sexta-feira, 21 de maio de 2010

FINAL DO NBB - OS 10 FATORES




Amanhã, às 16h, começa a final do NBB, na HSBC Arena, entre o Universo e o Flamengo. Os dois times estão carecas de saber o que há do outro lado, mas sempre dá para colocar uma novidade aqui e outra ali. Na – árdua – tentativa de escapar das previsões chatas, optei por fatiar a decisão em dez categorias. Resta então saber como elas vão se comportar assim que forem jogadas dentro da quadra ao mesmo tempo. Tem tudo para ser uma grande série.



Cada time tem sua válvula de escape no ataque. Giovannoni de um lado, Marcelinho do outro. A diferença é que o ala do Universo joga mais perto do garrafão, e o do Fla sai mais para ajudar na armação. É claro que os dois precisam de ajuda ao longo do confronto, mas a missão ofensiva vai começar pelas mãos dessas duas figuras.

Alex é o melhor marcador de perímetro do Brasil e deve grudar em Marcelinho. Seu nível de sucesso na tarefa pode definir a série. Do outro lado, também há um carrapato: Fred, que sai do banco.

Dois gatilhos de três pontos costumam alterar o rumo das partidas quando estão com a mão quente: Jefferson e Arthur. A conferir.

Muito do sucesso do time brasiliense passa pelas mãos de Valtinho, especialmente no que diz respeito ao uso dos pivôs – os alas ainda conseguem se virar sozinhos, mas os pivôs precisam dele. No Fla, a armação muitas vezes sai de Marcelinho, mas o titular do posto é Hélio, que andou meio nervoso na série semifinal contra Franca.

O garrafão não é o ponto forte nem de um lado nem do outro, mas cada time tem uma arma útil embaixo da cesta: Estevam atravessa boa temporada, e Teichmann (que não chega a ser um trombador) é o tipo de atleta que pode incendiar um jogo. Os dois serão úteis.

Nezinho e Duda não são protagonistas, mas costumam chamar a torcida após suas cestas. Aqui, vantagem para o Brasília, já que Nezinho vem tendo um campeonato muito melhor que o de Duda.

Cipriano e – principalmente – Alírio não costumam aparecer muito, mas têm ali seus papéis, como o pivô do Flamengo teve no incrível bloqueio que deu a Marcelinho a chance de decidir contra Franca. Mineiro, do Brasília, e Wagner, do Fla, também se encaixam aqui.

No ataque, os dois finalistas dependem muito mais da qualidade individual (e ela sobra nos dois lados) do que da tática. O papel dos técnicos na série será muito mais arrumar as defesas, decidir quem vai marcar quem e evitar os colapsos psicológicos que já vimos.

A expectativa é de grandes públicos no Rio e em Brasília. O Fla leva a vantagem de ter torcida também na capital federal, mas, na boa, acho que a esta altura os jogadores dos dois lados já estão mais do que acostumados à pressão que vem das arquibancadas, né.

Diante de um confronto tenso por natureza, com rivalidade aflorada e jogadores estourados, a arbitragem precisa cumprir seu papel. Primeiro, reduzindo os erros e, por consequência, as reclamações. Segundo, punindo quem deve ser punido por indisciplina. Terceiro, evitando que essas punições sejam influenciadas pela arrogância. Quanto menos os juízes aparecerem, melhor para o espetáculo.

Tirando a categoria dos árbitros, vejo equilíbrio completo na divisão dos 10 fatores. O Universo tem vantagem em três (defensores, criadores e agitadores); o Fla comanda outros três (finalizadores, chutadores e torcedores); e há empate em outro trio (trombadores, colaboradores e treinadores). A tentação é ficar em cima do muro, mas para evitar essa vergonha, se eu tivesse que apostar, apostaria no Brasília, que me parece ter um elenco melhor. E você, o que acha? Já tem seu favorito? O debate está aberto.

16 comentários:

Anônimo disse...

Rodrigo, esse ano o Brasilia realmente é o favorito na minha opinião.

Mas o maior defeito do Mengão nos ultimos anos tem sido corrigido: A Defesa e é essa nova defesa do Flamengo que pode decidir o confronto a nosso favor.

Dizem por aqui que o time do Brasilia está rachado, se a defesa funcionar isso pode ser um fator desequilibrio emocional, ja que como pude ver no ano passado o time do Brasilia fica bastante incomodado com a torcida de futebol aqui no Rio.

Abs

Alexandre Reis

Vitor disse...

Não sei quem vai ganhar, acho q vai ser bem equilibrado.

Acho o elenco do Brasília melhor, mas a defesa do Flamengo esse ano está jogando muito. Provou isso contra Franca - que pra mim disputaram as melhores partidas desse NBB. Só não entendo porque o Chupeta não coloca o Fred de titular no lugar do mala do Hélio.

Acho q se compararmos os quintetos titulares Brasília leva vantagem em 4 posições, pra mim o flamengo so ganha com o Marcelinho. Mas ainda acho q vai ser bem parelha a disputa.

Anônimo disse...

nova defesa? e a terceira temporada consecutiva q o Fla tem a melhor defesa do campeonato.
Concordo q Fred tinha que ter mais minutos que o Helio, ate porque ele que tem caracteristica de armador e ainda marca,mas o tecnico nao tem capacidade pra mudar isso.

Ana Clara disse...

Brasilia vai arrasar com este TIMECO arrogante do Flamengo. Eu, mesmo sendo carioca, vou torcer muito pelo time do Brasilia!!!!

Jônathas Waldhelm disse...

Brasilia vence em 5 jogos.

aquyno disse...

Definitivamente o Brasilia é favorito, por ter melhor elenco. Concordo com aqueles que acreditam que Fred merece mais tempo em quarda, ainda que seja ao lado do Helio, como ocorreu em diversos momentosdurante a temporada regular. No entanto, não tenho dúvidas que Marcelinho de um lado e Guilherme do outro é que serão os responsáveis por uma eventual vitória. No caso do rubru-negro será mais um consagração, por reafirmar a hegemonia sobre um time cantado como favorito e talz... no entanto, em caso de insucesso, haveram aqueles que diram que bastou ter um equipe no mesmo nivel que o reinado dele acabou. Ja o Brasiliense, pode ser o salvador, que levará o Universo de saco de pancadas do Mengão à gloria, de campeão do NBB, e quem sabe até mesmo incentivar uma permanecia da equipe... entretanto, frente ao insucesso, provavelmente será taxado de amarelão, já que tem mais time e não conseguiu vencer. Definitivamente teremos mta emoção.

Anônimo disse...

Lula = Paulo Chupeta

Empate entre treinadores????????

ahahahaha.....tá de brincadeira!

Anônimo disse...

O Tecnico do Flamengo é o Marcelinho, o Paulo Chupeta só finge , é figurante, nos tempos quem fala é o Marcelinho

Marcel disse...

O Brasília me parece num momento melhor, mas num jogo em que a rivalidade conta como um fator a mais pros 10 pontos que você tão bem citou no post, talvez a tendência é a de que os confrontos estejam nervosos, pegados e, talvez, com uma leve vantagem pro time da capital federal.

Não sei, não, mas o Flamengo também costuma crescer nesses momentos (principalmente o "verdadeiro" técnico Marcelinho)...

É esperar pra ver!
(uma pena ter que ver pela TV, isso sim...)

Bruno disse...

Ana Clara,

o Flamengo já tem torcida suficiente, tenho certeza que voce torcer contra não vai mudar nada.Timeco arrogante?bi campeão brasileiro jogando com salários atrasados?Você não sabe do que está falando.

Gabriel disse...

Rodrigo, infelizmente o Márcio tem aparecido bastante sim,quase sempre de forma negativa. Que temporada pífia ele tem feito, e ainda por cima tem se dedicado a provocar os adversários e causar confusão.
A meu ver o Flamengo é favorito, tem jogado melhor e não se apavora nem perde o foco nos momentos mais tensos e decisivos do jogo.
Ambos os técnicos fazem muito pouco, não há movimentação sem a bola no ataque, só se faz bloqueio simples para o jogador que tem a bola, etc. É triste observar, com freqüência no basquete brasileiro, um ala ficar, durante toda a posse de bola do seu time, parado no mesmo lugar, esperando bola, normalmente na zona morta.
Mesmo assim, o basquete é um esporte tão bom que me divertirei assistindo aos jogos. Tomara que tenhamos "buzzer-beaters", prorrogações e quinto jogo.
Abraço, parabéns pelo site.

Gabriel disse...

Tudo bem, a enquete é sua e você põe as opções que quiser, mas caberia ali, "apenas o Spliter", "apenas o Varejão", "apenas o Nenê" e "nenhum dos três".
Isso sim seria democrático. Lembre-se que o Guilherme tem jogado muito bem.

Anônimo disse...

Gabriel está de brincadeira com relação a enquete da dupla titular de pivôs do Brasil. Sim, os 3 citados são os melhores pivos que o brasil tem a disposição, em quarto lugar o Paulão Prestes ocupa a posição de quarto melhor.

Anônimo disse...

link???

Ana Clara disse...

Bruno, o grande mal de vcs é misturar basquete com "paixão" por times de Futebol e não entender nada da laranjinha... deses tipos iguais a vc eu estou cansada de conhecer...

Anônimo disse...

Discordo em relação aos técnicos. Há sim uma grande diferença. Acho que o Lula atua mais. Ele pode não ser um Phil Jackson, mas o currículo dos dois (dele e de Chupeta) nem se compara. E tb acho que o Marcelinho manda mais que o técnico no Flamengo. O pecado do Lula é não ter limites éticos para chegar onde sua ambição o leva. Fora isso, é super inteligente, trabalha sério e é muito bom. O outro nunca saiu do Rio, nem se compara, por favor.