quarta-feira, 26 de maio de 2010

BANCO DE SANGUE






Leandrinho acertou seis dos seus oito arremessos. Só por aí já dá para ver que algo estava diferente na noite de terça-feira – felizmente para ele, para os fãs brasileiros que ficam torcendo daqui e, claro, para o Phoenix Suns. Leandrinho não foi peça isolada no banco da equipe do Arizona, que enfim se mostrou aguerrido na final do Oeste, bateu os Lakers por 115-106 e empatou a série em 2-2.

A peça mais importante na vitória foi Channing Frye (foto), que não vinha acertando nada no confronto, mas despejou quatro tiros certeiros de três e terminou com 14 pontos – assim como Leandrinho. Goran Dragic mostrou de novo o quanto pode ser útil, com oito pontos e oito assistências em 18 minutos. Os reservas que emplacaram uma sequência decisiva de 18-3 no início do quarto período.

Antes de começar a série, o banco do Phoenix foi apontado como uma vantagem em relação aos rivais de Los Angeles. Essa vantagem não tinha aparecido até agora. Apareceu. Resta saber se os comandados de Phil Jackson encontrarão uma resposta a partir de quinta-feira, quando o duelo retorna à Califórnia. Falando em Jackson, o técnico dos Lakers jamais perdeu uma série de playoffs nas 46 vezes em que abriu 2-0. Será que chegou a hora? Ou os atuais campeões ainda têm tudo sob controle? Diga aí.

16 comentários:

Anônimo disse...

Isso em apenas 16 minutos,

Acho que o técnico não encontrou um jeito para encaixar o Leandrinho e ele merece respeito, pois ser o sexto homem da liga e um dos cestinhas da Copa América não é pouco. Fico triste que quando você fez previsões sobre o confronto, você sitou o banco do Phoenix e não sitou o Leandrinho.
O cara não esqueçe como jogar em uma temporada

Alexandre Estefan disse...

To achando que esse anônimo de cima era o Leandrinho, ele le o Rebote e ficou puto por ser chamado de inutil e demonstrou isso em quadra.
Ainda acredito em vitória do Suns, o pessoal comentava na última partida que dificilmente o Amare teria outras atuações daquela, mas o mesmo pode ser dito para o banco do Lakers.
E Kobe é extraordinário, mas 45min/noite cansa.. e sem banco para ajudar, fica complicado.

Anônimo disse...

citou é com c né?
ou mudou?

Marexal disse...

Leandrinho voltando a jogar, que maravilha, ainda lembro das séries que os suns tirou os lakers (foram 2 vezes, né?) e ele era fator de desiquilíbrio, tomara que ganhe mais minutos e siga com a pontaria afinada. Virar esses 2 a zero é mais fácil que o 3 a zero, agora já 3 a 1, do outro lado, o que nunca aconteceu na história, certo?

Anônimo disse...

Bom, sob controle a coisa não está, depois de demonstrar um amplo domínio, o Lakers é que foi dominado nesses dois jogos. O Lakers ainda tem a vantagem de dois jogos em casa, mas esses playoffs tem mostrado que isso é só um mero detalhe.

Heverton Elias

Gui disse...

Ainda acho que da Lakers, mais sendo brasileiro, sendo completamente contra o Lakers ahuahu e sendo grande espectador de basquete, já mudei aposto para um 4x3.

OBS: e o Phoenix já encontrou mesmo um substituto para o Nash em, com um poco mais de experiencia esse Dragic vai render bom frutos para a equipe.

Abraço

Bruno disse...

Pra mim é notório que o Lakers tem o melhor time, mas desde o 2 jogo ainda em Los Angeles que o suns vem mostrando mais vontade, mais agressividade que o Lakers.Os jogos 2 e 4 foram decididos no 4 período e, depois de 4 partidas, é justo dizer que há um equilíbrio na série.
O grande problema do Lakers nesta série é que eles estão jogando o jogo do suns, ou seja, buscando fazer pontos e não defender. O problema dos dois times nas derrotas nunca foi o ataque, mas sim a defesa, especialmente do Lakers, já que o Suns nunca defenderam nada.
O Lakers tem que jogar com uma mentalidade defensiva de agora em diante, jogar pra impedir o suns de marcar 105 pts.
Detalhe que a zona 2-3 usada pelo suns, se não é brilhante, criou uma distração ao Lakers e com isso conseguiu baixar a pontuação do time de 126 pts de média em casa para 107 fora de casa, exatamente o necessário para o suns vencer.Esse detalhe e a queda de produção já esperada do banco do Lakers jogando fora, junto com a subida do banco do suns em casa, são as razões do empate na série.
Exatamente como na série contra OKC, o jogo 5 é chave:quem vencer ganha a série.O suns tem experiência e bons jogadores, o Lakers tem que entrar no jogo 5 para destruir, nada de jogo equilibrado até os minutos finais, é jogar pra abrir 20!e outra coisa:hora de trabalhar os árbitros exatamente como o suns fez em casa:encostou tem que ser falta, não pode Kobe marcar quase 40 pontos de média em PHX e ir pra linha de lance livre 5 vezes por jogo!

PauloRJ disse...

Rodrigo, certamente o Lakers não tem tudo sobre controle, mas ainda está numa posição privilegiada pois tem o mando de quadra.

O Lakers já fez alguns ajustes e conseguiu jogar bem contra a defesa de zona no 1o quarto, mas como os jogadores não estavam acertando muito o Kobe resolveu jogar no 2o e 3o e o time esqueceu como se jogava contra a zona, e quando o Kobe cansou o time não teve como competir.

Na próxima partida eu espero o time de LA muito mais agressivo e uma atuação melhor dos coadjuvantes, que sempre jogam melhor em casa....

Luis Gustavo disse...

Eu acho que amarcação zona contra times de NBA é meiosuicida, pq sevcrodarbem a bolano perimetro e fizerum corta luz bem feito um jogador sempre terá espaço no mid-range em diagonal e aí fica fácil.

O grande problema do Lakers eu acho é quealém do Kobe ninguem arremessa com velocidade cmo Ray Alen, tipo anda recebe a bola e já arremessa. Apenas o Kobe fez isto ontem e acertou muitas.

O banco do Lakers é horrivel, todo mundo sabe, o Odom é um bom jogador mais uma simn duas não não rola...

E ontem o banco da Suns jogou bem, foi pra cima.

Já achei bem acertada a decisão do Gentry em deixar os reservas até os ultimos tres minutos e depois sim colocar de volta os titulares.

Acho que se o Suns lutar sem medo neste jogo 5 tem tudo para levar.

Bruno disse...

A série no momento ficou boa para o suns, por que no jogo 4 Phil deixou os titulares muito tempo em quadra, especialmente Kobe, que carregou o time nas costas, e agora serão 3 jogos em 5 dias.
O suns é um time excepcionalmente bem preparado fisicamente, e tende a cansar seus adversários.
O Lakers tem que diminuir o ritmo do jogo, jogar com agressividade e atacar a cesta para colocar jogadores chave do suns com faltas e ir a linha de LL.
E resolver a marcação dupla que de forma surpreendente está funcionando em cima de Gasol, pois alguém tem que ajudar Kobe a vencer a serie, já que ele está jogando um basquetebol sensacional, mas sozinho é impossível.

Anônimo disse...

Bem Rodrigo permita-me concordar e discordar contigo ao mesmo tempo. rsrsrrs

Não acho que foi só ontem que o banco foi importante na série.

Tenho dito nos outros Posts que o banco do Suns tem sido importante em quase todos jogos como foi na série do Spurs.

Embora um Anônimo(como sempre) no outro Post anterior falou sobre supostas vaias da torcida para os reservas no jogo 3(sinceramente eu não vi isso).

E não só por ontem que vou insistir, o banco do Suns está sendo o diferencial.

Todos lembramos que anteriormente ele se resumia ao Leandrinho que com justiça foi eleito melhor 6º homem.

Agora é normal Leandrinho não produzir grandes números ele vem dividindo a responsabilidades e o tempo em quadra com os outros reservas.

Nessa temporada Alvin Gentry aumentou a rotação deu confiança para o resto do elenco isso ficou nítido na série diante do Spurs.

Nos 3 primeiros jogos contra Lakers eu ja tinha notado que os reservas ficavam no jogo mesmo quando placar está apertado, ao contrário ods Lakers que quando a coisa aperta Kobe Gasol não podem sair de quadra.

Ontem, mais uma vez, os reservas ficaram em quadra muito tempo, quase todo o 4º quarto.

Isso está pesando e dá para ver no sembrante um pouco desanimando e desgastado do Kobe e do Gasol ontem.

Por outro lado a marcação Zona exige que a contribuiçao dos outros jogadores seja melhor e não é d hoje que Lamar, Bynum e cia são inconstantes.

Jogando em casa caras como Odom e Artest, Shanon Brown, Farmar etc costumam produzir mais ofensivamente, então provavelmente em Los Angeles a coisa deve melhorar para os LAkers.

Todavia é de espantar que defesa e a rotação tem sido a chave para o Suns justmente coisa que faltavam no time nas outras temporadas.

Meu palpite foi 4x2 Suns, pois acho que a grande chance do Suns é trazer a descisão para o 6º jogo em Phoenix.

Será que dá?

abraços

Sandro

felipemartins1305 disse...

Oi Pessoal

Vou manter minha opinião de que ambos os times fizeram sua lição de casa. Depois das duas vitórias em LA, tinha gente falando em varrida, mas eu insisti que o LAL não tinha feito mais que a obrigação. O PHX fez sua parte. Ou seja, LAL continua em vantagem por ter mando de quadra. Eu to muito impressionado com o banco do PHX, muito raçudos e sem medo das estrelas. Porém como já disseram, coadjuvantes costumam render mais em casa, e não acredito que o banco do PHX vá produzir tudo isso em LA, e o banco do LAL vai tomar uma comida do Phil e deve produzir mais no próximo jogo. Concordo que o próximo jogo é decisivo; quem vencer tem grandes chances de fechar a série.

Rodman disse...

Foi no jogo 3 contra os Spurs, fora de casa, que os reservas do Phoenix ficaram malucos - Dragic e Leandrinho fizeram quase 40 pontos no 4º período.

Esses caras não tem medo de cara feia e nem de ginásios alheios.

Conforme a série vai andando, acredito que os reservas vão aparecer ainda mais, pois os titulares do Lakers não são mais tão jovens. Fisher, Kobe, Artest e Gasol não podem jogar 40, 45 minutos 3 vezes em 5 dias sem pagar por isso.

Os titulares do Phoenix, por causa da excelente atuação dos reservas, estão atuando bem menos minutos, o que certamente fará diferença em uma série longa.

Aposto em Phoenix 4x2.

Rodman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
caldasjr disse...

Fui o primeiro a comentar aqui que o Amare não conseguiria fazer 4 atuações seguidas como a da primeira vitória. E essa segunda vitória prova que sozinho ninguém leva uma série nas costas. Acho que todos aqui torcem para o Leandrino, e só ficam decepcionados quando ele rende menos do que ele pode, tomara que ele continue em alta e que o banco do Phoenix mostre seu valor...mas o Lakers tem muito basquete (e Odom,Artest e Bynum)pra um 4 x 2 fácil e pra mim ainda favorito.

raul disse...

acredito que o lakers tem um conjunto melhor que o suns, mas a vontade fez a diferença nessas 2 ultimas partidas e tambem o baile que o Alvin Gentri deu, fazendo alterações na defesa, jogando com individual e zona, coisa que não é muito comum.
Leandrinho precisa de mais tempo em quadra, todos já sabem do potencial dele, acredito que uma mudança de time faria muito bem para ele, esta na hora dele começar os jogos como titular, fora do suns.