segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

CHAMA O CARA. E DEPOIS AGUENTA!




"Eu não posso responder a esta pergunta. Eu posso, mas não vou. Na verdade eu não acho que posso, mas ainda que eu pudesse, não responderia. Então deixa pra lá". Entendeu direitinho o que o técnico Doc Rivers disse sobre a possível aquisição imediata de Stephon Marbury? Pois é, nem eu. Na verdade, nem ele. Mas o fato é que o clima de namoro está no ar, e como o calendário da NBA costuma dar uma ajudinha, Celtics e Knicks se enfrentaram ontem - sim, vocês viram, o time do Madison venceu o jogo!

O cenário é propício para uma contratação de impacto: derrota para os Lakers no Natal, tropeços recentes na estrada, críticas sobre a qualidade do banco... a fase não é boa. Resta saber se, com a vinda de Marbury, o impacto seria positivo ou negativo.

Aqui deste canto, acho que é um risco grande demais para um time que, bem ou mal, continua ali nas cabeças. A adaptação de Marbury não seria nada fácil, tanto dentro do vestiário, onde sabemos que ele é um destruidor voraz, quanto na quadra, onde teria que se esforçar na defesa e se contentar com uma mixaria na reserva do ótimo Rondo (foto).

Como diz Marc Stein no site da ESPN, o Boston acredita que, hoje, é capaz de incorporar qualquer elemento ao time sem desandar o bolo. Eu não concordo. Isso aliás me lembra o São Paulo no início de 2008, quando se julgou o grande recuperador de almas e contratou Adriano, Carlos Alberto e Fábio Santos.

Que os Celtics precisam reforçar o banco, todos concordamos (ainda que precise mais na ala e no pivô, para compensar as saídas de James Posey e PJ Brown). Só acho que Marbury está muito mais para satisfação à torcida do que para reforço ideal. Pode ser mais barato e útil trazer um desses velhinhos tipo Darrell Armstrong ou Damon Stoudamire, ainda mais a partir de hoje, quando os times estão liberados para assinar contratos de 10 dias - se sentir que o cara não vai segurar o rojão, dispensa.

E você, acha que Steph pode ser uma boa opção para o Boston?

13 comentários:

Dead boy disse...

Acho que ele não teria moral pra arruinar o ambiente do time. Uma coisa é reinar sozinho, outra é querer bancar o maioral no vestiário sendo que ao seu lado estão Garnett, Pierce, Allen etc. Ele ficaria mansinho.

Bruno disse...

O banco do Celtics foi dizimado com as saidas de Posey e Brown, os dois jogadores que vinham do banco e tinham bola pra jogar na hora da decisão.Só ficaram os role players (House,Davis,Powe), e o Boston precisa de um cestinha (que era Posey),de um defensor de perimetro (Posey) e de um cara pra fechar o garrafão (era Brown).Acho que Marbury só poderia prover pontos.Acho que pelo histórico da criança, pelo relacionamento ruim que tem com Garnett, pela distração que desnecessariamente iria criar, a vinda de Marbury iria atrapalhar mais do que ajudar.Como eu odeio o Boston Celtics,tomara que eles decidam por contratar o cara hehehe

PauloRJ disse...

Rodrigo, acho que o Celtics tem condições de controlá-lo sim, da mesma maneira que o Bulls conseguiu controlar o Rodman. no Bulls Jordan e Pippen falavam e o Rodaman ficava quieto. No Boston o KG e o Pierce tem força suficiente para fazê-lo baixar a bola (não vejo o Ray Allen com essa força toda, apesar de ser um craque). Pela análise do Marc Stein eles tem uma posição boa, pois se não funcionar basta dispensá-lo.....como seria contratado pelo mínimo o risco seria baixo....mesmo assim eu não o contrataria....

Dinho disse...

Problemas do Boston não só o Banco que é fraco, mas tb problemas de relacionamento no time principal, no jogo do Lakers: Rondo e Ray ficaram discutindo e surgiu KG pra separar,....depois contra GSW foi a vez Pierce e um reserva( não lembro)e ontem di novo Pierce está nervoso com alguém!

se depender de mim Marbury vai pra lá ajudar no ataque, pois assim Lakers é campeão( tem melhor elenco)

adriano disse...

Rodrigo, vc acertou em cheio ao comparar com o São Paulo do início do ano. Melhor ainda notar que o São Paulo só foi engrenar quando parou com essa mania, se reforçou com jogadores de caráter, mexeu nas posições que não estavam dando muito resultado e ajeitou o time. A única diferença, na verdade, é que o São Paulo não tinha uma personalidade dentro de campo capaz de comandar o respeito desses caras do jeito que o KG comanda, e o Stephon, apesar de toda a babaquice dele, abaixa a cabeça pro KG. Ou será que abaixa? Tbm acho que é uma contratação arriscada demais...

Herlanildo disse...

acho que o banco do Boston é composto de caras úteis,tipo o Cassel(nem sei se ainda está)experiente que entra na horas que convén que ele entre e ajuda muito.Já o Marbury iria ser um gasto não muito útel na minha opinião

Anônimo disse...

Acho que é possivel sim... c ele quer tanto jogar acho q c contentaria com a reserva pra ganhar um titulo.
Quem sabe ele nao vira um Adriano no São Paulo, que c recuperou e ainda c tornou um dos destaques do tricolor na primeira metade do ano.

Pedro Trindade disse...

Rodrigo, acho que ele daria certo, até pq com toda essa mídia negativa que ele gerou, agora caso ele ainda queira jogar basquete na liga terá de se adaptar a qualquer time e acho que o Celtics poderia abrigar ele.

A questão pra mim na verdade é saber se o KG quer que ele venha, primeiro porque o KG é líder da equipe e pode influenciar tanto negativa quanto positivamente na adaptação do Marbury. E como muitos sabem, KG e Marbury quebraram o pau em Minnesota e resultou na saida dele do Wolves.

Abraço a todos

Pedro Trindade disse...

Rodrigo, acho que ele daria certo, até pq com toda essa mídia negativa que ele gerou, agora caso ele ainda queira jogar basquete na liga terá de se adaptar a qualquer time e acho que o Celtics poderia abrigar ele.

A questão pra mim na verdade é saber se o KG quer que ele venha, primeiro porque o KG é líder da equipe e pode influenciar tanto negativa quanto positivamente na adaptação do Marbury. E como muitos sabem, KG e Marbury quebraram o pau em Minnesota e resultou na saida dele do Wolves.

Abraço a todos

Luiz Melo disse...

Como torcedor do Lakers, espero que o Marbury assine logo com o Celtics. Afinal, não há mal em se tirar um adeversário forte da disputa pelo título.

Anônimo disse...

Usar o Rodman como exemplo não é valido, ele podia ser mt esquisito e briguento, mas era um grande atleta defendia muito, e se esforçava muito nos jogos. E segundo o proprio Phil Jackson, Rodman foi um dos atletas mais esforçados q ele já treinou. Marbury já não ajuda time nenhum tem algum tempo.

leonel disse...

O Boston precisa de reforço no garrafão. Davis é fraco. Powe é bom, porém não é alto. Brown era o reserva que dava conta no garrafão e o Posey marcava bem as alas, arremessava de três e quebrava o galho nos rebotes.

Marbury não contribuiria em nada para isso. Então é inútil.

felipe disse...

Pra mim o Starbury não é uma boa opção pra ninguém muito menos pro Boston. O que o Boston precisa fazer fazer é deixar de ser bom samaritano, mandar o Scalabrine embora e contratar um veterano pivô (que seria o Mutombo se ele quisesse) pra fechar o banco. Com relaçõa a armação, se eles assinaram com o Cassel, põe ele pra jogar então!
Só pra fazer um contraponto, o problema do Powe não é só a altura, mas defensivamente fraco e pouco inteligente em quadra. Muito atlético e raçudo, mas falta conteúdo.