quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

SEM PENA DO GORDINHO




"Você no gordinho, você no branquelo", e assim seguiam as instruções de Paulo Chupeta na partida entre Flamengo e Deportes Castro, na noite de quinta-feira. Se ainda existe time bobo no basquete, é justamente esse aí do Chile. Com uma dupla de quase-obesos no garrafão (Larry Posey e Leon Smith), o que se viu em quadra foi um convite à surra. E assim foi feito. Com a vitória arrasadora por 117-77, o Flamengo ficou muito perto da classificação no grupo C da Liga das Américas.

Marcelinho Machado, com total liberdade para chutar, deitou e rolou nas bolas de três e anotou 26 pontos. Baby chegou aos
19, com sete rebotes. Na sexta-feira, valendo a vaga, o buraco
é mais embaixo. Ainda assim, o Rubro-Negro tem time para
bater os locais do Libertad Sunchales. Vamos ficar de olho.

11 comentários:

Anônimo disse...

"Ok, aeroporto de mosquito."

Resposta dos jogadores para o Paulo Chupeta após as orientações.

Bruno disse...

Com relação aos critérios de desempate em caso de três times empatados no mesmo grupo, o que ocorreria se o Sunchales vencesse o Flamengo hoje, eu li no site da Fiba as regras mas ainda não entendi por que o time argentino tem que vencer o Flamengo por 35 pontos para se classificar, como foi noticiado, se perdeu por 19 pro Brasilia, que por sua vez perdeu do Fla por 4... Não é o resultado das equipes empatadas que conta, descartando então o jogo contra os chilenos?Se alguém puder esclarecer, desde já agradeço

Anônimo disse...

BASQUETEIRO

BRUNO,o problema é que ele tem que ganhar de 35 pontos para que descontados os 19 que ele perdeu para Brasilia , passaria a ter um saldo positivo de 16, enquanto que Brasilia tem 15.Agora se o Flamengo perder de 1 ponto, o campeão será Brasilia,que tem um saldo de 15,enquanto o Flamengo passaria a ter um saldo de 3.

RAO* disse...

Alguem sabe onde tem os highlights dos jogos? (se é que tem em algum lugar) eu to procurando aqui no site da FIBA mas só achei boxscore /=

Bruno disse...

Realmente a conta dos 35 era óbvia, agora consegui captar rsrsrsr
Quanto aos melhores momentos dos jogos, no site DraftBrasil tem alguma coisa, respondendo à pergunta acima

leokaplan disse...

Os saldos atuais são os seguintes:
Flamengo (2 v, 0 d) = +44
Universo (1 v, 1 d) = +15
Libertad (1 v, 1 d) = +07

Se o Universo vencer o Deportes Castro por uns 25 pontos (bem plausível levando-se em conta os outros resultados), ficaria com saldo de +40 e 2 vitórias e 1 derrota. Então o Flamengo poderia se classificar até mesmo com uma derrota por no máximo 3 pontos (ficaria com saldo de +41). Certo ou há algum erro nesse meu raciocínio? Tudo vai depender do resultado - leia-se da diferença de pontos da provável vitória - do Universo sobre o time chileno.

Bruno disse...

Léo, no caso de tríplice empate só contam os jogos entre os times empatados, o que excluiria os jogos contra o Deportivo Castro

Cassiano disse...

RODRIGO:
É impressionante como vc puxa a sardinha para o falecido basquete carioca!!! O Brasília bateu o Libertad Sunchales, Campeonato Paulista tá pegando fogo e vc só fala do Flamengo...do Baby..etc
Sem falar que quando vc ousa falar de basquete feminino é só Mangueira, Clarissa e companhia...
Assim não dá...
Vc e Balassiano mandam bem na cobertura da NBA, gosto dos blogs..mas estão deixando a desejar no basquete nacional..
Uma pena..
Abraço

Marexal disse...

Concordo com o Cassiano, e acho positiva a pasagem do Brasília, pelo bem do basquete brasileiro, embora não tenha visto muita coisa nova no time do Lula. Ganhou a vaga por que chutou 60% dos 3 contra os hermanos ontem. Essa tática dos tiros de três é traiçoeira num dia tu ganha dos argentinos, no outro tu quase perde pros gordinhos chilenos.
No flamengo a mesmice de sempre, mas pra não ficar só falando mal, destaco o Jeferson, esse jogou bem e colocou o flamengo no jogo com suas roubadas de bola no final. Taí um ala que poderia ser trabalhado pra seleção.

Cassiano disse...

To esperando o post da derrota do Flamengo e da eliminação do SulAmericano!
Como havia dito...finado basquete carioca...esse joguinho do Marcelinho Machado não existe mais..que nojo!!!
Bola pra frente que atrás vem gente...FINAL eletrizante do Paulista e Brasília avançando, NBB...
Abç fio!

leokaplan disse...

Com todo o respeito: o Flamengo fez um jogo pífio? Fez. Mas até parece que o Brasília jogou muito a ponto de "merecer" (sei que não existe isso no esporte, mas vá lá) uma classificação para a fase final. Além disso, se o basquete carioca padece, o brasiliense, o capixaba, o gaúcho, o mineiro e até mesmo o paulista também sofrem desse mal. Estou vendo os jogos do campeonato paulista e fico inconformado com o mesmo padrão tático que valoriza o individualismo (e não as individualidades) em chutes de três inapropriados, defesas frágeis e baixíssimo nível técnico. Não se iludam: o equilíbrio das séries semifinais não significa um melhor nível do basquete paulista. Pode até estar acima dos demais campeonatos regionais, mas está longe de ser elogiável.
Voltando à Liga das Américas, os dois jogos mostraram o péssimo nível técnico e tático em que se encontram o basquete sulamericano, à excessão talvez do argentino - que também tem seus momentos ruins -, e o brasileiro. Numa boa, o time chileno mais parecia time amador. O Brasília penou para ganhar de um time que levou 40 pontos de diferença do Flamengo e 26 do Libertad. Agora, sendo coerente, tampouco o Flamengo jogou o que precisava para conquistar a classificação. Marcelinho abusou, mais uma vez, de arremessos forçados quando podia ter trabalhado as jogadas e tentado infiltrações (ainda mais com os jogadores argentinos pendurados). Fora isso, vários erros individuais do próprio Marcelinho (nos lances livres), do Baby, do Hélio e cia que, somados, explicam a derrota. A única conclusão que me fica é: o Brasília se classificou devido aos critérios de desempate da Liga das Américas. Por mais óbvio que isso possa parecer, penso que o mais coerente seria considerar no saldo de pontos ("cesta average") os resultados dos jogos contra o time eliminado também. Por que não? O saldo de gols num campeonato de futebol leva em conta todos os jogos. Em outros esportes e torneios de basquete, o mesmo acontece. Não vejo a lógica da FIBA Americas em desconsiderar a equipe desclassificada dessa conta.