quinta-feira, 13 de maio de 2010

IMPRESSÕES DE PARIS – PARTE 2




Um mês e meio atrás, a Euroliga anunciou que todos os ingressos já estavam esgotados (e nem se sabia ainda que times estariam no Final 4). Os países que mais haviam comprado ingressos eram a Grécia e a Espanha. Pois bem: tínhamos cerca de um 1/4 do ginásio tomado por torcedores do Olympiacos, e um pouco menos de 1/4 por torcedores do Barcelona. As duas torcidas não pararam de cantar, tocar e fazer barulho um minuto sequer. Um verdadeiro show que, pra quem não tinha partido, como era meu caso, é contagiante. Os gregos eram mais criativos nas suas evoluções e coreografias, mas os cantos dos culé (como são chamados os torcedores do Barça) eram mais animados.



Deveria haver uns 3 mil torcedores do Barça lá. Sabe quantas camisas de futebol eu vi? Umas quatro, e olha que procurei por elas. De resto, ou estavam com camisas das torcidas organizadas ou com camisas de basquete (a maioria). Sabe quantas bandeiras da Espanha havia lá? Nenhuma, isso mesmo! Mas em compensação havia dezenas (talvez mais de cem) bandeiras da Catalunha. Vocês sabes como a história do nacionalismo é forte na Espanha, né.

3 comentários:

jotapê disse...

Ia tomar um susto se voce falasse que tinha camisa da Espanha lá.

Anônimo disse...

eh pq os catalaos(axo q flei certo) quer ser um estado independente....

Anônimo disse...

torcida barça = torcida Grêmio!