quinta-feira, 13 de novembro de 2008

HORA DE ESCLARECER




Na terça-feira, uma fonte disse por e-mail ao Fábio Balassiano, no Bala na Cesta, que o autor do site Hora de Reconstruir é mesmo Toni Chakmati, manda-chuva da Federação de São Paulo. Se realmente é isso, o cartola já começou mal a sua campanha à presidência da CBB. Na sexta-feira passada, eu tinha falado pessoalmente com a assessoria da entidade paulista, que negou qualquer vínculo com a página. Chakmati (o original?) chegou a deixar um comentário por lá, como leitor. E desde a nota publicada pelo Fábio, o site saiu do ar e exibe apenas um aviso de "Revisão".

Por mais que as idéias e propostas sejam boas, a iniciativa já tropeçou na falta de transparência. Por que tanto mistério? E que revisão é essa? Ainda que o anonimato seja uma estratégia de marketing (ao que parece, a agência J.Cocco está envolvida), a coisa vai se desenhando de uma maneira no mínimo estranha. Deste canto, estamos de olho. E aguardamos esclarecimentos.

10 comentários:

SANDROSAMPA disse...

Bem Rodrigo
como já escrevi a respeito Chakmati contra Grego é bem difícil de acreditar. Tendo em vista a eleição passada.
Além disso os métodos dele em São Paulo são tão centralizadores como o da CBB.
Não vejo atletas envolvidos nas decisões.
Nem nosso ídolos do esporte são chamados para participar efetivamente e não como marionetes nas decisões.
Será que eles não perceberam que não enganam mais ninguém.

Anônimo disse...

E vejam só ; um dos clientes da J.Cocco Sport Marketing é a CBB:

http://www.jcoccosport.com.br/casescampeoes.htm


http://www.jcoccosport.com.br/cases09.htm


Para bom entendedor meia palavra basta !


BR

Anônimo disse...

Parece brincadeira,
quando vão começar a tratar o basquete como esporte profssional?

NETTO disse...

coisa de amador isso,estao de sacanagem com a gente!!!

Anônimo disse...

De todos esses caras, o Tony é o único q olha pro nordeste... GREGO? Piada!

Ricardo "Tio Zeca" Stabolito Jr. disse...

Desta forma, com estas atitudes, será difícil que as coisas mudem, seja Grego ou Chakmati no poder.

SANDROSAMPA disse...

É Ricardo

A espanha conseguiu em curto prazo mostrar mais uma vez para Brasil o caminho das pedras.
Como antes a Argentina ja o fizera.

Se vcs voltarem uns 15 anos atrás a Espanha estava bem abaixo do que é hoje.
Mas fez um projeto envolvendo escolas popularizou o esporte e extraiu da quantidade a qualidade.

E a gente no Brasil que tem uma população enorme não exploramos 1% do potencial existente.

Mas acontece que o assunto não é atrativo tanto que ninguém gosta de comentar embora as vezes eu insista pela net afora.

Nada vai mudar nesse basquete com os qeu tão aí
Louvo todas homenagens ao Rodrigo e a outros poucos obstinados que não esmorecem na defesa do basquete Nacional.

Nem nós bloqueiros conseguimos nos unir uniformemente para reinvincar
embora várias vezes o caminho foi dado.

Abraços'

Anônimo disse...

''Se realmente é isso, o cartola já começou mal a sua campanha à presidência da CBB''

Acho errado ja comecar a julgar, escrachar, fazer uma materia em cima de uma pessoa q nem sabemos qm eh, chutando q seja o Chakmati.

De qualuer jeito estamos mais preocupados em escrachar o e criticar a atual gestao q acho q a salvacao do basket ta em segundo plano pra qse todo mundo... eh muito mais comodo falar mal.

adriano disse...

anonimo, eu normalmente concordaria contigo, mas neste caso especifico, discordo. o Rodrigo não está escrachando ninguém e sua observação é BASTANTE pertinente. não se trata de torcer contra, se trata de abrir o olho e não apoiar qualquer um que apareça.

veja bem, se fosse a eleição municipal da sua cidade, e o prefeito tivesse f*d*do a sua cidade nos ultimos 4 anos. vc votaria em um candidato que foi aliado do atual prefeito, trocou de partido, fez campanha com o mesmo publicitário e iniciou uma campanha de insurgência pelos bastidores, sem revelar seu nome?

é hora de união, sim, de se pensar em conjunto, de não criticar apenas por criticar, mas tbm não se pode abraçar qualquer candidato a messias que aparecer. Rodrigo não criticou Toni por suas propostas, por sua intenção nem por seu trabalho, nem disse que ele não será o homem certo para o trabalho; apenas apontou, com razão, uma falha de sua estratégia, e nos alertou para exigir mais. e não é exatamente isto que devemos fazer - exigir mais dos nossos dirigentes do basquete??

Messo disse...

Discordo de você Rodrigo...

"Na sexta-feira passada, eu tinha falado pessoalmente com a assessoria da entidade paulista, que negou qualquer vínculo com a página. Chakmati (o original?)"

o que a assessoria da entidade paulista teria a ver com a candidatura do Chakmati.... ????

a Assessoria pode muito bem dizer que não tem nada ver com o site e mesmo assim o chakmati ser proprietario do mesmo... ainda bem que é assim pois seria errado usar a assessoria da federação para promoção de uma candidatura a uma confederação...

Sobre o anonimato, até acho q seja desnecessário, mas alguma alma com algum neuronio a mais não pensou que não se pode declarar uma candidatura antes de um prazo correto? será que a candidatura dele poderia ser impugnada caso ele declarasse ser candidato hoje? Pensem nisso

Se o Chakmati não eh o candidato da sua preferência, que aponte os defeitos do mesmo... que diga que outras federações estão com seus campeonatos organizados e que tem algo de bom a oferecer ao basquete.. se tem uma federação que tah lutando por isso eh a Federação paulista..

soh falta aparecer alguem aqui dizendo que vai votar no grego e não no Chakmati, aí eh o fim da picada...

e soh pra encerrar:
Chakmati >>>>>>>>>>>> Grego
Não tem comparação felizmente