sábado, 24 de julho de 2010

SPLITTER TREINA NO DOMINGO


Na noite de sexta-feira, voltei ao Marina Barra Clube para mais um treino da seleção masculina, agora já com Lucas Bebê integrado ao grupo. As duas notícias relevantes do dia têm a ver com Tiago Splitter.

1) O pivô do San Antonio vai fazer seu primeiro treino na noite de domingo, quando a seleção volta após um dia de folga.

2) O Fábio Balassiano, que também estava lá no Marina, bateu um papo com Rubén Magnano (vale a pena dar uma olhada quando ele publicar no Bala na Cesta, a conversa foi bem legal). E eu, intrometido que sou, fiz uma pergunta sobre como vai ficar o garrafão com Splitter, Varejão e Nenê. O técnico argentino foi categórico ao dizer que não pretende usar os três ao mesmo tempo. Mas não pareceu preocupado em escolher os titulares agora – aliás, preferiu nem usar o termo "titulares", e sim "iniciadores". Ele alega (com razão) que o simples fato de começar o jogo significa muito pouco. É fato. Mas diga aí na caixinha: que dupla de "iniciadores" você usaria?

42 comentários:

RAO* disse...

Varejão/Splitter

rao* disse...

Ah sim, e usar os 3 ao mesmo tempo seria muito sem noção... se ele falasse que estava pensando nisso, perderia os créditos comigo... imagina o Varejão jogando na posição 3? tenso.

Alexandre Estefan disse...

Varejão e Nene.

Nene pelo ego, ele gosta desse tipo de coisa e para tirar um pouco da pressão do Tiago, mesmo ele já estando acostumado, isso de MVP do Espanhol, time dos sonhos da Euroliga, ida para a NBA.. tem que trabalhar para somar e não atrapalhar.

China disse...

Splitter e Nene!!!!

FATO !!!

primeiro q são os dois melhores e segundo q não faria mal a seleção em relação a EGOS...jah q o Varejão jah estah acostumado a vir do banco no CAVS msm pro JJ HICKSON....
agora o Nene vindo do banco não vai prestar...espero q o Magnano perceba isso....

Jorge Luiz Lopes Junior 'Ster-k-da" disse...

Não tem motivo para usarmos dois pivôs ao mesmo tempo. A briga entre os iniciadores está entre Spliter e Nenê, Varejão está atrás de seus companheiros tecnicamente.

Na minha opinião mais sincera, não nem motivos para levarmos TRÊS pivôs pesados, do tipo 5 (Ok, Spliter não pode ser considerado pesado com aqueles bracinhos de grilo, mas ainda assim atua na posição número 5).

Varejão para conseguir seu espaço dentro de quadra terá que perseverar muito para ser o eventual pivô número 4.

Dois armadores, dois laterais e UM pivô seria o sistema que mais se encaixa na seleção que temos.

Anônimo disse...

Discordo do amigo acima, o Nene tem capacidade sim de jogar na posição 4, inclusive quando o Birdman e o Kenyon se machuracam ele começou o jogo muitas vezes jogando na 4 no denver e com o Petro na 5.

Na minha opiniao eu concordo com o China, começaria com Nene/splitter e vinha com varejão do banco

Anônimo disse...

Rodrigo,

Spitter é jogador do SPURS, e não do Caja Laboral (está desatualizado rapah))!!!!!!!

Dead boy disse...

Nenê e Splitter. Não há motivo para não começar com os melhores. Se der errado, pode-se tentar uma mudança (colocar o Varejão). Mas, de começo, a lógica manda pôr os melhores.

Anônimo disse...

O Varejão rende mais quando sai do banco, injetando energia no time. O impacto no animo da equipe que ele injeta quando entra é maior do que qualquer contribuição que ele possa dar quanda começa o jogo.

Rodrigo Alves disse...

Verdade, "pivô do Caja Laboral" foi no automático rs, força do hábito. Já troquei lá. Abraços!

Fábio Carvalho disse...

Iniciria com Nenê de 5 e Splitter na 4. Até porque o Varejão geralmente em Cleveland sabe muito bem como sair do banco e ajudar no que for preciso.

bigmanrj disse...

Sendo o varejão ou o Splitter, o único que não pode vir do banco é Nene, justamente para evitar inconformismo.
Rodrigo, Como foi o treino do Lucas Bebê? O que ps jogadores acharam dele lá?

Rodrigo Alves disse...

Bigman, os treinos são fechados, os jornalistas só podem ver os primeiros 10 minutos - ou seja, só o aquecimento. Então não dá para saber como foi o treino do Lucas. Mas o garoto parece ter sido bem acolhido pelos outros jogadores.

Ontem o Magnano disse que os jovens (Lucas, Raulzinho e Jordan) estão treinando no mesmo nível de exigência dos adultos. Ficou muito satisfeito com os três.

Abraços!

lisangelo disse...

Comecaria com Nene e Spliter, e depois iniciaria o rodizio com Varejao mantendo sempre dois do trio em quadra.

Clóvis Rafael disse...

Concordo com Lisangelo... Devemos sempre manter Splitter ou Nenê no rodízio com Varejão ou qualquer outro Big Man!!!!

Portanto meu quinteto "iniciador" seria:

PG - Huertas
SG - Leandrinho
SF - Marquinhos
PF - Nenê
C - Splitter

Luiz disse...

Que situação, amigo...

Concordo , em parte , com o Clovis aí acima. Explico:Huertas e Splitter trazem uma "quimica"adquirida no Caja e isso facilita em muito. O Marquinhos, com 2,07m muda e muito nossa condição de rebote e ainda, é ótimo chutador, lê muito bem o jôgo e, sinceramente, não houvesse cometido deslizes (que ficaram no passado), ja estava merecendo seu lugar. Ví sua atuação no PAN do Rio,...beleza. O Nenê acrescentou ao seu jôgo, o "jump" certeiro na área pintada (muitas vezes êsse lance derruba pivôs). O Splitter recorre a um meio gancho que, a menos que eleve seu percentual, deverá ser questionado. Varejão é o "cara". Quando entra ( vindo ou não do banco) o adversário ja sabe que irá trabalhar em hora extra.
Muito bom. Só espero que os chutes de três não repitam o jogo contra a Alemanha e que decidiu nossa ida às Olimpíadas. Em 19 chutes acertamos apenas 3.....

Jorge Luiz Lopes Junior "Ster-k-da" disse...

Que mania nossa, brasileiros de querer ter sempre dois pivôs no jogo... O que deixa o time do Brasil sempre com uma movimentação lenta e pouco dinâmica no ataque 5x5, onde cada jogador tenta "salvar" o time com sua individualidade, ou seja, a verdade é que o Brasil, na ERA LULA, sempre foi "peladeiro"... Espero que esse novo técnico tenha mais sobriedade e esteja mais atento as necessidades dentro de quadra e possibilidades que o Brasil oferece.

Vitor disse...

Jogar com dois pivôs não é sinônimo de lentidão! Jogar com dois alas e dois armadores, como está querendo o amigo ae de cima, é ser muito mais peladeiro. Abrir quatro caras na linha de três enquanto temos dois dos nossos 4 melhores jogadores no banco, para só um pivô em quadra, é assim que você quer jogar???
Esquema Hélio Rubens.

Dessa forma a gente poderia pedir o corte ou do Nene ou do Splitter porque, afinal, são jogadores lentos neh? O Dedé podia ser convocado, que tal????

Segundo suas próprias palavras: "O que deixa o time do Brasil sempre com uma movimentação lenta e pouco dinâmica no ataque 5x5". Desculpe, mas acho q você está completamente errado. Não sou nenhum especialista, mas pelo que eu vejo hoje é impossível ter um ataque rápido no 5x5 na FIBA. As defesas são muito boas hj, não há espaço. Principalmente se vc não jogar embaixo do garrafão.

Jogar com quatro abertos só facilitaria as bolas de 3, que é exatamente o que o Brasil não precisa exagerar.

bigmanrj disse...

Com relação ao que o Luiz falou do Marquinhos, apesar dos seu tamanho, não considero ele bom reboteiro, devido ao seu pouco interesse sem as bolas nas mãos de jogar coletivamente. Este jogador desperta a minha maior curiosidade. Se ele ficou com Rubén Magnano é porque está se aplicando mais.

Bruno disse...

A verdade é que todos os 3 bigman do Brasil são excelentes, bons defensores (o Varejão é o melhor) mas nenhum deles tem um bom arremesso de meia distância.Por incrível que pareça, apesar de ter deficiências no ataque, na seleção o Varejão tem acertado um pouco essas bolas de meia distancia que são fundamentais, então no meu time seria ele de 4, e ou Nene ou Splitter de pivô.

Por sinal, acho as bolas de 3 pts e meia distancia ainda são um problema para o Brasil, acho que nosso garrafão e a defesa melhoraram muito.

Anônimo disse...

Concordo em gênero e em grau com o Vitor.

Anônimo disse...

Splitter na 5 pq ele é 5, sempre foi 5, e já declarou várias vezes q é Pivô e não ala pivô.

Nene na 4, pq apesar de ser "pesado" segundo um colega falou acima, ele possue agildiade excelente, joga na posiçao 4 na NBA várias vezes sem o menor problema, e lá os alas pivos sao em sua maioria mto mais atleticos do q os 4 na fiba. Nao vejo o nene com problemas de marcar o Fotsis da grécia por exemplo, ou o reyes da espanha, ou o fran vasquez ou qquer outro 4 espanhol.

Varejao vem do Banco pq ele já é mestre nisso, nao é todo jogador que consegue entrar a 100 por hora vindo do banco. E pronto, a rotação de pivôs é essa,

80min para dividir por 3, joga mais quem estiver melhor no jogo. splitter sempre na 5, nene passa para 5 qdo verejao estiver com ele em quadra.

muito clara e simples a rotaçao no papel. precisa de maestria para administrar os minutos e medir quem está melhor no jogo.

Maguro

Anônimo disse...

Rodrigo,

Como vc percebeu a integração da comissão técnica. Magnano estava isolado com seu escudeiro Duró e Neto com o prep fisico e médico......ou vc percebeu uma boa harmonia entre os "argentinos" e os brasileiros.

Além disso, vc sabe qual será a comissão de técnicos para o MUNDIAL??]
Levaremos 4 técnicos ou serão os 2 argentinos e Neto ou João Marcelo (acho que um dos 2 brasileiros deve dançar)

Jorge Luiz Lopes Junior "Ster-k-da" disse...

Então o coach K, técnico da Duke University é peladeiro? Esse ano, Duke foi campeã do campeonato universitário dos EUA, com dois armadores, Jon Schyer e Nolan Smith. As bases do jogo do coach K, que por sinal é técnico do time campeão olímpico dos EUA, são uma boas DEFESA INDIVIDUAL, REBOTE e ATAQUE 5x5. Se você assistir um jogo de Duke, a palavra "pelada" jamais passaria na sua cabeça. Até porque a função do armador dentro de quadra é organizar o time, mais um armador dentro de quadra, jogando em harmonia com o primeiro, só faz o time se situar ainda mais no jogo. O que torna o jogo rápido mas sem pressa.

Bom, estou apenas expressando a minha opinião, joguei basquete minha vida toda. O Brasil vem jogando com 2 pivôs desde a época do Oscar e do Marcel, os dois "feras" que levaram o Brasil ao topo (Pan de Indianapolis) e ao fundo do poço (anos 90, ultima aparição do B-Ball masculino em uma olimpíada). Minha sugestão é que ocorra uma mudança mais radical no sistema de jogo brasileiro, uma mudança que não será inovadora, já que outros times já obtiveram bons resultados jogando com dois armadores e um pivô.

Jorge Luiz Lopes Junior "Ster-k-da" disse...

Um pivô basta, Spliter. Não temos que jogar com as 5 "estrelas" que o Brasil possui dentro de quadra. Temos que ter o esquema tático em que o Brasil seja mais time.

Anônimo disse...

que GRANDE diferença entre o Muricy e o Paulinho!!!!!

Para um a palavra vale e para outro......

Parabéns Muricy, homem de caráter!!!!

Vitor disse...

Não acho q a culpa de resultados ruins da seleção brasileira é jogar com dois pivôs. Só acho q é muito mais inteligente aproveitar o que a gente tem de melhor, não acha??? O melhor do Brasil hj é o garrafão. Tem que haver bom senso do técnico em arrumar um bom esquema tático para usar os jogadores e não sobrepor um esquema aos atletas, ou simplesmente colocar as "5 estrelas".
Não acho q os 3 pivôs tem q jogar junto, mas a força do Brasil está neles.

Não é pq um esquema dá certo em Duke que é melhor para o Brasil. Hj se discute a carência de bons alas na base e no adulto do Brasil. Há uma lacuna nessa posição. Não posso garantir com certeza, mas acho q o Coach K, se fosse treinador do selecionado brasileiro, não abriria mão de pelo dois dos três pivôs brasileiros em quadra.

O professor Paulo Murilo pegou um dos piores times do NBB jogou com 3 pivôs e fez um final de temporada descente. Mas não é pq deu certo lah q tem q usar na seleção brasileira.

A inteligência está em equilibrar os dois, o material humano com o esquema de jogo mais adequado. E pelo material que a gente tem é melhor usar dois pivôs.

Anônimo disse...

acho que nem um canal brasileiro vai transmitir o sul americano de basquete masculino , isso é uma vergonha ,vou ter que assistir em espanhol .

Anônimo disse...

basket13 espn brasil,sportv,bandsports e toda tv aberta é muito lixo para minha cabeça. eu vou assitir na meridiano tv vai passar todos os jogos a partir da proxima segunda são tres jogos por dia .pra que pagar mais de 100 r$ por mes e ver um bando de otarios conversando de futebol o dia inteiro.

Jorge Luiz Lopes Junior "Ster-k-da" disse...

Bom Vito, expomos nossas idéias. Cada um com a sua teoria do que seria certo e funcionaria para o Brasil. Agora temos que assistir os jogos e observar o que o Magnano vai fazer e se vai funcionar para o nosso basquete.

Agora uma duvida:
Os jogos do mundial serão televisionados em quais canais? E os do Sul Americano agora?

Adriano disse...

Tenho quasse certeza que o Mundial passa no Sportv e Esporte Interativo. O Sul-Americano, não faço ideia...

Jorge, acho que, para o material que temos, jogar com dois pivôs e um armador é inevitável. Eu adoraria que jogássemos como o Paulo Murilo apregoa, com dois armadores e três alas móveis, mas nós estamos com dificuldades de arrumar um reserva pro Huertas, imagina arrumar um armador para jogar ao lado dele!

Temos que jogar de acordo com nosso material humano, e neste momento, o que temos de melhor são os pivôs. Nenê, Varejão e Splitter não são 5 típicos, têm velocidade suficiente para acompanhar os alas-pivôs que jogam abertos em outras equipes. Não sei não, na minha opinião, ainda vamos jogar um tempo no "sistema único", até nossas gerações de base apresentarem mais material de qualidade para podermos experimentar outros esquemas. Se o Rafael Luz descer do muro e decidir jogar pelo Brasil, de repente podemos jogar com dois armadores, ele e Raulzinho, no futuro...

Ah, e eu queria ver Varejão e Nenê começando.

Anônimo disse...

Ahhh as categorias de base!! Gerariam uma bela discussão para o blog...

eZ disse...

Lentidão ? Nenê, se não for o mais veloz, é um dos mais da nba, apesar do tamanho, ele é mto ágil, atlético .. basta vê-lo finalizando contra-ataques e correndo pelo fundo ou no pick.

dos 3, acho que ele é o pior defensor. Creio que seria o ideal começá-lo junto com splitter, alternando os 2 no ataque entre 4 e 5, tipo hi e low o tempo todo .. varejão entrando, automaticamente o jogo fica concentrado em um dos 2 que estiver no pivozão clássico, de costas e o varejão fazendo os cortas. Eu acho que a rotação embaixo funciona muito bem e discordo quando dizem que o time deveria jogar com apenas um. 1 só ficar correndo e fazendo corta para o jogo subir no perímetro é mto desperdício. O garrafão do brasil, sem exagero é um dos melhores do mundo em potencial e acho que deve ser o foco desse time.

Se o marquinhos finalmente jogar, vai ser o pêndulo dessa equipe, o fator X, como chamam os americanos, pois acho q ele tem potencial para fazer um joguinho in/out quando necessário e ainda fazer um 'point-forward' quando necessário, ah lah turkoglu no orlando ... acho que com um técnico forte e com estrela, que o coloque no lugar, sem nenhum exagero, acho q o brasil briga para ser a 4a. força do basquete mundial, se tudo encaixar, mesmo com argentina, espanha e eua completos. Tenho esperança nisso.

Outra coisa que eu faria é sacramentar o marcelinho como 6o. homem, com muito tempo de quadra, divididos entre as posições 1, 2 e 3. Ele sob controle é um jogador fantástico vide demonstrações já feitas sob o comando do moncho.

O alex provê energia e defesa de perímetro, além de infiltrações e lances-livre.
Falta um armador nato para a reserva e talvez um outro 3 por natureza, grande.

Pronto, temos uma rotação ótima com

Huertas/Marcelinho/?
Leandro/Alex/Marcelinho
Marquinhos/Marcelinho/Alex
Nenê/Varejão
Splitter/Varejão


Azeitando tudo e ajustando, temos uma rotação fantástica, curta, coesa e versátil, podendo orientar o jogo na velocidade, no garrafão, perímetro ou na pressão defensiva/contra-ataques com simples mudanças, que nos coloca como uma das melhores seleções do mundo capaz de dar muito trabalho para as top-3 e jogar de igual para igual com qualquer outra.

Concordam ?

Cami disse...

Gente é só lembra do Pré_Olimpico de 2007 que o Varejão não foi, é Nene de pivê e Splitter na 4.

eZ disse...

Amigos, com relação à discussão sobre jogar com apenas 1 pivô, tenho alguns pontos.

Primeiro. Para funcionar é preciso de um pivô que jogue MUITO na defesa. Um reboteiro e bloqueador excelente.

Pensem também que é necessário que um dos alas sejam ótimos passadores e possa fazer as vias de um 'point-forward' para alimentar o pivô mais de perto e aproveitar a subida da defesa, pois haverá a abertura para cobrir os 2 armadores.

Além disso, os armadores precisa sem EXCELENTES arremessadores, pois senão, a defesa engole facilmente pelo menos 2 jogadres e vira um ataque de 3x5. Acho meio ilusório imaginar que 2 armadores são capazes de melhorar o passe. Em teoria faz sentido, mas na prática, com uma defesa bem postada e se esses caras não se garantirem no arrmesso, a dificuldade dos passes aumenta, o que gera mais despercícios e bola na fogueira.

Mais uma vez, acho que não temos opção, ainda de jogadores para isso, bem como acho que é sacrificar o que temos de melhor que são nossos pivôs.

Torço muito para que funcionem.

Essa variação pode ser muito interessante, mas acho que precisaremos revelar jogadores com esse perfil.

Armadores com ótimo chute de fora, mas que não seja crazy shooters, alas altos com bom passe, jogo consistente de fora e no rebote.

O sistema deve ser desenhado de acordo com o que temos de melhor e não adaptar os jogadores a um sistema.

Meu sonho é ver os adversários desespeerados dobrando nossos pivôs e cada um deles tendo umas 3 assistências de média, com bolas da cabeça para baixo e vice-versa deixando os adversários malucos.....

Anônimo disse...

Rodrigo q trabalha na Globo, pq não vai passar o Sul Americano? Maior absurdo.. Passa Showball, passa Fytsal Jacareí vs Motoclube, e agetne não consegue assisitr o sul americano adulto masculino, e já faz algum tempo que estamos nessa.

Julio M. Silva

Marcos Beerbaum disse...

Julio,

Estou contigo, coisa de país pequeno que é manipulado por TV globo (q deveria mudar de nome, para TV meu mundinho pequeno).

Ao invés do cameponato sul-americano teremos a honra de assistir um GRANDE evento, LIGA DE FUTSAL
carlos Barbosa x Minas!!! uau.

Cansei do Sportv na moral, passa só Tênis e Futebol, Futsal, SHow ball!! pelo amor de deus, SHOW ball, é palahaçada, assim que acabar o mundial vou cancelar minha assinatura só para os canais de filmes, pq pagar para assistir essa programaçao ridícula não dá mais.

Anônimo disse...

SPORTV eu não dou dinheiro pra esse povo ai não , eu assisti todos seleção b no super 4 e vou assistir a partir de segunda o sulamericano na faixa e na tv pelo meridiano tv canal venezuelano vai transmitir 3 jogos ao dia . esses canais de esportes do brasil são muito fraquinhos da desanimo .

basket13
forbasquete@hotmail.com

Luis Gustavo Schuck disse...

Acho que devemos colocar os melhores desde que isto não resulte em improvisações desnecessárias. Como PF temos Nenê e Varejão e C o Splitter e o Nenê. Pensando assim, e sabendo que Nenê no ataque é muito muito melhor que Varejão, devemos por Splitter e Nenê.

Sempre preferi o nenê na posição 5, aliás em Denver ele ficou bem mais sólido quando começou a jogar lá, mas ele tem bastante agilidade e técnica para ir para a posição 4.

O Varejão se deu bem na Copa América e a midia ficou bem em cima dele e Leandrinho, mas todos que assistem NBA sabem que o Varejão precisa de meia hora para enquadrar o corpo para fazer seu arremesso de meia distancia, que quando sai a tempo(leia se o jogo ainda não acabou) ainda assim é ruim.

Sobre Marquinhos, seria melhor termos ele de titular para não ficarmos com um time pequeno e também não sacrificar o Alex, pois o cara pode sofrer pegando jogadores maiores e ele é muito bom jogador e não vale a pena sacrificar.

Anônimo disse...

Problema é q esse meridiano TV só na parabólica, eu não tenho parabólica :(

Julio

Anônimo disse...

Nenê e Splitter.

Varejão do banco.

Anônimo disse...

como acesso o Meridiano tv pela net???????