domingo, 21 de fevereiro de 2010

ESTRELAS DE PARABÉNS




Foi um Jogo das Estrelas como deve ser: todos os atletas no
clima e lances de efeito com uma porcentagem de acerto até
maior do que costumamos ver em eventos assim. Infelizmente
eu não estou em Uberlândia, mas quem estava no ginásio deve
ter gostado do que viu. No fim das contas, o time Kanela bateu
o Pedroca por 127-114, e o placar é o que menos importa.



Até os erros gritantes foram engraçados na manhã de domingo:
Estevam levou um toco do aro, Thomas cobrou um lance livre
em que a bola nem chegou perto da cesta. Mas os momentos
bizarros foram compensados com muitos acertos: enterradas
espetaculares, belas trocas de passes e Marcelinho em manhã
inspiradíssima, com oito chutes certeiros da linha de três. Com
38 pontos, o ala do Fla foi justamente eleito o MVP da partida.

Foi legal ver uma profusão de pontes aéreas e, apesar da falta
de entrosamento, os jogadores acertaram a maioria delas.
Marcelinho, Shamell, Alex, Larry, Olivinha, Murilo, Rogério,
Sobral, Sucatzky, Manteguinha, Alexandre, Tiagão, Thomas,
Valtinho, todo mundo estava no clima da festa, ciente de que o
mais importante em Uberlândia não era apenas ganhar o jogo,
mas dar espetáculo para a torcida. Deu tudo muito certo.

Foto: Luiz Pires/Divulgação

Apesar do formato engessado do torneio de enterradas, o saldo
do fim de semana é extremamente positivo. Valeu como uma
espécie de consolidação para o NBB, que pelo segundo ano
seguido promove uma festa de alto nível no meio da temporada.

11 comentários:

peter schiling disse...

nunca estive tão otimista com o basquetebol brasileiro. o NBB já é o campeonato mais bem organizado do brasil.

João Pedro TONHÃO #23 disse...

Realmente o Jogo das Estrelas foi bem legal.. Diferente do campeonato de enterradas.. A cada ano o nível tah subindo, agora vamos ver como vai ser o segundo turno..!'

Anônimo disse...

Uma idéia bacana para o torneio de enterradas, seria a mudança para um torneio de ponte aérea...

Anônimo disse...

O jogo foi muito legal. Comno pula o tal do Larry, pudia até estar ni campeonato de enterradas. O único que me desapontou foi Shamel, que pareceu levar o jogo como disputa individual contra Marcelinho, ponto para o segundo, que meteu diversas bolas. Além disso, achei Shamel meio arrogante, ficou encarando o Bial quando foi substituído. Penso se faz isso com o Magnano. Tudo muito positivo, até o campeonato de enterradas eu gostei, exceto, a postura infeliz e desrespeitosa do Marquinhos.

Aquyno disse...

Também gostei de modo geral do fds das estrelas tupinquim. Mas não podemos achar que ja esta mto bom. N sei bem o que o peter schiling kis dizer com campeonato mais organizado do pais, acredito que esteja se limitadno aos campeonatos de baskete, e isso é o minimo, ms ainda esta longe com Brasileirão de futebol e da Super liga de volei, que tem seus problemas, mas ainda conseguem ser bem mais organizados que o NBB. Claro que levo o NBB só tem 2 anso, mas a meta é sempre melhorar então, que olhemos e logo para nossas deficiencias.

Claro que 24 seg pro torneio de enterradas foi um dos mais claros. Então na versão 2011 que almentem o tempo, ainda que pra isso tenham que fazer uam seletiva. Ainda sobre a organização das cravadas, não pdoemos cometer o mesmo erro da NBA e deixar de fora nossos astros, Alex e Larry tem que participar, não só pela qualidade, mas por serem estrelas e chamam a atençãod o público.

O torneio de chutes de 3 também fica menos animado sem Marcelinho, ainda que Jefferson tenha representado bem o FLA. O público que o maior astro, mais famosos, melhor jogador do ultimo NBB, e bla bla bla... e a festa é sobre tudo para o público, então espero que no ano que vem esse erro também n seja cometido.

Aliais a falta de conversa e organização fikopu clara no sabado, os jogadores, além de ensaiar melhor as cravads, tem que ser melhor informados sobre as regras dos torneios e a organização tem que prestar maior atenção.

No jogo das estrelas qse tudo perfeito, a não ser o fato de não ter trasmição ao vivo em tv aberta, e contar com um ginasio as moscas. É claro que a NBB tem que difundir o esporte pelo pais, ams tem que ter a sensibilidade que um jogo desses tem que ir a uma cidade que efetivamente vai prestigiar o espetaculo.

Outro ponto essencial é que o FDS das estrelas não pode se limitar a cravads, chutes de 3 e pontes-aereas, tem que ser uma promoção do esporte, tem que haver ação dos atletas e tecnicos junto a população da cidade durante a semana convocando o publico a interargir e lotar os ginasios, como seria se Marcelinho, Alex, Fluvio, Guilherme, Baby e outros não tivessem visitado algumas escolas de Uberlandia e falado pros mulekes sobre o que é o basquete na vida deles e os convocado para assistir as competições, sorteado uma ou dias camisas de seus times e do jogo das estrelas?

É importante também que a Liga esteja pronta pra receber esse público além do brindes q foram distribuidos tem que ter venda de prondutos da liga e dos times no ginasio nos dias de jogos que haver uma super propaganda da partida convocando a todos a participar, e o ginasio tem que receber o publico e os atletas com o glamour que se espera.

Não estou tacando pedra, n me entendaum mal, ams senti falta de tudo isso nesse fds, e espero que não sinta, ao menos da maioria, no ano que vem.

Fabricio disse...

foi massa eu tava no ginasio... muitas pontes... um jogo muito animador... valtinho q jogou aki em uberlandia na epoca de UNITRI foi saldado pela torcida a cada lance dele muito bom msm esse jogo!! ate ganhei uma mochina no intervalo do jogo sdauhdusahudhasuhdas!!

Flávio disse...

O ginásio nem estava as moscas não cara. Não exagera. Não estava lotado nem estava vazio.
Foi ótimo o jogo das estrelas. Valtinho é rei aqui em Uberlândia.
Conversei com o Estevam e ele volta pra Uberlândia. \o/
Saudades demais do time, acompanho desde a época do Vargas e mal posso esperar pelo retorno da equipe.
Parabéns pelo blog Rodrigo.

Aquyno disse...

Po Flávio a capacidade do ginasio é de 8.000 pessoas, em um jogo desta importancia, não dá pra dizer qu o poblico é bom se não passar das 4.000 pessoas, metade da capacidade. Ocorre que nem chegou perto disso, a organização ostenta o comparecimentod e 2.500 pessoas no ginasio.

Ca entre nós 2.500 pessoas no jogo das estrelas é pouquissimo!!!

Monica disse...

Gostei de vários comentários. Para mim, o evento foi bom, a NBB está mostrando que realmente está disposta a levantar o basquete e está no caminho certo. Mas algumas sugestões colocadas pelo Aquyno são ótimas. Usar os jogadores em ações sociais na cidade, levá-los a escolas para promover o basquete, venda de produtos da Liga, etc. Concordo que em termos de promoção do basquete foi bom, mas pode ser ainda mehor com essas sugestões do Aquyno. Também acho que a organização mostrou falha quando se viu que alguns jogadores não sabiam as regras dos eventos em que participavam. E outra: eles nao podem falar na TV que não se prepararam para aquilo, que era tudo improviso. Isso mostra que eles não estão dando importância ao evento. Só não acho que a Superliga esteja tão melhor organizada queo NBB. Já vi jogos de vôlei na TV praticamente sem público e a Superliga hj não é um primor em organização.
Parabéns ao NBB, começo a acreditar que o basquete vai decolar novamente.

Duda 11 disse...

O fim de semana foi bastante divertido! Mas só esperava um público maior nos dois dias de basquete no maravilhoso ginásio do Sabiazinho! Não sei como foi a divulgação na cidade, mas um evento desse porte merecia uma casa cheia!

Fabricio disse...

lol!!! 2.500 pessoa veioo na toraa axo q nao heim....isso deve ter sido no primeiro dia de evento... eu tava lah kra... a divulgaçao aki em Uberlandia tbm nao foi la essas coisas nao... muito fraca... nao vi nenhuma propaganda nos canis de TV da regiao
:/