outrl aldo hil Jackson deve analisar o jogo e tentar reverter os efeitos dessa marcação aplicada pelo Suns ontem.

Agora é só esperar, pelo menos temos um jogo, ou melhor uma série de playoffs, com um pingo de emoção.

abraços

Sandro

Hennan disse...

Ainda acredito no 4X1.

Anônimo disse...

DESCULPEM SEGUE A CORREÇÃO DA MENSAGEM ACIMA?

Ninguém "meteu o pau" no Amare apenas comentamos a atuação dele nos dois jogos.

Todo mundo admitiu, porém, que o Suns depende dele se pensa surpreender o favorito Lakers.

Deu para ver que atitude dele ontem foi outra.

Quando ele perdia uma jogada não ficava lá no ataque reclamando , voltava para quadra de defesa, assumindo sua posição não prejudicando o time.

Amare tem que manter o foco e não se desequilibrar principalmente jogando fora de casa e quando o Suns está atrás do placar e ele perde algumas jogadas.

Olha gentem, parece até estranho dizer isso vendo os números do Kobe, mas, ontem a defesa foi fundamental.

O Suns apelou para uma marcação Zona ao inves de individual encima de Gasol e Kobe.

Tanto que as vezes até o Nash e mesmo o Barbosa estavam na marcação do Kobe,que algumas vezes até se atrapalhou no passe.

Na verdade o objetivo não era parar nem Gasol nem Kobe mas evitar que na ansiedade de perseguí-los abrissem brechas na defesa.

E deu certo, a defesa flutuou menos e mesmo com Gasol e KObe bem nos pontos Suns conseguiu controlar produção do resto time dos Lakers , como Lamar e Artest, além de provocar muitos turnovers do adversário.

Lógico que ajudou o fato dos arremessos lances de 3 do Artest não estarem caindo, mas é um risco calculado quando se marca assim, tanto que o Fisher se saiu melhor.

Controlando a marcação e diminuindo a pontuação do time adversário Suns vai com certeza fazer uns 110 pontos e aumenta suas chances de vencer as partidas.

Estou gostando de ver os reservas do Suns, muitas vezes o time joga com reservas e consegue manter o placar, por isso não vejo como desastrosas a atuações do Leandrinho , mesmo porque ele volta de contusão.

Nós estávamos mais acostumados com estilo do D'Antoni que era só ataque e ajudava ele a produzir muito.

Se o Leandrinho não estivesse sendo importante o Gentry sequer o colocaria em quadra na rotação e em momentos importantes dos jogos,e isso vem ocorrendo bastante mesmo contra os Lakers.

Creio que o que está pesando muito contra o Suns é as más atuações do Frye.

Assim se o Suns conseguirem manter esses sistema de defesa podem pelo menos ganhar os jogos em casa e depender de uma supresa fora.

Quem sabe nesses jogos Barbosa e principalmente Channing Frye produza algo pois dele é que esperava ao menos um 15 pontos por partida.

O problema é quE do outro lado Phil Jackson deve analisar o jogo e tentar reverter os efeitos dessa marcação aplicada pelo Suns ontem.

Agora é só esperar, pelo menos temos um jogo, ou melhor uma série de playoffs, com um pingo de emoção.

Já valeu o fato do Suns te conseguido fazer algo diferente para uma série que caminhava facil para um 4 x 0.

Parece que Alvin Gentry enfim está se tornando um técnico de alto nível da NBA. (por falar nisso Mike Brown já dançou no Cavs)

abraços

Sandro

Bruno disse...

Eu sou um que esculhambo o Amare sempre, e pelos mesmos motivos:não joga defesa, muito individualista e marrento demais para quem nunca ganhou nada.

Mas ontem foi muito bem, muito agressivo.

A defesa zona do Suns foi bem feitinha e o Lakers não teve paciência e inteligência para quebrar esta defesa, se contentou muito com arremessos de 3pts e longos jump shots de 2 pts, exatamente o que o suns queriam, ou seja, tirar a bola das mãos de Gasol e Odom onde eles pudessem fazer estrago.

É uma simples questão de ajuste por parte da comissão técnica do Lakers. Acho que se o suns usar essa zona desde o inicio no jogo 4, vai tomar um passeio. E para o Lakers foi bom, o time precisa ser testado para não ser a próxima vítima dos Celtics, e o Phx vinha falhando em fazer isto.

Outra coisa:isto é playoff, não é razoável se supor que o Lakers fosse varrer o suns. LA vence a série, mas não me surpreenderia se o Phx vencer o jogo 4 e a série for a 6.

Anônimo disse...

Os reservas do Suns foram vaiados várias vezes ou foi impressão minha?

Achei a torcida não muito tolerante, principalmente com o Frye e o Leandrinho.

David disse...

O "problema" do Leandrinho é o contrato de 6 milhões de dolares por ano. Nenhum time vai querer pagar isso por um reserva, nem o Knicks do Dantoni.
Mas contra o San Antonio ele foi um dos responsáveis por uma vitória. Na verdade ele não se recuperou da contusão que teve durante a temporada.

Anônimo disse...

Sandro do céu..sintetiza esses comentários meu filho...impossível de ler!
Exagero...

Anônimo disse...

Anônimo se identifique por gentileza
impossível responder

ou vá controlar o seu BLog cara.
srrsrsrs

abraços

Sandro

Anônimo disse...

Certos comentarios não são ridiculos, do tipo o Lakers teve incriveis atuações de Kobe Gasol e Odom nas duas vitórias, e Kobe e Gasol também tiveram ótimas noites no ultimo jogo. acredito que o PHX consiga estender a série. Enquanto a Leandrinho ele com certeza ta triste pelos poucos minutos que vem tendo dessa forma ele n tem como jogar bem.

Anônimo disse...

Bem, 4 x 1 não vai ser... 2 x 2!!!
Go suns!!!!